Imputabilidade Penal Dos Psicopatas artigos e trabalhos de pesquisa

  • Imputabilidade penal dos psicopatas à luz do código penal Brasileiro

    DOI: 10.5433/1679-0383.2012v33n2p203 Imputabilidade penal dos psicopatas à luz do código penal Brasileiro Criminal responsibility of psychophats in the light of the brazilian penal code Juliana Atanai Gonçalves Moura1; Fernanda Eloise Schmidt Ferreira Feguri2 Resumo Justifica-se a escolha do presente tema, ante a polêmica na doutrina e na jurisprudência, quanto à forma que um psicopata vem sendo tratado perante o artigo 26 § único do Código Penal Brasileiro e, também, explanar o porquê...

    8345  Palavras | 34  Páginas

  • A SEMI-IMPUTABILIDADE DOS PSICOPATAS

    A SEMI-IMPUTABILIDADE DOS PSICOPATAS Isabela Mariana Vieira Ribeiro1 Sumário: 1 Introdução; 2 Conceito de psicopatia; 2.1Características dos psicopatas; 3 Análise da psicopatia na criminalidade; 3.1 Casos famosos de crimes cometidos por indivíduos com características de um psicopata; 4 A culpabilidade do psicopata frente ao ordenamento penal brasileiro; 4.1 Conceito de imputabilidade, inimputabilidade e semi-imputabilidade; 4.2 Da semi-imputabilidade dos psicopatas; 4.2.1 Consequências jurídicas;...

    7182  Palavras | 29  Páginas

  • A psicopatia e a imputabilidade penal

    MARQUES E THAÍS ANDRÉIA PEREIRA A RESPONSABILIDADE PENAL DO PSICOPATA À LUZ DO ORDENAMENTO JURÍDICO-PENAL BRASILEIRO - IMPUTABILIDADE X SEMI-IMPUTABILIDADE Palmas/TO Julho/2014 ALEXS GONÇALVES COELHO, FABIANO GONÇALVES MARQUES E THAÍS ANDRÉIA PEREIRA A RESPONSABILIDADE PENAL DO PSICOPATA À LUZ DO ORDENAMENTO JURÍDICO-PENAL BRASILEIRO - IMPUTABILIDADE X SEMI-IMPUTABILIDADE Artigo científico apresentado em cumprimento às exigências do...

    10105  Palavras | 41  Páginas

  • O tratamento dispensado ao criminoso psicopata pela legislação penal brasileirao tratamento dispensado ao criminoso psicopata pela legislacao penal brasileira

    O tratamento dispensado ao criminoso psicopata pela legislação penal brasileira RESUMO Os psicopatas convivem entre nós há tempos, cometendo os crimes mais bárbaros e inimagináveis. Diante da facilidade de manipular as pessoas e a realidade, atrai suas vítimas e conquista-lhes a confiança, para em seguida causar-lhes imenso sofrimento. É missão dos operadores do Direito Penal repreender estes indivíduos pelos atos de descumprimento do ordenamento jurídico pátrio. Ocorre que tal iniciativa...

    6246  Palavras | 25  Páginas

  • Psicopatas, uma breve analise

    PSICOPATAS: UMA BREVE ANÁLISE RESUMO: Entre muitos problemas que sociedade brasileira enfrenta, a criminalidade é uma das preocupações mais importantes dentro dos direitos humanos no Estado Democrático e Social de Direito. No Brasil, milhões de pessoas morrem sem motivo nenhum aparente, vidas são tiradas como se fossem objetos num total desprezo pelo ser humano. Dentre essas...

    2054  Palavras | 9  Páginas

  • Psicopatas

    trabalho dissertará sobre a psicopatologia, denominada distúrbio da personalidade anti-social a luz do direito penal brasileiro. Um assunto muito interessante e instigante, psicopatas homicidas fazem grande sucesso nos cinemas em filmes de suspense e terro, onde praticam homicídios com alto grau de violência, crueldade e frieza, mas essa é uma realidade, não somente uma ficção, os psicopatas homicidas realmente existem e são verdadeiramente cruéis. As pessoas afetadas por essa perturbação mental praticam...

    8531  Palavras | 35  Páginas

  • Imputabilidade para um psicopata

    Problematização No Brasil, a lei emana da Constituição da Republica Federativa do Brasil, a qual é composta de artigos e parágrafos que descrevem a conduta legal em todos os seus aspectos, dentre os quais está o Direito Penal. Esta sessão aborda os conceitos que embasam a caracterização de um crime e os procedimentos a serem seguidos na punição desses. Ainda nessa sessão são abordados casos onde o crime não é passível de punição, sendo diversos os motivos para tal situação, como a necessidade...

