Comportamento organizacional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1645 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ANHAGUERA EDUCACIONAL FACULDADES DE CAMPINAS

DAIANE F. DIAS CARVALHO RA: 2505065090.
RODRIGO ROMANO VEIGA RA: 1158385881
WENDER RODRIGUES DORILÊO RA: 2505069423

MOTIVAÇAO E ESTRESSE NAS ORGANIZAÇÕES

CAMPINAS
2011

DAIANE F. DIAS CARVALHO RA: 2505065090.
RODRIGO ROMANO VEIGA RA: 1158385881
WENDER RODRIGUES DORILÊO RA: 2505069423

MOTIVAÇAO E ESTRESSE NAS ORGANIZAÇÕES

CAMPINAS2011

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO.................................................................................... 7

2. ESTRESSE: COMO ELE INTERFERE NAS ORGANIZAÇÕES.................................................................................... 9

3. A MOTIVAÇÃO E AS VARIADAS FORMAS DE SEEMPREGA-LA............................................................................................................ 11

4. CONCLUSÃO...................................................................................... 17

5. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS..................................................... 19

1. INTRODUÇÃO

Nas paginas a seguir serão tratados dois assuntos específicos e constantemente presentes dentrodas organizações nos dias atuais, o estresse e a motivação, o primeiro assunto tratado no capitulo um deste trabalho, estresse, é considerado por muitos como a doença do século xxi, e uma das mais constantes entre outras que afetam o psicológico do ser humano, e logo após isso falamos sobre motivação, uma das ferramentas mais importantes dentro das empresas, mas que dificilmente é colocada emprática, ou quando colocada, dificilmente trabalhada da forma correta,e as variadas formas de utilizá-la, nas páginas seguintes, será apresentado o trabalho de pesquisa do grupo, referente a estes dois assuntos que fazem parte, sem nenhuma exceção, das organizações nos dias atuais.
2. ESTRESSE: COMO ELE INTERFERE NAS ORGANIZAÇÕES

Estresse- s.m Med. Conjunto de reações do organismo a agressões deorigens diversas, capazes de perturbar o equilíbrio interno.

O estresse esta envolvido no equilíbrio entre exigência e capacidade, se o equilíbrio for atingido, obterá o bem estar,se for negativo, gerará diferentes incertezas, conflitos e sensações de incapacidade.
O estresse dentro das organizações é visto como uma função involuntária, ocasionado por um excesso de reações e mudanças,envolvendo vários fatores do dia-a-dia, tanto no âmbito pessoal quanto o profissional, levando o individuo a perda de seu desempenho, queda da qualidade de seu trabalho, podendo influenciar metas e rendimentos da equipe, afetando assim á vários setores da organização, e quebrando o ciclo de convivência dentro do trabalho.
O individuo involuntariamente afetado pelo estresse, muitas vezes não se daconta desta situação, pois o mesmo esta tão absolvido com os problemas, que vê a isto como algo do seu cotidiano e não se da conta de quanto esta afetando as pessoas ao seu redor, sente que esta dando o melhor de si,quando na verdade esta assolado por este mal constantemente presente dentro das empresas,esquece-se de que tem vida pessoal e sempre esta insatisfeito seja qual for o resultado,comprometendo a toda equipe e contagiando outras pessoas com o mesmo mal, gerando assim um ambiente de trabalho desagradável e pesado.
Se por um lado estresse é tido uma função involuntária, e pelo ponto de vista médico é considerado como um tipo de desequilíbrio mental ocasionado por processos de reações, causadas por mudanças aflições, ansiedade, pressão, adversidades sociais, pensamentos, sentimentos,alimentação entre outras coisas. Mas se o estresse é uma coisa involuntária a qual o individuo muitas vezes não se da conta que sofrendo, como diagnosticá-lo ou identificá-lo, e ai entra o fato mais relevante da questão, por não se tratar de uma doença, como diagnosticá-lo? Se a exigência for fácil e você é capaz de lidar, obviamente não há estresse, agora se a exigência for difícil e não é...
tracking img