Alicia Fernandez 2001 artigos e trabalhos de pesquisa

  • Alicia Ernandez FH

    Aluna: Cristiane Soares Mascarenhas Oliveira A2_FH – Psicopedagogia: Fundamento, Histórico e Atuação A trajetória profissional de Alicia Fernández Alicia Fernández é uma Psicopedagoga argentina, nascida em Buenos Aires, em 1.944, filha de um espanhol com uma italiana. É uma das precursoras da psicopedagogia no Brasil, sendo responsável pela formação de grande parte dos profissionais da área em nosso país. Ao lado de Sara Paim, Jorge Visca e outros pesquisadores, esta profissional tem contribuído...

    1258  Palavras | 6  Páginas

  • Alicia fernandez

    Paulo Alves Lima Psicopedagogia: Fundamentos históricos e atuação ALICIA FERNÀNDEZ Alicia Fernandez nasceu em Buenos Aires , filha de pai espanhol e mãe italiana. Estudou psicopedagogia na Universidade de El Salvador. Estudou psicologia na Universidade de Buenos Aires, onde teve contato com a psicanálise através do Psicólogo Social Pichon Rivière e do marxista Bleger, professores que lecionavam naquela faculdade, pouco antes de 1966. Nesse mesmo período foi contratada contratada para ocupa o cargo...

    2508  Palavras | 11  Páginas

  • RESENHA DO TEXTO DA PSICOPEDAGOGA ALICIA FERNÁNDEZ

    RESENHA DO TEXTO DA PSICOPEDAGOGA ALICIA FERNÁNDEZ Disciplina: Processos Educativos I Atividade: Resenha relacionando o texto “Aprender é quase tão lindo quanto brincar” com a observação do organismo vivo proposta na semana 1. O que pode nos ensinar um grão de feijão ou andar de bicicleta? No capítulo 1 do livro “O Saber em Jogo” a psicopedagoga Alicia Fernández, a partir de um diálogo que escutou entre duas meninas, tece suas considerações sobre o aprender e o ensinar, introduzindo seu texto...

    717  Palavras | 3  Páginas

  • Alícia Fernandez - Vida e Obra

    “_A2_FH” Priscila Candido Curso de Pós-Graduação Lato Sensu a Distância Psicopedagogia Alícia Fernández: história, fundamentos e atuação A história de Alicia Fernández (1) se confunde com a História da Psicopedagogia na América Latina. Sabemos que a Psicopedagogia teve sua origem na Europa, chegou à América Latina por meio da Argentina, país este que influenciou diretamente o Brasil. Alicia Fernández, ao lado de Sara Paim, Jorge Visca, dentre outros intelectuais, é um exponencial na promoção...

    1793  Palavras | 8  Páginas

  • Pesquisa Bibliográfica evidenciando a trajetória e formação profissional bem como as obras publicadas de Alicia Fernández.

    Psicopedagogia Aluna : Nayara da Silva Castro disciplina: Psicopedagogia Fundamentos, Histórico e Atuação. Atividade Avaliativa A2_FH: Pesquisa Bibliográfica evidenciando a trajetória e formação profissional bem como as obras publicadas de Alicia Fernández. Alicia Fernández nasceu em Buenos Aires no ano de 1944, filha de pai espanhol e mãe italiana., se formou em psicopedagogia pela Universidade de El Salvador , estudou Psicologia na Universidade de Buenos Aires onde teve o primeiro contato com a Psicanalise...

    574  Palavras | 3  Páginas

  • Alícia Fernández, uma inspiração que nos leva a ir mais além do que as aparências

    UCDB TRABALHO _A2_FH Alícia Fernández, uma inspiração que nos leva a ir mais além do que as aparências Trabalho apresentado pela aluna Ana Paula de Oliveira Ruffo, do curso de pósgraduação em Psicopedagogia: histórico, fundamentos e atuação, à Tutoria Denise Marcon, em 29 de setembro de 2014. Introdução Caminante no hay camino Se hace camino al andar y al volver la vista atrás... Verás las huellas que te permitieron avanzar. Es bueno recordar: no puedes exigir que tus...

    1853  Palavras | 8  Páginas

  • Vida e obra de alicia fernández

    Vida e obra de Alicia Fernández Nascida em Buenos Aires em 1944, estudou psicopedagogia na Universidade de El Salvador. Estudou psicologia na Universidade de Buenos Aires, onde teve contato com a psicanálise através de Pichon Rivière e Bleger, professores que lecionavam naquela faculdade. Após seus estudos começa a trabalhar como Orientadora Educacional (desde 1962 a 1974), trabalhando com a população carente. Atualmente é Supervisora das atividades psicopedagógicas em numerosos hospitais públicos...