    2902  Palavras | 12  Páginas

  • Psicopatas

     PSICOPATAS HOMICIDAS E AS IMPLICAÇÕES JURÍDICO-PENAIS Por se tratar de crime contra a vida, previsto no art. 121 do Código Penal, o homicídio praticado por psicopatas é julgado pelo Conselho de Sentença, órgão integrante do Tribunal do Júri, cujos veredictos encontram respaldo no conjunto probatório apresentado. A elaboração dos quesitos referentes à inimputabilidade e semi-imputabilidade do agente é feita com base na conclusão do laudo pericial: se este concluir que o indivíduo é imputável...

    4584  Palavras | 19  Páginas

  • Psicopata no contexto social

    Psicopata no contexto social Evelyn Cristina de Oliveira1 Lahís Martins Dalmonte2 Caio Fernando Alves Martins3 Pedro Henrique Moreno Alves4 Orientadora: Profª Me Regina Maria de Souza5 Sumário: Resumo; Introdução; Caracterização de um psicopata; Os grandes mitos e equívocos da psicopatia; Inimputabilidade do psicopata; Conclusão; Referências. Resumo (DESTACANDO OS PONTOS PRINCIPAIS DO TRABALHO) – 4 A 5 LINHAS Os aspectos de maior destaque apresentados ao longo do desenvolvimento deste...

    1774  Palavras | 8  Páginas

  • A MEDIDA DE SEGURANÇA APLICADA AO RÉU PSICOPATA

    RESUMO O comportamento do réu psicopata pode ser definido como um conjunto de causas genéticas, biológicas e sociais, onde não há a plena capacidade e a consciente vontade de suas ações, o que o caracteriza como inimputável; não havendo o que se falar em impunidade. O inimputável não comete crime, mas pode ser sancionado penalmente, aplicando-se lhe medida de segurança, baseada no juízo de periculosidade. PALAVRAS-CHAVE: Inimputabilidade. Medida de Segurança. Psicopata. Réu. Introdução ...

    6714  Palavras | 27  Páginas

  • O TRATAMENTO PENAL BRASILEIRO DISPENSADO AO CRIMINOSO PSICOPATA

    no seio da sociedade. O presente trabalho busca traçar uma abordagem quanto ao criminoso psicopata, tema atual e emergente, contudo, sem previsão legal ainda. Nessa analise busca-se ainda, prever qual deverá ser o tratamento recomendado ao individuo portador da psicopatia e seu tratamento na legislação penal brasileira. Dentre os criminosos que engrossam cada vez mais as estatísticas, há os psicopatas, que são indivíduos que na maioria das vezes são autores de crimes chocantes, e dotados de empatia...

    10074  Palavras | 41  Páginas

  • o psicopata mora ao lado

    PUC DEPARTAMENTO DE DIREITO A RESPONSABILIDADE PENAL DOS PSICOPATAS por ALEXANDRA CARVALHO LOPES DE OLIVEIRA ORIENTADOR: BRENO MELARAGNO COSTA 2012.2 PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO RUA MARQUÊS DE SÃO VICENTE, 225 - CEP 22453-900 RIO DE JANEIRO - BRASIL A RESPONSABILIDADE PENAL DOS PSICOPATAS por ALEXANDRA CARVALHO LOPES DE OLIVEIRA Monografia apresentada ao Departamento de Direito da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) para...

    28513  Palavras | 115  Páginas

  • Direito penal e a psicopatia

    RESPONSABILIDADE PENAL DO PSICOPATA ALUNA: TEREZINHA PEREIRA DE VASCONCELOS           CAMPINA GRANDE 2012   DEPARTAMENTO EM PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISAS FUNESO/UNESF/UNIDERC MESTRADO EM PSICANÁLISE NA EDUCAÇÃO E SAÚDE TEREZINHA PEREIRA DE VASCONCELOS                   DISSERTAÇÃO DE TESE   APRESENTADO AO DEPARTAMENTO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA DA UNIDERC                 CAMPINA GRANDE 2012   SUMÁRIO   1.0 – TÍTULO: RESPONSABILIDADE PENAL DO PSICOPATA……………………………04 ...

    6917  Palavras | 28  Páginas

  • A Responsabilidade Penal do Psicopata no Direito Brasileiro

    UNIVERSIDADE DE FORTALEZA - UNIFOR CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS - CCJ Curso de Direito A RESPONSABILIDADE PENAL DO PSICOPATA NO DIREITO BRASILEIRO Luma Maria Marques Cavalcante Matr.: 0820544-2 Fortaleza - CE Junho, 2013 LUMA MARIA MARQUES CAVALCANTE A RESPONSABILIDADE PENAL DO PSICOPATA NO DIREITO BRASILEIRO Monografia apresentada como exigência parcial para obtenção do grau de Bacharel em Direito...

    15088  Palavras | 61  Páginas

  • Psicopatia E Imputabilidade Penal No Hodierno Sistema Juridico Brasileiro

    1 PSICOPATIA E IMPUTABILIDADE PENAL NO HODIERNO SISTEMA JURÍDICO BRASILEIRO Luan Lincoln Almeida Paulino1 Ivana Nobre Bertolazo2 Resumo: A psicopatia é um assunto que promove muitas controvérsias no Direito Penal quanto à sua punição adequada. O Direito sempre procurou dirimiras controvérsias ligadas a esse problema, utilizando-se dos dados das outras ciências para punir o psicopata devidamente. Cabe à Ciência Jurídica, com auxílio da Psicologia Forense, estabelecer se o psicopata é imputável, semi-imputável...

