• Imputabilidade penal dos psicopatas à luz do código penal Brasileiro
    DOI: 10.5433/1679-0383.2012v33n2p203 Imputabilidade penal dos psicopatas à luz do código penal Brasileiro Criminal responsibility of psychophats in the light of the brazilian penal code Juliana Atanai Gonçalves Moura1; Fernanda Eloise Schmidt Ferreira Feguri2 Resumo Justifica-se a escolha do...
    8345 Palavras 34 Páginas
  • transtornos mentais
    O PSICOPATA E O DIREITO PENAL BRASILEIRO QUAL A SANÇÃO PENAL ADEQUADA? A psicopatia é tema que desafia há tempos as ciências criminais e a própria Justiça. Primeiramente ante a controvérsia sobre o que seja a psicopatia, ou seja, doença metal, doença moral ou transtorno de personalidade. Ademais...
    3700 Palavras 15 Páginas
  • A SEMI-IMPUTABILIDADE DOS PSICOPATAS
    A SEMI-IMPUTABILIDADE DOS PSICOPATAS Isabela Mariana Vieira Ribeiro1 Sumário: 1 Introdução; 2 Conceito de psicopatia; 2.1Características dos psicopatas; 3 Análise da psicopatia na criminalidade; 3.1 Casos famosos de crimes cometidos por indivíduos com características de um psicopata; 4 A culpabilidade...
    7182 Palavras 29 Páginas
  • O tratamento dispensado ao criminoso psicopata pela legislação penal brasileirao tratamento dispensado ao criminoso psicopata pela legislacao penal brasileira
    O tratamento dispensado ao criminoso psicopata pela legislação penal brasileira RESUMO Os psicopatas convivem entre nós há tempos, cometendo os crimes mais bárbaros e inimagináveis. Diante da facilidade de manipular as pessoas e a realidade, atrai suas vítimas e conquista-lhes a confiança, para...
    6246 Palavras 25 Páginas
  • Psicopatia
    Psicopata no contexto social Sumário: Resumo; Introdução; Caracterização de um psicopata; Os grandes mitos e equívocos da psicopatia; Inimputabilidade do psicopata; Considerações finais; Referências. Resumo - - - - Palavras-chave: Psicopata. Psicopatia. Equívocos. Caracterização. ...
    1721 Palavras 7 Páginas
  • Psicologia
    antissocial que pode ser anulada na perspectiva da psicologia jurídica. 3. Busque analisar, aos olhos da psicologia jurídica, a psicopatia e a imputabilidade. Respostas 1- A esquizofrenia é uma condição psíquica grave que implica na ruptura do individuo com a realidade. É o principal transtorno...
    3093 Palavras 13 Páginas
  • Direito
    O PSICOPATA E O DIREITO PENAL BRASILEIRO QUAL A SANÇÃO PENAL ADEQUADA? A psicopatia é tema que desafia há tempos as ciências criminais e a própria Justiça. Primeiramente ante a controvérsia sobre o que seja a psicopatia, ou seja, doença metal, doença moral ou transtorno de personalidade. Ademais...
    516 Palavras 3 Páginas
  • A MEDIDA DE SEGURANÇA APLICADA AO RÉU PSICOPATA
    RESUMO O comportamento do réu psicopata pode ser definido como um conjunto de causas genéticas, biológicas e sociais, onde não há a plena capacidade e a consciente vontade de suas ações, o que o caracteriza como inimputável; não havendo o que se falar em impunidade. O inimputável não comete crime,...
    6714 Palavras 27 Páginas
  • Psicopatas
     PSICOPATAS HOMICIDAS E AS IMPLICAÇÕES JURÍDICO-PENAIS Por se tratar de crime contra a vida, previsto no art. 121 do Código Penal, o homicídio praticado por psicopatas é julgado pelo Conselho de Sentença, órgão integrante do Tribunal do Júri, cujos veredictos encontram respaldo no conjunto probatório...
    4584 Palavras 19 Páginas
  • Seven - os sete crimes capitais
    não ser identificado até pesquisar a vida do detetive Mills e sua jovem esposa Trace vivida por Gwyneth Paltrow, sua última vítima. John Doe é um psicopata, sua doença não retira sua capacidade de discernir o que está fazendo, tanto que ele consegue fazer tudo sem deixar pistas, tem consciência da ilicitude...