    660  Palavras | 3  Páginas

  • Alicia fernandez

    Alicia Fernàndez em "A inteligência aprisionada" nos traz a percepção para além da via, da estrada, aguçando nosso olhar para uma concepção de processo da aprendizagem em que o ensinante** - portador do conhecimento - estabelece uma relação entre este e o aprendente*** - sujeito pensante e portador de sua inteligência - através de seus vínculos firmados. Esta relação é permeada por alguns fatores que, quando postos em jogo, proporcionam o aprendizado. São eles: "seu organismo individual herdado...

    1467  Palavras | 6  Páginas

  • Resumo do texto: “fracasso escolar”

    PSICOPEDAGOGIA ALUNO: MARCOS TADEU GARCIA PATERRA RESUMO DO TEXTO: “FRACASSO ESCOLAR” JOÃO PESSOA AGOSTO/2011 RESUMO DO TEXTO: “FRACASSO ESCOLAR” FERNÁNDEZ, Alicia. Os Idiomas do Aprendente: Análise das modalidades ensinantes com famílias, escolas e meios de comunicação. Porto Alegre: Artmed Editora, 2001. p. 23 – 50. Conforme Alicia Fernández, o maior problema é a busca pelos culpados do fracasso escolar e, a partir daí, percebe-se um jogo onde ora se culpa a criança, ora a família, ora uma...

    1574  Palavras | 7  Páginas

  • TatianaDeccachePacheco A2 FH

    Tatiana Deccache Pacheco – Disciplina: Psicopedagogia: Histórico, Fundamentos e Atuação Trajetória e Principais Obras de Alícia Fernandez Nascida (1944) e formada na Argentina. Fernandez graduou-se em psicologia pela Universidade de Buenos Aires, onde teve a oportunidade de estudar com alguns dos pioneiros da psicanálise, Pichon Rivière e Bleger. Ainda na Argentina, Fernandez se estudou Psicopedagogia na Universidade de El Salvador. Após anos de estudos, ela começa a atuar com a população carente...

    557  Palavras | 3  Páginas

  • Resgatando o passado deficiência como figura e vida como fundo

    existe mesmo um culpado para a não- aprendizagem? Se a aprendizagem acontece | |em um vínculo, se ela é um processo que ocorre entre subjetividades, nunca uma única pessoa pode ser culpada. Alicia Fernández nos lembra que “a | |culpa, o considerar-se culpado, em geral, está no nível imaginário” (FERNANDEZ, 1994) e coloca que o contrário da culpa é a responsabilidade. Para | |ser responsável por seus atos, é necessário poder sair do lugar da culpa. ...

    1796  Palavras | 8  Páginas

  • Pedagogia

    O livro Os idiomas do aprendente: análise das modalidades ensinantes com famílias, escolas e meios de comunicação, o qual será abordado o segundo capítulo, Sujeito autor, escrito por Alícia Fernández, publicado em 2001 pela editora Artmed em Porto Alegre. Fernández aborda neste capítulo a relação do sujeito autor do conhecimento. A autora inicia o capítulo abordando a questão sobre aprendênica, citando os pensamentos de Jaques Derrida, Paulo do Carmo e Vilmar de Souza. Os autores trazem...

    1052  Palavras | 5  Páginas

  • Fracasso escolarl

    sociedade, enfim, enquanto se procura o responsável, acaba mais uma vez sendo deixado de lado o fracasso como problema. Então, paramos e pensamos se realmente há um responsável para esse fracasso que está desencadeando no não-aprendizado. Segundo Alicia Fernández “a culpa, o considerar-se culpado, em geral, está no nível do imaginário” assim, enquanto estivermos nessa zona de conforto em procurar culpados, eximimo-nos da responsabilidade de buscar soluções e só seremos realmente responsáveis por nossos...

    1917  Palavras | 8  Páginas

  • Fracasso escolar

     RESUMO DO TEXTO: “FRACASSO ESCOLAR”  AGOSTO/2011  FERNÁNDEZ, Alicia. Os Idiomas do Aprendente: Análise das modalidades  ensinantes com famílias, escolas e meios de comunicação. Porto Alegre: Artmed Editora, 2001. p. 23 – 50.  Conforme Alicia Fernández, o maior problema é a busca pelos culpados do fracasso escolar e, a partir daí, percebe-se um jogo onde ora se culpa a criança, ora a família, ora uma determinada classe social, ora todo um sistema econômico, político e social. A autora...