    9900  Palavras | 40  Páginas

  • O PSICOPATA E A POLÍTICA CRIMINAL

    O PSICOPATA E A POLÍTICA CRIMINAL BRASILEIRA   Fonte: Blog: http://direitocacausilva.blogspot.com.br/ 1.    INTRODUÇÃO Neste trabalho estudaremos o conceito de Psicopata, a forma como são punidos quando do cometimento das infrações penais, bem como qual o tratamento que lhes são aplicados quando do término do cumprimento da pena, a uma ótica da Política Criminal Brasileira. O estudo demonstrará também que, o transtorno ora citado, Psicopatia, não afeta a percepção da realidade dessa pessoa...

    14904  Palavras | 60  Páginas

  • psicopata

    O Psicopata no Sistema Penal Brasileiro: Um estudo do caso Champinha Juliana Pontes Galvão1 RESUMO O presente trabalho traz uma discussão acerca da ausência de amparo legal adequado ao se tratar de crimes cometidos por psicopatas, transtorno esse que não afeta a percepção da realidade, recebendo subsidio do art. 26 do PC, elenca os traços típicos. Traz a relação de imputabilidade, inimputabilidade e semi-imputabilidade. Discorre sobre o caso “Champinha”, fato ocorrido no ano de 2003...

    7157  Palavras | 29  Páginas

  • psicopatas

    erewrAssim o presente trabalho tem por objetivo principal discutir os reflexos da lei sobre crimes cometidos pelos psicopatas atualmente, posto que, de acordo com o ordenamento jurídico existem ao menos duas possibilidades distintas: semi-imputabilidade ou imputabilidade para aplicação da pena, sendo que a primeira a aplicação da pena deve ser reduzida obrigatoriamente e a segunda em casos de culpabilidade diminuída quando o juiz presença de culpabilidade real e o indivíduo necessitar de tratamento...

    3530  Palavras | 15  Páginas

  • 5 PSICOPATOLOGIA E DIREITO PENAL

    Pino Souza ( Org) PSICOPATIA E DIREITO PENAL Do ponto de vista penal, existe o dilema, amplamente discutido, sobre se uma personalidade doente é imputável, especialmente se é de origem psicótica. Mesmo que se trate de uma personalidade doente (exemplos: pessoas sádicas, violadoras, etc.) há tendência para sustentar que há uma punição correspondente, dado que, mesmo doente, a pessoa mantém consciência dos seus atos e pode evitar cometê-los. O psicopata normalmente é irrecuperável quando começa...

    830  Palavras | 4  Páginas

  • inimputabilidade dos psicopatas

    DA PESQUISA 5 4.1 OBJETIVO GERAL 5 4.2 OBJETIVO ESPECÍFICO 5 5 HIPÓTESES 5 6 REFERENCIAL TEÓRICO 6 6.1 Conceituação do psicopata 6 7 METODOLOGIA 9 8 CRONOGRAMA 11 REFERÊNCIAS 12 1 TEMA A imputabilidade ou inimputabilidade dos psicopatas. 1.1 DELIMITAÇÃO DO TEMA Discussão a cerca da imputabilidade ou inimputabilidade penal de pessoas dotadas de psicopatias. 2 PROBLEMATIZAÇÃO Diante os crimes de grande violência até mesmo crimes morais que...

    1895  Palavras | 8  Páginas

  • Psicopatas

    Psicologia Jurídica Professora: Rildésia Veloso Aluna: Gabriella Celeste Queiroga Torres de Oliveira Turma: F Sala: 205 Normalmente, ao ouvirmos a palavra psicopata, pensamos em uma pessoa de caráter cruel, no entanto, esse pensamento é equívoco, pois, nem todos os psicopatas são homicidas ou fisicamente violentos. Para os médicos-psiquiátricos, a psicopatia é definida como uma desordem de personalidade cuja característica principal é a falta de empatia, incapacidade...

    6383  Palavras | 26  Páginas

  • psicopatas homicidas e o direito penal

     CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IZABELA HENDRIX PSICOPATAS HOMICIDAS E SUA PUNIBILIDADE NO ATUAL SISTEMA PENAL BRASILEIRO LUCIANA DE SOUZA AMENO LUCIANA DE SOUZA AMENO PSICOPATAS HOMICIDAS E SUA PUNIBILIDADE NO ATUAL SISTEMA PENAL BRASILEIRO Trabalho de Conclusão de Curso para obtenção do título de Graduação em Direito apresentado ao Centro Universitário...

