• A SEMI-IMPUTABILIDADE DOS PSICOPATAS
    culpabilidade do psicopata frente ao ordenamento penal brasileiro; 4.1 Conceito de imputabilidade, inimputabilidade e semi-imputabilidade; 4.2 Da semi-imputabilidade dos psicopatas; 4.2.1 Consequências jurídicas; 5 Conclusão. Referências...
    7182 Palavras 29 Páginas
  • transtornos mentais
    ? Apresentados, ainda que sucintamente, os conceitos de psicopatia e de imputabilidade penal, questiona-se: o psicopata, ao cometer infrações penais, deve ser considerado pela ciência criminal (com o indispensável auxílio das ciências ligadas às áreas da saúde) como imputável, semi-imputável ou...
    3700 Palavras 15 Páginas
  • Psicopatia
    que acercam a psicologia forense é a imputabilidade do psicopata. Segundo o entendimento da mestre em direito penal Michele O. de Abreu acerca da inimputabilidade: “[...] somente é considerado inimputável quem, por doença mental ou desenvolvimento mental incompleto ou retardado não possuir, no...
    1721 Palavras 7 Páginas
  • Imputabilidade penal dos psicopatas à luz do código penal Brasileiro
    DOI: 10.5433/1679-0383.2012v33n2p203 Imputabilidade penal dos psicopatas à luz do código penal Brasileiro Criminal responsibility of psychophats in the light of the brazilian penal code Juliana Atanai Gonçalves Moura1; Fernanda Eloise Schmidt Ferreira Feguri2 Resumo Justifica-se a escolha...
    8345 Palavras 34 Páginas
  • O tratamento dispensado ao criminoso psicopata pela legislação penal brasileirao tratamento dispensado ao criminoso psicopata pela legislacao penal brasileira
    O tratamento dispensado ao criminoso psicopata pela legislação penal brasileira RESUMO Os psicopatas convivem entre nós há tempos, cometendo os crimes mais bárbaros e inimagináveis. Diante da facilidade de manipular as pessoas e a realidade, atrai suas vítimas e conquista-lhes a confiança...
    6246 Palavras 25 Páginas
  • Direito
    deferimento de benefícios durante a execução penal. Imputabilidade penal dos psicopatas à luz do código penal Brasileiro Justifica-se a escolha do presente tema, ante a polêmica na doutrina e na jurisprudência, quanto à forma que um psicopata vem sendo tratado perante o artigo 26 § único do Código...
    516 Palavras 3 Páginas
  • A MEDIDA DE SEGURANÇA APLICADA AO RÉU PSICOPATA
    : [...] Embora a nossa Constituição estabeleça que todos são iguais perante a lei, ao se tratar de um réu psicopata resta evidente que o tratamento deve ser diferenciado no que concerne a aplicação da sanção penal cabível ao caso. Considerando se tratar de um portador de transtorno mental e que no...
    6714 Palavras 27 Páginas
  • SEVEN OS SETE CRIMES CAPITAIS
    ANDRÉA APARECIDA DE LIMA RA A1701G6 VISTA DO FILME: SEVEN – OS SETE CRIMES CAPITAIS MEDIANTE OS ENSINAMENTOS OBTIDOS NA DISCIPLINA DE DIREITO PENAL NO QUE TANGE A IMPUTABILIDADE O presente trabalho objetiva uma análise do filme “Seven – Os sete pecados capitais” sob a égide da...
    1682 Palavras 7 Páginas
  • Psicopatas, uma breve analise
    o individuo envelhece. 2.1 Imputabilidade Para entender as medidas que devem ser tomadas com esses doentes mentais, primeiro vamos entender melhor o conceito culpabilidade e imputabilidade, que são necessárias dentro do Direito Penal e da política de direitos humanos prestigiada pelo Brasil...
    2054 Palavras 9 Páginas
  • Seven - os sete crimes capitais
    ). “Quanto à imputabilidade penal dos assassinos seriais, a regra é a mesma. Sendo indivíduo normal, a imputabilidade; se for fronteiriço, a semiimputabilidade; se doente mental, a inimputabilidade” (PALOMBA, 2003, p. 526). Entretanto fica-se ressaltado que a ressocialização destes psicopatas assassinos...