    3968  Palavras | 16  Páginas

  • A eja e a psicopedagogia

    Educação de Jovens e Adultos e os estudos realizados no campo da Psicopedagogia. Pretende-se apresentar o marco inicial desta pesquisa, ocorrido no IX Curso de Formação de Alfabetizadores do Nordeste, na Universidade Federal Fluminense, em julho de 2001, em que os participantes foram motivados a olhar a sua história e entenderem-se nela, ora como aprendentes**, ora como ensinantes***, e também levar ao conhecimento dos educadores do PAS alguns conceitos chaves que norteiam a visão dos nossos estudos...

    2580  Palavras | 11  Páginas

  • Artigo educação especial

    Segundo Fernández (2001, p.104) “A identificação com a escola possibilita uma experiência importantíssima em relação à alteridade”. Com o passar dos dias, a rotina pode tornar-se pesada e cansativa aos olhos da criança, pois alguns professores abandonam as brincadeiras e dão início às aulas mais formais, a criança passa então a não entender o porquê que as brincadeiras tão necessárias a elas não aconteçam com a freqüência e na quantidade desejada. De acordo com as palavras de Eizirik (2001, p.68)...

    4232  Palavras | 17  Páginas

  • Dificuldades de Aprendizagem

    aprender mas é necessário que adaptemos a nossa forma de ensinar, E a escola tem a obrigação de desenvolver projetos que avancem o conhecimento e o desenvolvimento cognitivo. Segundo Alicia Fernandez, a modalidade de aprendizagem é como um idioma que cada um utiliza para entender os outros e fazer-se entender pelos outros. (2001, p.70) Entende-se que ao falar da modalidade de aprendizagem, estamos falando de formas de captar conteúdos e molda-los ao nosso modo de conhecimento, Para o educador detectar...

    1285  Palavras | 6  Páginas

  • dificuldades de aprendizagem

    pelos professores, gestores da escola e por um psicopedagogo. A família também desempenha um papel de grande importância na condução e evolução dos problemas de aprendizagem do aluno já que os pais são considerados, por Alicia Fernandez, os primeiros ensinantes. Fernandez (1999) diz que a aprendizagem é um processo que ocorre no vínculo entre o ensinante e o aprendente em uma interação. Inicia quando a pessoa nasce e os seus primeiros ensinantes são seus pais, ou substitutos, que intervém na...

    1912  Palavras | 8  Páginas

  • o papel do psicopedagogo e da psicopedagogia

    meio familiar, educativo/ ensinante. Os professores tem que ensinar proporcionando o prazer para o seu aluno aprender como alicia fernandez nos fala: Se um aluno “ está no mundo da lua”, o problema do professor será o de como trazer a “lua” ao mundo da criança, já que, se quiser expulsar a “lua” da aula, expulsará também o aprendente que há em seu aluno ( FERNANDEZ, 2001, P.43) A postura do psicopedagogo tem que ser especializada frente ao fracasso escolar que vem de motivos internos a estrutura...

    2549  Palavras | 11  Páginas

  • Dificuldades de aprendizagem

    sociais e pedagógicos tornando a aprendizagem mais prazerosa. Fernández (2001) mostra a importância da família, que por sua vez, também é responsável pela aprendizagem da criança, já que os pais são os primeiros ensinantes e os mesmos determinam algumas modalidades de aprendizagem dos filhos. As dificuldades de aprendizagem na escola podem ser consideradas uma das causas que podem conduzir o aluno ao fracasso escolar. Alicia Fernández diferencia fracasso escolar, problema de aprendizagem e deficiência...

    630  Palavras | 3  Páginas

  • Recensão do filme "hable con ella"

    Discente – Patrícia Ribeiro nº 110233018 1. O Filme 2.1. Título e Realizador: “Hable con Ella” (em português “Fale com ela” – ano de 2002), de Pedro Almodóvar 2.2. Ficha Técnica Género:Drama; Idioma: Espanhol; Ano de Produção: 2001; Estúdio: El Deseo S.A.; Distribuidora: 20th Century Fox / Sony Pictures Classics / Warner Bros; Direcção: Pedro Almodóvar; Produção: Agustín Almodóvar; Música: Alberto Iglesias; Fotografia: Javier Aguirresarobe; Casting: Sara Bilbatua, Cristina Perales...

    1978  Palavras | 8  Páginas

  • O PAPEL DO PSICOPEDAGOGO NA ESCOLA E FAMÍLIA

    estudos, principalmente dos escritos de Alícia Fernández, que: “ser ensinante significa abrir um espaço para aprender. Espaço objetivo e subjetivo em que se realizam dois trabalhos simultâneos: a construção de conhecimentos e a construção de si mesmo, como sujeito criativo e pensante”. (FERNÁNDEZ, 2001, p.30).   Portanto, ensinar e aprender são processos interligados. Não podemos pensar em um, sem estar em relação ao outro. Ainda segundo Fernandez (2001, p.29), entre o ensinante e o aprendente...