    12343  Palavras | 50  Páginas

  • A semi imputabilidade sob o enfoque da neurociência cognitiva

    UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ Mackson Leôncio, Michael Neves, Mark Harrys, Antônio Marcos e Emerson de Lima Nascimento. A Semi Imputabilidade Sob o Enfoque da Neurociência Cognitiva Resumo solicitado pelo prof.ªKatianaAmorin Disciplina: Direito Penal II ILHÉUS-BAHIA setembro, 2012 Resumo VASCONCELLOS, Sílvio José Lemos; SILVA, Roberta Salvador; PEREIRA, RossanaAndriola; HAACK, Karla Rafaela; GAUER, Gabriel José Chitó. A semi-imputabilidadesob enfoque da neurociência...

    603  Palavras | 3  Páginas

  • Psicopatia - o crime praticado por psicopata com personalidade passional e a legislação penal vigente

    PSICOPATIA - O CRIME PRATICADO POR PSICOPATA COM PERSONALIDADE PASSIONAL E A LEGISLAÇÃO PENAL VIGENTE Nome Professora Orientadora São Paulo 2009 Resumo O presente trabalho de conclusão de curso objetiva a pesquisa da psicopatia, especialmente abordar o crime praticado por psicopata com personalidade passional, bem como a legislação penal vigente a respeito do assunto. A matéria é tratada na doutrina nacional...

    14293  Palavras | 58  Páginas

  • O Psicopata No Ordenamento Jur Dico Brasileiro

    O Psicopata no Ordenamento Jurídico Brasileiro INTRODUÇÃO O criminoso não é aceito pela sociedade, obviamente pelo fato de ser um transgressor de normas muitas vezes inescrupuloso e que visa somente a satisfação de seus interesses, sem se importarem a forma como vão chegar a seu objetivo. A mente desses indivíduos sempre foi alvo de especulação, afinal, eles nada se diferem das pessoas comuns, cidadãos honestos. As pesquisas sobre o assunto foram se aprimorando com o decorrer do tempo. Antes,...

    2564  Palavras | 11  Páginas

  • psicopata

    INTRODUÇÃO 5 1.CONCEITO DE PSICOPATA 6 2.TIPOS DE PSICOPATAS 8 2.1.CATEGORIAS DISTINTAS 10 3.IMPUTABILIDADE DOS PSICOPATAS 12 4.INDICE DA MALDADE DO DR MICHAEL STONE 15 4.1 ESCALA DO INDICE DA MALDADE 15 5.PESQUISA SOBRE DR ROBERT HARE 17 6.psicopatia Checklist-Revised (PCL-R) 21 CONSIDERAÇÃO FINAL 25 REFERENCIAS BIBLIOGRAFICA 26 Anexo 1 7 Anexo 2 18 Anexo 3 24 INTRODUÇÃO O presente trabalho irá abordar sobre os conceitos de Psicopata a etimologia da palavra e os homens...

    5991  Palavras | 24  Páginas

  • PSICOPATAS

    UNIVERSIDADE ANHANGUERA – UNIDERP FACULDADE DE DIREITO PSICOPATAS \Campo Grande – MS, 07 de outubro de 2014 FABIO SANTANA VALTER JERONIMO MARQUES QUEIROZ PSICOPATAS Trabalho entregue para composição de N1 de Antropologia Jurídica e Psicologia Forense junto ao professor Roberto Fauri. CAMPO GRANDE – MS, 07 de outubro de 2014 SUMÁRIO Conceito...

    7587  Palavras | 31  Páginas

  • TCC PSICOPATAS X MEDIDA DE SEGURANÇA

    OPET TASSIANE ZONATO FERNANDES PSICOPATAS HOMICIDAS: PENA X MEDIDA DE SEGURANÇA CURITIBA 2015 TASSIANE ZONATO FERNANDES PSICOPATAS HOMICIDAS: PENA X MEDIDA DE SEGURANÇA Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) apresentado à Faculdade OPET (FAO) como requisito parcial para a obtenção de grau de Bacharel em Direito. Orientador: Prof. Haroldo Cesar Náter CURITIBA 2015 TASSIANE ZONATO FERNANDES PSICOPATAS HOMICIDAS: PENA X MEDIDA DE SEGURANÇA ...

    19072  Palavras | 77  Páginas

  • PSICOPATOLOGIA FORENSE LIGADA A INIMPUTABILIDADE DO R U LUZ DO DIREITO PENAL

    UNIVERSIDADE DO PLANALTO CATARINENSE DIREITO NOTURNO – 7ª FASE PSICOPATOLOGIA FORENSE LIGADA A INIMPUTABILIDADE DO RÉU À LUZ DO DIREITO PENAL ANA CAROLINE PALMA LAGES – SC 2015 ANA CAROLINE PALMA PSICOPATOLOGIA FORENSE LIGADA A INIMPUTABILIDADE DO RÉU À LUZ DO DIREITO PENAL Pré-projeto de Trabalho de Conclusão de Curso apresentado na Faculdade de Direito da UNIPLAC como requisito básico para a conclusão do Curso de Direito. LAGES- SC 2015 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO...