    1494 Palavras 6 Páginas
  • SEVEN OS SETE CRIMES CAPITAIS
    DISCIPLINA DE DIREITO PENAL NO QUE TANGE A IMPUTABILIDADE O presente trabalho objetiva uma análise do filme “Seven – Os sete pecados capitais” sob a égide da imputabilidade. Primeiramente vamos definir o que é IMPUTABILIDADE no Direito Penal: Para falarmos sobre a imputabilidade, necessário de...
    1682 Palavras 7 Páginas
  • Direito penal e a psicopatia
    DEPARTAMENTO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISAS FUNESO / UNESF – UNIDERC MESTRADO EM PSICANÁLISE EM EDUCAÇÃO E SAÚDE         RESPONSABILIDADE PENAL DO PSICOPATA ALUNA: TEREZINHA PEREIRA DE VASCONCELOS           CAMPINA GRANDE 2012   DEPARTAMENTO EM PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISAS FUNESO/UNESF/UNIDERC ...
    6917 Palavras 28 Páginas
  • Psicopatas, uma breve analise
    PSICOPATAS: UMA BREVE ANÁLISE RESUMO: Entre muitos problemas que sociedade brasileira enfrenta, a criminalidade é uma das preocupações mais importantes dentro dos direitos humanos...
    2054 Palavras 9 Páginas
  • O TRATAMENTO PENAL BRASILEIRO DISPENSADO AO CRIMINOSO PSICOPATA
    traçar uma abordagem quanto ao criminoso psicopata, tema atual e emergente, contudo, sem previsão legal ainda. Nessa analise busca-se ainda, prever qual deverá ser o tratamento recomendado ao individuo portador da psicopatia e seu tratamento na legislação penal brasileira. Dentre os criminosos que engrossam...
    10074 Palavras 41 Páginas
  • A psicopatia
    A Psicopatia Ninguém nasce psicopata. Nasce com tendências para a psicopatia. É uma medida, como altura ou peso, que varia para mais ou para menos. A psicopatia atinge cerca de 4% da população mundial, (sendo 3% homens e 1% mulheres) e pode ser reconhecida ainda na infância ou adolescência, em especial...
    4691 Palavras 19 Páginas
  • psicopatia
    CONCEITOS E CARACTERISTICAS PSICOPATA O conceito de psicopatia inicialmente tratava-se como termo geral para a doença mental, vindo a adquirir aspectos de comportamento antissocial. J. ALVES GARCIA os conceitua: Chamamos personalidades psicopáticas a certos indivíduos que, embora apresentem um certo...
    3051 Palavras 13 Páginas
  • O PSICOPATA E A POLÍTICA CRIMINAL
    O PSICOPATA E A POLÍTICA CRIMINAL BRASILEIRA   Fonte: Blog: http://direitocacausilva.blogspot.com.br/ 1.    INTRODUÇÃO Neste trabalho estudaremos o conceito de Psicopata, a forma como são punidos quando do cometimento das infrações penais, bem como qual o tratamento que lhes são aplicados quando...
    14904 Palavras 60 Páginas
  • considerações a cerca do fenômeno dos assassinos em série.
    Grande parte dos casos é tida como uma doença mental, ou seja, classifica esses criminosos como psicopatas, tratando o serial killer como um semi-imputável, enquadrando-o no caput do artigo 26 do Código Penal Brasileiro. Destarte, os serialkillers não fazem uma instituição jurídica permanente, já que...
    10634 Palavras 43 Páginas
  • psicopatas
    objetivo principal discutir os reflexos da lei sobre crimes cometidos pelos psicopatas atualmente, posto que, de acordo com o ordenamento jurídico existem ao menos duas possibilidades distintas: semi-imputabilidade ou imputabilidade para aplicação da pena, sendo que a primeira a aplicação da pena deve ser...
    3530 Palavras 15 Páginas
  • O menor e o ato infracional
    Psicopatas Homicidas e sua Punibilidade no Atual Sistema Penal Brasileiro “ O homem é o único ser capaz de fazer mal a seu semelhante pelo simples prazer de fazê-lo.” (Schopenhauer) RESUMO Visa o presente trabalho a realização de um estudo acerca dos autores de homicídios portadores da psicopatologia...
    11284 Palavras 46 Páginas