    2220  Palavras | 9  Páginas

  • Fracasso escola

    uma única pessoa pode ser culpada. “A culpa, o considerar-se culpado, em geral, está no nível imaginário” e coloca que o contrário da culpa é a responsabilidade. Para ser responsável por seus atos, é necessário poder sair do lugar da culpa (FERNÁNDEZ, 21:2004 Não pretendo aqui, portanto, expurgar a responsabilidade de um fracasso escolar. O propósito é discuti-lo como um elemento resultante da integração de várias “forças” que englobam o espaço institucional (a escola), o espaço das relações...

    2719  Palavras | 11  Páginas

  • Aprender é quase tão lindo quanto brincar

    PENSAMENTO Você já parou pra pensar o que é ensinar? Ou, o que é aprender? Será que existe uma separação entre o ensinar e o aprender? Como se dá esta relação? Alicia Fernández, psicopedagoga argentina, autora do livro “O Saber em Jogo: a psicopedagogia propiciando autorias de pensamento”, publicado na cidade de Porto Alegre, em 2001, vem trazendo no primeiro capítulo “Aprender É Quase Tão Lindo Quanto Brincar”, uma leitura dinâmica e reflexiva sobre este assunto. Através de um simples diálogo...

    1185  Palavras | 5  Páginas

  • Fracasso Escolar

    será que existe mesmo um culpado para a não-aprendizagem? Se a aprendizagem acontece em um vínculo, se ela é um processo que ocorre entre subjetividades, nunca uma única pessoa pode ser culpada. Alicia Fernández nos lembra que “a culpa, o considerar-se culpado, em geral, está no nível imaginário” (FERNANDEZ, 1994) e coloca que o contrário da culpa é a responsabilidade. Para ser responsável por seus atos, é necessário poder sair do lugar da culpa.  A sociedade busca cada vez mais o êxito profissional...

    648  Palavras | 3  Páginas

  • Monografia

    CIÊNCIAS HUMANAS E DE LETRAS E ARTES CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL QUALIDADE DA VIDA FAMILIAR COMO PROPULSORA DO ÊXITO NA ESCOLA E NA VIDA Nome acadêmica cidade, NOVEMBRO DE 2001 UNIVERSIDADE PRÓ-REITORIA ACADÊMICA DIRETORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO CENTRO DE DO ÊXITO NA ESCOLA...

    12892  Palavras | 52  Páginas

  • AS DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO

    corpo e sua inteligência construídos em interação e a dimensão inconsciente. A aprendizagem tem um caráter subjetivo, pois o aprender implica em desejo que deve ser reconhecido pelo discente. “O desejar é o terreno onde se nutre a aprendizagem”. (FERNÁNDEZ, 2001). Sendo assim, o conteúdo deste estudo pode contribuir, possibilitando que outras pessoas possam continuar novos trabalhos com esse assunto, com o intuito de melhorar cada vez mais as cenas cotidianas, demonstradas nas escolas, tendo em mente...

    1934  Palavras | 8  Páginas

  • Questões - psicopedagogia

    psicomotricidade | | |a que se ocupa do saber sobre o corpo e seus modos de valer-se, vamos vendo outros laços fraternais” (Alicia Fernández: 2001) | | |Introdução  | | |A citação de Fernández (2001, p.145) remete-nos a pensar a psicomotricidade enquanto possível ferramenta para uma prática psicopedagógica...

    1237  Palavras | 5  Páginas

  • A psicopedagogia e as relações familiares

    demonstrarão exatamente como proceder em recuperar a vontade de aprender do indivíduo. Nas palavras de Alicia Fernandéz: “Quando você não souber mais o que fazer com seu paciente, há algo nele que você desconhece”. REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA FERNANDEZ, A. Os idiomas do aprendente: análise de modalidades ensinantes em famílias, escolas e meios de comunicação. Porto alegre: Artmed Editora; 2001. ----------------------- Trabalho realizado como exigência parcial para obtenção de nota na...

    657  Palavras | 3  Páginas

  • psicanalise e educação

    pelo inconsciente, que nesse momento de aprender ou não aprender responde às informações libidinadas (negação, omissão, recusa, rejeição, etc.) percebidas nas primeiras relações maternas ou, mais especificamente na fase da construção do ego (COSTA, 2001). Segundo Freud, a formação psíquica do sujeito é realizada na infância, por meio de experiências narcísicas (amor a si próprio) e edípicas (rivalidade). A aprendizagem escolar depende de como o aprendiz passou por essas experiências, já supracitadas...