    2749  Palavras | 11  Páginas

  • Mentes psicopatas

    internacionais, discorrer sobre o recorte relativo à mente psicopata, assim como os pareceres e decisões do ponto de vista jurídico penal. As investigações dos pesquisadores, que serviram ao desenvolvimento da revisão bibliográfica, possibilitaram a proposta de estabelecimento das relações entre a concepção médica – psiquiátrica e o devido tratamento do poder judiciário em relação aos criminosos psicopatas. Segundo Silva (2008) indivíduos psicopatas podem ser violentos e hostis, não se sentem culpados...

    8694  Palavras | 35  Páginas

  • A questão da imputabilidade das doenças mentais

     A QUESTÃO DA IMPUTABILIDADE DAS DOENÇAS MENTAIS SUMÁRIO Resumo---------------------------------------------------------------------- 04 Introdução ------------------------------------------------------------------ 05 Desenvolvimento do Trabalho ----------------------------------------- 06 Conclusão ------------------------------------------------------------------ 18 Referências ----------------------------------------------------------------- 20 ...

    4334  Palavras | 18  Páginas

  • psicopatas

    1.1  Breve Histórico Quando pensamos em psicopatas na história, vem em nossas mentes personagens como Adolf Hitler, Sadam Hussein, ,etc. Todavia, é um completo engano atribuir levianamente a eles a alcunha de psicopatas, por terem sido assassinos frios e lunáticos.A psicopatia abrange muito mais que a imagem sensacionalista que mídias tentam nos impor.Historicamente, o termo “psicopata” foi utilizado para descrever uma série de comportamentos que eram considerados moralmente ragressivos a vida...

    1388  Palavras | 6  Páginas

  • A Inimputabilidade Penal dos doentes mentais

    WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR A Inimputabilidade Penal dos Doentes Mentais The Criminal Incapacity of the Mentally ill Eduardo Marcel Cosmo 1 Erick Wiliian Pertussatto Henrique Otto Benites Mahlmann Osvaldo Henrique dos Santos Batista Resumo: Neste texto analisamos as distintas formas de doenças mentais que trazem por consequência a perda do discernimento do caráter ilícito de seus atos criminosos. Desse modo, expomos as formas de reabilitação social e mental do indivíduo em tratamento...

    2723  Palavras | 11  Páginas

  • maioridade penal

    Desde a época do Império, existe a discussão sobre qual critério usar para estabelecer a imputabilidade penal (capacidade de responder por crimes cometidos), com franca percepção mundo afora de que o critério mais justo é o que considera a idade em conjunto com a capacidade de discernimento do agente sobre o certo e o errado (psicobiológico ou misto). Até a década de 60 ou 70, era possível considerar crianças, ou seja, pessoas em desenvolvimento, ainda sem conhecimento sobre certo e errado, jovens...

    1031  Palavras | 5  Páginas

  • Redução da maioridade Penal

    A REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL Nome completo¹ RESUMO Poucos temas produzem tanta preocupação e comoção social como a violência urbana acomentendo jovens e a redução da maioridade penal, sendo este um problema social, não se resolve legalmente, mas através de políticas públicas que usem a inclusão social dos mais carentes. Palavras-chave: práticas infracionais, menores e violência. INTRODUÇÃO A problemática criada acerca deste respectivo tema gira em torno da responsabilidade a ser atribuída...

    1453  Palavras | 6  Páginas

  • Mente psicopata: Entendendo melhor como eles matam sem culpa

    MENTE PSICOPATA: ENTENDENDO MELHOR COMO ELES MATAM SEM CULPA Mayara Rayssa da Silva LACERDA Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas- FACISA mayara.rayssa@hotmail.com INTRODUÇÃO Nos últimos anos, nosso país tem vivenciado com freqüência a crimes bárbaros nos quais a crueldade se faz presente nestes atos. É como se a vida...

    4523  Palavras | 19  Páginas

  • Panorama criminológico e psicologia criminal: imputabilidade diferenciada dos doentes mentais

    CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO PENAL E PROCESSUAL PENAL FRANCISCO DIAS DE ALENCAR NETO PANORAMA CRIMINOLÓGICO E PSICOLOGIA CRIMINAL: IMPUTABILIDADE DIFERENCIADA DOS DOENTES MENTAIS CUIABÁ/MT 2011 FRANCISCO DIAS DE ALENCAR NETO PANORAMA CRIMINOLÓGICO E PSICOLOGIA CRIMINAL: IMPUTABILIDADE DIFERENCIADA DOS DOENTES MENTAIS Monografia apresentada ao Curso de Especialização em Direito Penal e Processual Penal da Fundação Escola Superior do...

    15862  Palavras | 64  Páginas

  • psicologia do direito penal

    PSICOLOGIA JURIDICA DO DIREITO PENAL TAUBATÉ-SP 2011 Tamiris Aparecida PSICOLOGIA JURIDICA DO DIREITO PENAL Trabalho de Psicologia do professor Carlos Eduardo, apresentado ao departamento de ciências jurídicas da universidade de Taubaté, como parte dos requisitos para constituição da nota semestral. TAUBATÉ-SP 2011 1. PSICOLOGIA DO DIREITO PENAL O Direito Penal é um dos ramos das Ciências Jurídicas...