    1494 Palavras 6 Páginas
  • considerações a cerca do fenômeno dos assassinos em série.
    solução imediata. Grande parte dos casos é tida como uma doença mental, ou seja, classifica esses criminosos como psicopatas, tratando o serial killer como um semi-imputável, enquadrando-o no caput do artigo 26 do Código Penal Brasileiro. Destarte, os serialkillers não fazem uma instituição jurídica...
    10634 Palavras 43 Páginas
  • Direito penal e a psicopatia
    DEPARTAMENTO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISAS FUNESO / UNESF – UNIDERC MESTRADO EM PSICANÁLISE EM EDUCAÇÃO E SAÚDE         RESPONSABILIDADE PENAL DO PSICOPATA ALUNA: TEREZINHA PEREIRA DE VASCONCELOS           CAMPINA GRANDE 2012   DEPARTAMENTO EM PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISAS FUNESO/UNESF...
    6917 Palavras 28 Páginas
  • Psicopatas
     PSICOPATAS HOMICIDAS E AS IMPLICAÇÕES JURÍDICO-PENAIS Por se tratar de crime contra a vida, previsto no art. 121 do Código Penal, o homicídio praticado por psicopatas é julgado pelo Conselho de Sentença, órgão integrante do Tribunal do Júri, cujos veredictos encontram respaldo no conjunto...
    4584 Palavras 19 Páginas
  • o psicopta e os reflexos na aplicação da pena
    características. Assim o presente trabalho tem por objetivo principal discutir os reflexos da lei sobre crimes cometidos pelos psicopatas atualmente, posto que, de acordo com o ordenamento jurídico existem ao menos duas possibilidades distintas: semi-imputabilidade ou imputabilidade para aplicação...
    4909 Palavras 20 Páginas
  • A Responsabilidade Penal do Psicopata no Direito Brasileiro
    ................................................................................................................31 3.3 A Imputabilidade, Inimputabilidade e a Semi-imputabilidade .........................................32 3.4 Das Medidas de Segurança ...............................................................................................35 3.5 Sanções Penais a serem cumpridas pelos psicopatas...
    15088 Palavras 61 Páginas
  • Pisicopatas cr
    uma pessoa como psicopata, cabendo avaliar todo o seu histórico de vida para assim concluir-se a manifestação da psicopatia. Diante desta predominância de entendimento médico, o Direito Penal brasileiro vem aplicando aos casos em que o réu é considerado como psicopata a semi-imputabilidade, prevista...
    3819 Palavras 16 Páginas
  • psicopatologia
    .....................................................................................24 2. Responsabilidade e Imputabilidade ..............................................................26 2.1. Conceito de Responsabilidade Penal .....................................................26 2.2. Conceito de Imputabilidade Penal...
    22679 Palavras 91 Páginas
  • Psicopatia
    ; e examinando-se as características ou aspectos do crime, chega-se a um conceito, também formal, mas analítico da infração penal. (MIRABETE 2001, p. 94) 1. HISTORIA. Bem antes da cultura grega, já existiram os primeiros sintomas de anomalia psicopatas...
    16790 Palavras 68 Páginas
  • Estudante
    privados de senso etico, deformados de sentimentos e inconsientes da culpabilidade e do seu remorso. #3 Capitulo Bem como ja vimos o que é imputabilidade e o que é psicopata veremos como o direito penal o trata. : Nao existe lei que trata no Brasil...
    2200 Palavras 9 Páginas
  • A semi imputabilidade sob o enfoque da neurociência cognitiva
    UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ Mackson Leôncio, Michael Neves, Mark Harrys, Antônio Marcos e Emerson de Lima Nascimento. A Semi Imputabilidade Sob o Enfoque da Neurociência Cognitiva Resumo solicitado pelo prof.ªKatianaAmorin Disciplina: Direito Penal II ILHÉUS-BAHIA...
    603 Palavras 3 Páginas