    1465  Palavras | 6  Páginas

  • A Psicomotricidade para Psicopedagogia

    essa demanda em conjunto com o Psicomotricista quando possível. Nesse sentido a citação Fernández (2001, p.145) faz-se propicia: “A aprendizagem dramatiza-se no corpo a partir da experiência de prazer pela autoria. Sendo a autoria objeto de toda intervenção psicopedagógica e sendo a psicomotricidade a que se ocupa do saber sobre o corpo e seus modos de valer-se, vamos vendo outros laços fraternais” (Alicia Fernández). Por fim as semelhanças entre as duas ciência é evidente, pois ambas tem uma visão...

    609  Palavras | 3  Páginas

  • Avaliação da aprendizagem da pessoa com NEEs

    algum tipo de deficiência, ou seja, a deficiência não é o fator determinante em alguns casos. O importante é lembrar que em ambos os casos os alunos necessitam de recursos ou adaptações especiais no processo ensino/aprendizagem. A esse respeito, Fernández (1991) considera que: [...] a deficiência intelectual não implica necessariamente problema de aprendizagem, ainda que possa ser um condicionante, dependendo de como a família (signifique) o dano intelectual. Aceitando e querendo ao deficiente...

    971  Palavras | 4  Páginas

  • Psicologias

    teóricos, mas também a afetividade dos alunos, pois quando a criança aprende a lidar com as diferentes emoções aprenderá a superar as diferentes dificuldades que enfrentará durante o percurso não só escolar, mas também na vida profissional e social (FERNANDÉZ, 2001 e INOUE, 1999). A aprendizagem diz respeito às mudanças permanentes de comportamento provocadas pela experiência, cujo principal objeto é a aquisição de alguma habilidade ou competência. Em si tratando de termos sensoriais, a aprendizagem envolve...

    3527  Palavras | 15  Páginas

  • A PSICOPEDAGOGIA FRENTE AO PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTE, NO ÂMBITO DA EPISTEMOLOGIA GENÉTICA, DA PSICANÁLISE E DA NEUROPSICOLOGIA

    perguntar e questionar, por considerar o conhecimento perigoso. [Alicia Fernández] p.14 DESENVOLVIMENTO A concepção de aprendizagem por um lado nos permite, e por outro nos leva a nos relacionarmos cada vez mais com os aspectos sadios de cada um, mais do que com a enfermidade. Ensinar está mais perto de prevenir que de curar, e prevenir tem mais a ver com ampliar saúde do que com deter ou atacar a enfermidade, assim cita Alicia Fernández em sua obra “A Inteligência Aprisionada Abordagem psicopedagógica...

    2858  Palavras | 12  Páginas

  • INTRODU O

    teóricos, mas também a afetividade dos alunos, pois quando o mesmo aprende a lidar com as diferentes emoções aprenderá a superar as diferentes dificuldades que enfrentará durante o percurso não só escolar, mas também na vida profissional e social (FERNANDÉZ, 2001 e INOUE, 1999). A partir disso, não podemos deixar de ressaltar a importância da participação dos pais na vida de seus filhos, não somente no acompanhamento escolar, mas nos diversos ambientes em que estão inseridos, pois os mesmos têm influências...

    895  Palavras | 4  Páginas

  • A IMPORT NCIA DA AFETIVIDADE EM RELA O PROFESSOR

    relacionamentos e consequentemente promotora do sucesso de aprendizagem, pois possibilita a interação de uma criança com outra, e a cooperação se torna importante na educação infantil, onde o educador e aluno são polos que devem andar juntos (DEVAL 2001). AFETIVIDADE X APRENDIZAGEM  A afetividade acompanha o ser humano por toda vida, ela é responsável pela intensidade do ensino aprendizado dentro da educação, auxilia na formação cognitiva e intelectual;  A aprendizagem pode ocorrer de maneira...

    808  Palavras | 4  Páginas

  • Problema de aprendizagem

    necessitamos primeiramente compreender o que é aprendizagem e como ela se processa no olhar psicopedagógico. Há na literatura vários modos de conceituar aprendizagem, muitos autores preocupam em definir o tema na visão psicopedagógica. Alicia Fernández (2001) relata que todo sujeito tem sua modalidade de aprendizagem e os seus meios para construir o próprio conhecimento, e isso significa uma maneira muito pessoal para se dirigir e construir o saber. Já Piaget (1976) busca subsídios na linha cognitivista...

    1406  Palavras | 6  Páginas

  • Psicopedagogia escolar

    BARBOSA, 2001, p.31 ). Pensar em Psicopedagogia como um olhar articulado e sem barreiras na ação institucional é falar de um exercício Psicopedagógico que se constrói no processo, buscando-se caminhos para superar desafios, como parte da aprendizagem do grupo. É analisar um processo que inclui questões metodológicas relacionais e socioculturais , englobando o ponto de vista de quem ensina e de quem aprende, abrangendo a participação da família e da sociedade. Alícia Fernández, adverte...