    1059  Palavras | 5  Páginas

  • A APLICAÇÃO DA MEDIDA DE SEGURANÇA NO DIREITO PENAL BRASILEIRO

    A APLICAÇÃO DA MEDIDA DE SEGURANÇA NO DIREITO PENAL BRASILEIRO A forma pela qual a medida de segurança vem sendo aplicada no sistema brasileiro tem levado à discussões sua constitucionalidade sendo, esta, aplicada aos inimputáveis e aos semi-imputáveis embasando-sena idéia de prevenir a repetição do ato ilícito. 1 INTRODUÇÃO A forma pela qual a medida de segurança, vem sendo aplicada no sistema brasileiro, tem levado à discussões sobre sua constitucionalidade, sendo, esta aplicada aos inimputáveis...

    13106  Palavras | 53  Páginas

  • Pisicologia no Direito Penal

    A Psicologia Jurídica é de grande relevância para o Direito Penal, e outros ramos jurídicos também, tais como, Direito Civil principalmente nas questões de família. No estudo do crime, destacando suas origens e seu desenvolvimento no Brasil, possui o propósito de verificar a necessidade de maior aproximação dessas ciências frente à complexidade e aos problemas sociais e econômicos que são recrudescentes na atualidade. Nesse meio, surge a Ciência da Criminologia para entender o crime como um fenômeno...

    4042  Palavras | 17  Páginas

  • A precariedade da psiquiatria forense no âmbito penal

    FORENSE NO ÂMBITO PENAL BARBACENA 2012 RAFAEL GOMES SILVA GURGEL MEDICINA LEGAL: A PRECARIEDADE DA PSIQUIATRIA FORENSE NO ÂMBITO PENAL Monografia apresentada ao Curso de Graduação em Direito da Universidade Presidente Antônio Carlos – UNIPAC, como requisito parcial para obtenção do título de Bacharel em Direito. Orientador: Prof. Esp. Colimar Dias Braga Júnior BARBACENA 2012 Rafael Gomes Silva Gurgel MEDICINA LEGAL: A PRECARIEDADE DA PSIQUIATRIA FORENSE NO ÂMBITO PENAL Monografia...

    10147  Palavras | 41  Páginas

  • direito penal

    5.5.1 Psicopatas hipertímicos.................................................................................... 31 5.5.2 Psicopatas depressivos .................................................................................... 32 5.5.3 Psicopatas lábeis ............................................................................................. 32 5.5.4 Psicopatas explosivos ...................................................................................... 32 5.5.5 Psicopatas de instintividade...

    17478  Palavras | 70  Páginas

  • MONOGRAFIA .DIMINUIÇÃO DE PENA .SOB O DOMÍNIO DE VIOLÊNTA EMOÇÃO.ARTIGO 121 ´PARAGRAFO PRIMEIRO DO CÓDIGO PENAL BRASILEIRO

    Homicídio Privilegiado Pelo Domínio da Violenta Emoção. A psiquiatria farense pode se deparar com sérias dificuldades, no que diz respeito à fiel interpretação daquilo que seria essa tal de "Violenta Emoção", referido no Art.65 do Código Penal Brasileiro como atenuante da pena. A consideração médico-legal sobre esse tema implica na observação de três quesitos: - O elemento descritivo; - O elemento psicológico; - O elemento valorativo. Primeiramente, o elemento descritivo, que...

    14966  Palavras | 60  Páginas

  • transtornos mentais

    O PSICOPATA E O DIREITO PENAL BRASILEIRO QUAL A SANÇÃO PENAL ADEQUADA? A psicopatia é tema que desafia há tempos as ciências criminais e a própria Justiça. Primeiramente ante a controvérsia sobre o que seja a psicopatia, ou seja, doença metal, doença moral ou transtorno de personalidade. Ademais, a discussão se estende à definição se o psicopata deve ser considerado como imputável semi-imputável ou inimputável, bem como qual seria, por consequência, a sanção penal adequada a esses indivíduos...

    3700  Palavras | 15  Páginas

  • Psicopatia

    Psicopata no contexto social Sumário: Resumo; Introdução; Caracterização de um psicopata; Os grandes mitos e equívocos da psicopatia; Inimputabilidade do psicopata; Considerações finais; Referências. Resumo - - - - Palavras-chave: Psicopata. Psicopatia. Equívocos. Caracterização. 1 Introdução - - - - - - - - 2.1 Caracterização de um psicopata Quem nunca explodiu de raiva por uma determinada situação, nunca agiu sem pensar? Quem nunca dramatizou uma situação ou...

    1721  Palavras | 7  Páginas

  • Psicologia

    tipos de esquizofrenia. 2. O que é transtorno de personalidade? Pesquise um caso de personalidade antissocial que pode ser anulada na perspectiva da psicologia jurídica. 3. Busque analisar, aos olhos da psicologia jurídica, a psicopatia e a imputabilidade. Respostas 1- A esquizofrenia é uma condição psíquica grave que implica na ruptura do individuo com a realidade. É o principal transtorno psicótico e sua etiologia é desconhecida. Os principais sintomas são delírios, alucinações, incoerência...

    3093  Palavras | 13  Páginas

  • Serial Killer

     FUNDAÇÃO EDUCACIONAL NORDESTE MINEIRO INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR INTEGRADO JEAN CHRISTIAN DIAS TAVARES A IMPUTABILIDADE DO ASSASSINO EM SÉRIE NO ORDENAMENTO JURÍDICO BRASILEIRO Teófilo Otoni 2015 JEAN CHRISTIAN DIAS TAVARES A IMPUTABILIDADE DO ASSASSINO EM SÉRIE NO ORDENAMENTO JURÍDICO BRASILEIRO Primeiro Capítulo da Monografia para obtenção do grau de bacharel em Direito apresentado ao Instituto de Ensino Superior Integrado...

    1652  Palavras | 7  Páginas

  • Caderno de Penal Shecaira

    semestre – 2014 TEORIA GERAL DO DIREITO PENAL I FACULDADE DE DIREITO DO LARGO DE SÃO FRANCISCO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO DPM - DEPARTAMENTO DE DIREITO PENAL, MEDICINA FORENSE E CRIMINOLOGIA DPM0111 – PROF. TITULAR SÉRGIO SALOMÃO SHECAIRA *Se você encontrar algum erro neste caderno, por favor, mande um email para erikaeuehara@gmail.com ou uma mensagem no Facebook para "Erika Uehara" LIVROS USADOS: • BITENCOURT, Cezar Roberto. Tratado de Direito Penal – Vol. I (Parte Geral). 17ª ed. São Paulo:...

    11885  Palavras | 48  Páginas

  • - ggfh

    O PSICOPATA E O DIREITO PENAL BRASILEIRO QUAL A SANÇÃO PENAL ADEQUADA? BRAZILIAN CRIMINAL LAW AND THE FIGURE OF THE PSYCOPATH: WHAT IS THE ADEQUATE CRIMINAL SANCTION? Diego de Oliveira Palhares Marcus Vinícius Ribeiro Cunha RESUMO A psicopatia é tema que desafia há tempos as ciências criminais e a própria Justiça. Primeiramente ante a controvérsia sobre o que seja a psicopatia, ou seja, doença metal, doença moral ou transtorno de personalidade. Ademais, a discussão se estende à...

    5394  Palavras | 22  Páginas

  • DIREITO

    FORTALEZA-UNIFOR Centro de Ciências Jurídicas – CCJ Curso de Direito RESPONSABILIDADE PENAL DO PSICOPATA Marcos Antonio de Carvalho Lima 1415689-4 Daniel Amarante Viana Izadora Gomes de Oliveira Fortaleza, CE Novembro,2014 Marcos Antonio de Carvalho Lima Daniel Amarante Viana Izadora Gomes de Oliveira RESPONSABILIDADE JURIDICA DO PSICOPATA TRABALHO APRESENTADO PARA OBTENÇÃO DE NOTA PARA A 2ª ANP DO CURSO DE DIREITO, SOBRE ORIENTAÇAO...

    5401  Palavras | 22  Páginas

  • SEVEN OS SETE CRIMES CAPITAIS

    ENSINAMENTOS OBTIDOS NA DISCIPLINA DE DIREITO PENAL NO QUE TANGE A IMPUTABILIDADE O presente trabalho objetiva uma análise do filme “Seven – Os sete pecados capitais” sob a égide da imputabilidade. Primeiramente vamos definir o que é IMPUTABILIDADE no Direito Penal: Para falarmos sobre a imputabilidade, necessário de faz falarmos da CULPABILIDADE. CULPABILIDADE: é a possibilidade de se considerar alguém culpado pela prática de uma infração penal. Na culpabilidade afere-se apenas se o...

    1682  Palavras | 7  Páginas

  • Seven - os sete crimes capitais

    tudo o que faz é com muito planejamento desde a primeira cena em que retira a pele dos dedos para não ser identificado até pesquisar a vida do detetive Mills e sua jovem esposa Trace vivida por Gwyneth Paltrow, sua última vítima. John Doe é um psicopata, sua doença não retira sua capacidade de discernir o que está fazendo, tanto que ele consegue fazer tudo sem deixar pistas, tem consciência da ilicitude de seus atos, mas não consegue resistir à prática dos mesmos. Sua capacidade mental é reduzida...