    795  Palavras | 4  Páginas

  • RELAÇAO ENTRE PROFESSOR E ALUNO

    não basta o professor limitar-se a transmitir informações e conteúdos, ensinar vai muito, além disso. O professor precisa querer mais do que apenas ensinar, ele precisa incluir o aprimoramento do aluno como pessoa humana á sua função de educar (FERNANDEZ, 2001). Se a autoestima do aluno e a confiança que ele tem em sua capacidade de lidar com desafios básicos da vida, um deles consiste no relacionamento com os outros seres humanos. .O prof essor desenvolve um trabalho importante junto aos seus alunos...

    1475  Palavras | 6  Páginas

  • A importância do psicopedagogo na instituição escolar

    Psicopedagogia no Brasil: contribuições a partir da prática. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 1994. * COELHO, Maria Teresa. Problemas de Aprendizagem. Editora Ática, 1999. * FERNÁNDEZ, Alicia. Os Idiomas do Aprendente: Análise de modalidades ensinantes em famílias, escolas e meios de comunicação. Porto Alegre: Artmed, 2001. * POLITY. Pensando as dificuldades de aprendizagem à luz das relações. * ALVES, Maria Dolores Fortes; BOSSA, Nádia. Psicopedagogia: em busca do sujeito autor. Disponível...

    545  Palavras | 3  Páginas

  • UMA VISÃO PSICOPEDAGÓGICA DO PROCESSO ENSINO APRENDIZAGEM

    aprendizagem. Fernández (1994), aponta a relação mãe-bebê como o início da inclusão da criança em uma cultura, quando a mãe põe, em um primeiro momento, significado aos sons do bebê, denominando palavras e pensamentos a essas manifestações. Esta primeira interpretação necessária e sadia da mãe foi chamada, por Piera Aulagnier, de “violência primária”, permitindo assim: “...a partir das necessidades orgânicas, as demandas que, em uma dialética com o desejo da mãe, darão lugar às palavras”. (Fernández, 1994) ...

    2178  Palavras | 9  Páginas

  • Trbalho edcativo

    da prática Psicopedagógica no Brasil sofreu grande influência das idéias desenvolvidas na Argentina;  O corpo teórico que constitui a fundamentação da psicopedagogia no Brasil é formado por grandes nomes argentinos: Sara Paín,Jorge Visca, Alícia Fernandez e outros;  A Psicopedagogia nasceu na Europa,no século XIX;  A prática psicopedagógica desenvolveu-se na França que, influenciou a prática Argentina, que por sua vez, influenciou a prática Brasileira;  George Mauco foi o fundador do...

    1024  Palavras | 5  Páginas

  • afetividade como fator essencial no processo de aprendizagem

    aprender, ser estimulado para aprender, o professor deve estar ao seu lado apoiando, incentivando, demonstrando segurança e o conhecimento do que ensina e o prazer em ensinar. É necessário uma estrutura de ensino que leve a aprendizagem. Segundo Fernandez, Alícia (1991-p. 48). “A aprendizagem é um processo cuja matriz é vincular e lúdica e sua raiz corporal seu desdobramento criativo põe-se em jogo por meio da articulação, inteligência, desejo e do equilíbrio assimilação- acomodação”. Por isso, a afetividade...

    1183  Palavras | 5  Páginas

  • Teorias psicopedagógicas

    estudos, principalmente dos escritos de Alícia Fernández, que: “ser ensinante significa abrir um espaço para aprender. Espaço objetivo e subjetivo em que se realizam dois trabalhos simultâneos: a construção de conhecimentos e a construção de si mesmo, como sujeito criativo e pensante”. (FERNÁNDEZ, 2001, p.30). Portanto, ensinar e aprender são processos interligados. Não podemos pensar em um, sem estar em relação ao outro. Ainda segundo Fernandez (2001, p.29), “entre o ensinante e o aprendente...

    3226  Palavras | 13  Páginas

  • Fundamentos da psicopedagogia

    relacionamento interpessoal, o espaço, o papel da instituição. Ou seja, o psicopedagogo deve estar atento ao cotidiano e ao mundo que cerca o aluno, para poder propor intervenções que estabeleça sentido do que se aprende em sala de aula. Conforme afirma Alicia Fernández ( 1991), todo sujeito tem a sua modalidade de aprendizagem, ou seja, meios, condições e limites para conhecer. Após assistir ao filme “Uma mente brilhante “ , percebemos a trajetória e os desafios vividos por John Nash, desde sua chegada...