    1494  Palavras | 6  Páginas

  • PRÉ projeto

    CULPABILIDADE 6 6.2.1 IMPUTABILIDADE, INIMPUTABILIDADE E SEMI IMPUTABILIDADE 7 7 PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS 8 8 CRONOGRAMA 8 REFERÊNCIAS 8 A PSICOPATIA: PENA X MEDIDA DE SEGURANÇA 1 LINHA DE PESQUISA Regulação e Estado solidário. 2 TEMA A psicopatia. 2.1 DELIMITAÇÃO DO TEMA A psicopatia: pena X medida de segurança. 3 PROBLEMA/HIPÓTESE Qual a melhor forma de punição para os psicopatas homicidas no direito penal brasileiro, e como se...

    1932  Palavras | 8  Páginas

  • psicopatia

    CONCEITOS E CARACTERISTICAS PSICOPATA O conceito de psicopatia inicialmente tratava-se como termo geral para a doença mental, vindo a adquirir aspectos de comportamento antissocial. J. ALVES GARCIA os conceitua: Chamamos personalidades psicopáticas a certos indivíduos que, embora apresentem um certo padrão intelectual, algumas vezes até elevados, exibem através de sua vida distúrbios da conduta, de natureza anti-social ou que colidem com as normas éticas, e que não são influenciáveis pelas medidas...

    3051  Palavras | 13  Páginas

  • A psicopatia

    A Psicopatia Ninguém nasce psicopata. Nasce com tendências para a psicopatia. É uma medida, como altura ou peso, que varia para mais ou para menos. A psicopatia atinge cerca de 4% da população mundial, (sendo 3% homens e 1% mulheres) e pode ser reconhecida ainda na infância ou adolescência, em especial, antes dos 15 anos de idade, que é quando as características mais comuns dessa fase se tornam mais evidentes. Esse transtorno, que continua por toda a vida adulta, é muito mais frequente nos homens...

    4691  Palavras | 19  Páginas

  • considerações a cerca do fenômeno dos assassinos em série.

    tida como uma doença mental, ou seja, classifica esses criminosos como psicopatas, tratando o serial killer como um semi-imputável, enquadrando-o no caput do artigo 26 do Código Penal Brasileiro. Destarte, os serialkillers não fazem uma instituição jurídica permanente, já que depende de cada caso concreto, elaborada com uma análise profunda e real do perfil do criminoso em questão, podendo ser à ele imputado ou não a sanção penal pela conduta criminosa praticada. O estudo analisou além de tudo,...

    10634  Palavras | 43  Páginas

  • O menor e o ato infracional

    Psicopatas Homicidas e sua Punibilidade no Atual Sistema Penal Brasileiro “ O homem é o único ser capaz de fazer mal a seu semelhante pelo simples prazer de fazê-lo.” (Schopenhauer) RESUMO Visa o presente trabalho a realização de um estudo acerca dos autores de homicídios portadores da psicopatologia denominada distúrbio de personalidade anti-social , também conhecida como psicopatia , e sua punibilidade no atual sistema penal brasileiro. Assim, pretende-se realizar uma análise da...

    11284  Palavras | 46  Páginas

  • trabalho de psicologia serial killer

    impacto dela quanto a responsabilidade penal. As três correntes são: doença mental, doença moral ou transtorno de personalidade. A primeira corrente, considerada mais conservadora, entende a psicopatia como uma doença mental, sendo que, etimologicamente, psicopatia significa doença da mente. Entretanto, parte expressiva dos profissionais da área da psiquiatria forense critica esse entendimento, pois consideram que a parte cognitiva dos indivíduos psicopatas se encontra preservada, íntegra, tendo...

    1166  Palavras | 5  Páginas

  • Projeto Monografico sobre Psicopatia

    O presente projeto monográfico tem como tema “A imputabilidade Penal do Psicopata à Luz do Código Penal Brasileiro”. O estudo aqui abordado diz respeito a figura do psicopata na sociedade e a resposta dada pelo Direito Penal Brasileiro no que diz respeito a imputabilidade destes. Será feito um estudo aprofundado sobre este tema, para verificar e demonstrar medidas eficazes que facilitariam o tratamento destes indivíduos no âmbito jurídico-penal, assim como demonstrar a necessidade de aliar o Direito...

    3302  Palavras | 14  Páginas

  • Pisicopatas cr

    DAYANNY MENDES LAYSA AINOÃ SILVA CARVALHO THAÍZA LORENA ALBUQUERQUE SOARES THALES TORRES LOPES CRIMINOLOGIA E OS PSICOPATAS MACAPÁ-AP 2011 BRENA MENEZES WANZELER EDIANE CRISTINE SAMPAIO COSTA ERIK DE SOUZA FARIAS GABRIEL BOTELHO SALOMÃO JÉSSICA DAYANNY MENDES LAYSA AINOÃ SILVA CARVALHO THAÍZA LORENA ALBUQUERQUE SOARES THALES TORRES LOPES CRIMINOLOGIA E OS PSICOPATAS Trabalho apresentado como requisito avaliativo à disciplina Criminologia, 6º semestre do Curso de Direito, Turma...

    3819  Palavras | 16  Páginas

tracking img