    2972  Palavras | 12  Páginas

  • Fracasso escolar

    V- Os Idiomas do Aprendente Alicia Fernández, 2001 5.1-FRACASSO ESCOLAR O fracasso escolar aparece hoje entre os problemas do nosso sistema educacional. Porém, o que ocorre muitas vezes é a busca pelos culpados e a partir daí percebe-se um jogo onde ora se culpa a criança, ora a família, ora uma determinada classe social, ora todo o sistema econômico, político e social. Inicialmente, a autora destaca a função da psicopedagogia adaptativa que é facilitar o desenvolvimento das funções cognitivas...

    650  Palavras | 3  Páginas

  • Inteligencia emocional

    aprendizagem, agressividade com os colegas e professores e não obedecia a qualquer tipo de autoridade. O aluno vivia com o seu pai e a sua madrasta, a mãe abandonou a família quando ele ainda era pequeno, e não voltou a procurá-lo. Segundo Alicia Fernandez, acredita-se que o abandono da mãe numa idade tão tenra, fez com que se tornasse numa criança agressiva, sem demonstrações de afecto por ninguém, apenas pelo seu cão, que parecia ser a sua única companhia. Esta tese foi comprovada pela autora...

    2174  Palavras | 9  Páginas

  • 012965591260

    A aprendizagem sob véus Palmyra Medeiros Araújo Ensinar não é transmitir informações, nem recitar conteúdos. Ensinar tampouco é mostrar-se conhecedor, permanecendo, exibicionisticamente alheio ao aprendente. (FERNANDEZ, 2001) A dinâmica pedagógica da sala de aula é muito importante para o processo de ensino e aprendizagem. Nesse sentido, gostaria de ressaltar algumas questões que no meu entender, tornam-se geradoras de problemas que merecem ser discutidos em favor de que chegue a...

    2573  Palavras | 11  Páginas

  • Aspectos que interfere no aprendizado

    aprendizagem é extremamente complexa, tendo início no momento do nascimento e acompanhando o ser humano durante toda sua vida. Existem vários fatores que envolvem o ensino/aprendizagem, como os aspectos neurológicos e emocionais. De acordo com Fernandez ( 2001, p.33). Fracasso escolar afeta o aprender do sujeito em suas manifestações sem chegar a aprisionar a inteligência: muitas vezes surge do choque entre o aprendente e a instituição educativa que funciona de forma segregadora. “Para entendê-lo...

    1376  Palavras | 6  Páginas

  • Multirrepetência nos anos iniciais

    a criança com problemas de aprendizagem passou a não ser mais considerada como “anormal”, e sim como uma criança que apresenta dificuldades de aprendizagem, que pode ter como conseqüência vários fatores. Em relação ao Fracasso Escolar, Fernandez (2001, p.89) afirma que “a criança não tem problema de aprendizagem, mas eu, como docente, tenho um problema de ensinagem com ela”. Tal perspectiva revela que a questão do fracasso escolar pode estar ligada a fatores intra-escolares, como a política...

    3835  Palavras | 16  Páginas

  • Curso Introdu O A Psicopedagogia

    sendo os problemas desse processo (de aprendizagem) a causa e a razão da psicopedagogia. Para os Argentinos também a aprendizagem preocupa, ou seja, “ a aprendizagem com seus problemas” constitui-se no pilar-base da psicopedagogia. São eles: Alícia Fernandez, Sara Pain, Jorge Visca, Mariana Muller. Então, o que é a Psicopedagogia? Para SISTO (1996) é uma área de estudos que trata da aprendizagem escolar, quer seja no curso normal ou nas dificuldades. CAMPOS (1996), considera que os problemas de aprendizagem...

    24315  Palavras | 98  Páginas

  • Projeto Pós - Psicopedagogia

    assumirá em sua vida adulta. O objetivo do trabalho psicopedagógico é de, justamente, “ajudar a recuperar o prazer perdido de aprender e a autonomia do exercício da inteligência, e que esta conquista vem de mãos dadas como o prazer de jogar” (FERNANDEZ, 1990, P.167) 5 METODOLOGIA A metodologia a ser adotada para concretização desse estudo consistirá na observação, análise documental, pesquisa e revisão bibliográfica, bem como pesquisa de campo, tendo em vista que serão realizados questionamentos...

    1116  Palavras | 5  Páginas

  • Psicopedagogia e a Educação Especial

    2000-jul.2001. BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Ministério da Educação e Cultura: Brasília, 1996. CAETANO, L. M. Relação Escola e Família: Uma proposta de parceria. Instituto de Psicologia/Universidade de São Paulo-USP, 2002. Fagali, Eloisa Quadros_psicopedagogia intitucional aplicada: aprendizagem escolar dinâmica e construção na sala de aula\Eloisa Quadros Fagali e Zélia Del Rio do Vale. Ilustrações de Francisco Forlenza’ 9 ed. Petrópolis, RJ; Vozes, 2008. FERNANDEZ, Alicia...

    12337  Palavras | 50  Páginas

  • as vantagens da utilização de software em sala de aula

    criação, quanto nos softwares fechados. As informações podem ser relacionadas, como na vida real, sem haver etapas estanques, de uma forma lúdica. As propostas não são compartimentalizadas. “O desejar é o terreno onde se nutre a aprendizagem” (FERNÁNDEZ, 2001). CONCLUSÃO Portanto, para inserir algum tipo de software educacional nas escolas, primeiramente deve-se capacitar os educadores, para que eles possam usar de forma adequada em suas aulas e assim melhorar o desempenho de aprendizagem do aluno...

    1381  Palavras | 6  Páginas

  • jogos tecnologico na educação

    (VASCONCELOS, 1998). A psicopedagogia, ao definir seu campo e objeto de estudo como a busca de melhores soluções para os problemas de aprendizagem, encontra na informática um riquíssimo instrumental de trabalho, (assim pensa OLIVEIRA, 1999) . Segundo Fernández (2001) o computador na interdisciplinaridade, tão valorizada, pode ser desenvolvida e trabalhada tanto nos projetos de criação, quanto nos softwares fechados. As informações podem ser relacionadas, como na vida real, sem haver etapas estanques, de uma...

    6430  Palavras | 26  Páginas

  • Diagnóstico e Intervenção Psicopedagógica na Instituição: Um olhar de Aprendente.

    será a minha ação para a resolução. Toda estrutura deve ser avaliada para entender a causa e efeito, desde a estrutura/Corpo dos recursos materiais por exemplo, passando pela gestão até a ideologia e clima social no tocante a ser observado. Para Fernandez (1990) “o diagnóstico para o terapeuta deve ter a mesma função da rede para o equilibrista”. Para o psicopedagogo não é diferente, o mínimo que se espera de um diagnóstico psicopedagógico é identificar os entraves e as oportunidades que desviam o...

    2937  Palavras | 12  Páginas

  • A CRIANÇA ABRIGADA E SEUS DESAFIOS DE CONSTRUÇÃO DO SER E DO CONHECIMENTO

    cultura, o que pode constituir um fator importante dentro do quadro da dificuldade de aprendizagem da criança. A visão integrada do aprendiz e o respeito às diferenças: modalidades de aprendizagem, diferentes estilos cognitivo-afetivos Para Fernandez (2001, p.84) fala, em sua teoria, sobre as modalidades de aprendizagem em que reconhece uma forma singular de aprender de cada indivíduo, como uma matriz de ação que está em constante reconstrução. A autora refere-se às modalidades de aprendizagem,...

    11849  Palavras | 48  Páginas

  • Psicopedagogia

    Macedo a “Psicopedagogia é uma (nova) área de atuação profissional que tem, ou melhor, busca uma identidade e que requer uma formação de nível interdisciplinar (o que já é sugerido no próprio termo psicopedagogia)” (1992 p.VIII). Segundo Alícia Fernández, a graduação em Psicopedagogia surgiu a mais de trinta anos na Argentina, sendo quase tão antiga quanto a Psicologia, criada na Universidade de Buenos Aires. Na prática a função de Psicopedagogo já acontecia com profissionais com outras formações...

    15927  Palavras | 64  Páginas

  • Fundamentos da psicopedagogia

    Movimento da prática Psicopedagógica no Brasil sofreu grande influência das idéias desenvolvidas na Argentina; O corpo teórico que constitui a fundamentação da psicopedagogia no Brasil é formado por grandes nomes argentinos: Sara Paín,Jorge Visca, Alícia Fernandez e outros; A Psicopedagogia nasceu na Europa,no século XIX; RESGATE HISTÓRICO A prática psicopedagógica desenvolveu-se na França que, influenciou a prática Argentina, que por sua vez, influenciou a prática Brasileira; George Mauco foi o fundador...

    1546  Palavras | 7  Páginas

  • paper

    2000. CURY, Augusto. Pais Brilhantes, Professores Fascinantes. São Paulo, SP: Ed. Sextante, 2003. DIMENSTEIN, Gilberto. O Cidadão de Papel. A infância, a adolescência e os direitos humanos no Brasil. 3º ed. São Paulo, SP: Ed. Ática, 1993. FERNANDÉZ, Alicia. A inteligência aprisionada. Porto Alegre, RS. Artes Médicas, 1991. FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo, SP: Paz e Terra,1996. GOLEMAN, Daniel. Inteligência emocional. Rio de Janeiro, RJ...

    799  Palavras | 4  Páginas

tracking img