Teoria Do Sistema De Dorothy Johnson artigos e trabalhos de pesquisa

  • DOROTHY E. JOHNSON NA SISTEMATIZAÇÃO DE ENFERMAGEM

    FACULDADE BEZERRA DE ARAÚJO CONTRIBUIÇÃO DA TEORIA COMPORTAMENTAL DE DOROTHY E. JOHNSON NA SISTEMATIBILIZAÇÃO NA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM RIO DE JANEIRO 2013 CONTRIBUIÇÃO DA TEORIA COMPORTAMENTAL DE DOROTHY E. JOHNSON NA SISTEMATIZAÇÃO DE ENFERMAGEM ...

    2482  Palavras | 10  Páginas

  • TEORIA DE DOROTHY E. JOHNSON

    FACULDADE BEZERRA DE ARAÚJO CONTRIBUIÇÃO DA TEORIA COMPORTAMENTAL DE DOROTHY E. JOHNSON NA SISTEMATIBILIZAÇÃO NA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM RIO DE JANEIRO 2013 CONTRIBUIÇÃO DA TEORIA COMPORTAMENTAL DE DOROTHY E. JOHNSON NA SISTEMATIZAÇÃO DE ENFERMAGEM ...

    2482  Palavras | 10  Páginas

  • Teoria de johnson

    Biografia Dorothy Johnson nasceu em 21 de agosto 1919.Se formou-se em Artes na Armstrong Junior College, em Savannah, Geórgia, aos 19 anos. Ela recebe como enfermeira por 23 anos na Universidade de Vanderbilt, em Nashville. Em 1948, ela recebeu seu mestrado em Saúde Pública pela Universidade de Harvard, em Boston, Massachusetts. A maioria de sua experiência profissional foi como ensinar especialidade de enfermagem pediátrica na Universidade da Califórnia. De 1965-1967, ela presidiu a comissão...

    1111  Palavras | 5  Páginas

  • Teoria De Enfermagemccccc

    Teoria de enfermagem “Um conjunto de conceitos, definições, e propostas inter-relacionadas, que apresentam uma visão sistemática dos fenômenos, especificando relações entre variáveis, COM O PROPÓSITO DE EXPLICAR E PREVER OS FENÔMENOS”. TODA CIÊNCIA... – Apresenta conhecimentos específicos, próprios e organizados. Enfermagem é uma ciência = TEORIAS DE ENFERMAGEM Surgimento das Teorias A partir de 1950: necessidade de um conhecimento específico na Enfermagem; As teorias foram fundamentadas...

    2908  Palavras | 12  Páginas

  • DOROTHY JOHNSON

    Dorothy Johnson nasceu em 21 de agosto de 1919. Se formou em Artes na Armstrong Junior College, em Savannah, Geórgia, aos 19 anos. Ela recebe como enfermeira por 23 anos na Universidadede Vanderbilt, em Nashville. Em 1948, ela recebeu seu mestrado em Saúde Pública pela Universidade de Harvard, em Boston, Massachusetts.  A maioria de sua experiência profissional foi como ensinarespecialidade de enfermagem pediátrica na Universidade da Califórnia. De 1965-1967, ela presidiu a comissão da Associação...

    2552  Palavras | 11  Páginas

  • TEORIAS DE ENFERMAGEM

    TEORIAS DE ENFERMAGEM BETTY NEUMAN DOROTHY JOHNSON P. BENER E J. WRUBEL Danielle Costa Dias | 0502307 Jéssica C. Ferreira da Silva | 0502000 Julia Teixeira Soares | 0502319 Larissa P. dos Santos Avelino | 0502309 Leticia Joseani da Silva | 0502314 BETTY NEUMAN Nasceu em 1924, em Ohio. Filha de agricultor tinha muito gosto pela vida no campo. Completou sua formação em enfermagem na Peoples Hospital School of Nursing em 1947, e foi morar em Los Angeles onde trabalhou de enfermeira chefe, escolar...

    826  Palavras | 4  Páginas

  • Teoria de levine e teoria de johnson

    INTRODUÇÃO Uma teoria é o conjunto de especulações que tem por fim determinar o valor e os limites dos nossos conhecimentos. Uma teoria de enfermagem é uma conceitualização de algum aspecto de enfermagem comunicado com a finalidade de descrever, explicar, predizer e/ou prescrever o cuidado de enfermagem (Barnun, 1994; Meleis, 1997). As teorias de Levine e Johnson tratam, respectivamente, com ênfase principal, no cuidado holístico mantido através da conservação da integridade e dos subsistemas...

    1066  Palavras | 5  Páginas

  • Teorista e Teorias de Enfermagem

    Teorista e Teorias de Enfermagem Florence Nightingale 1820-1910 – Em 1859 apresentou a Teoria Ambientalista demonstrou que em ambiente limpo diminuía a infecção, conceito que hoje se compreende como Infecção Hospitalar. Hildegard Peplau 1909-1999 – Sua proposta foi apresentada em 1952, com a Teoria Interpessoal, apresenta o processo de Interação Enfermeiro/Cliente, o modo como acontecem que elementos estão contidos nesta relação e como agir diante das situações adversas. Faye Abdellah 1952... –...

    842  Palavras | 4  Páginas

  • TEORIA DE CALLISTA ROY

    TEORIA DE ROY A teoria da adaptação da Irmã Callista Roy (Roy e Obloy, 1979 Roy,1980, 1984 e 1989) visualiza o cliente como um sistema de adaptativo. De acordo com o modelo de Roy, o objetivo da enfermagem consiste em ajudar a pessoa se adaptar às alterações nas necessidades fisiológicas, autoconceito, função do papel e relações interdependentes durante a saúde e a doença (Marriner-Tomey e Allignood, 1998). A necessidade de cuidados de enfermagem surge, quando o cliente não consegue se adaptar...

    1027  Palavras | 5  Páginas

  • Teorias de Enfermagem

    TEORIAS ADMINISTRATIVAS E TEORIAS DE ENFERMAGEM André Reis Arquivo disponível em http://materialenfermagem.blogspot.com RESUMO - TEORIAS ADMINISTRATIVAS E TEORIAS DE ENFERMAGEM 1. TEORIAS ADMINISTRATIVAS Teoria CIENTÍFICA CLÁSSICA DAS RELAÇÕES HUMANAS Teórico Frederick Taylor Henry Fayol Elton Mayo Propostas da teoria, princípios e críticas Propostas: # Aumento da produção pela eficiência do nível operacional; # Homem econômico, movido pela remuneração...

    1120  Palavras | 5  Páginas

  • Teoria de enfermagem

    FACULDADE ESTÁCIO DO CEARÁ TEORIAS DE ENFERMAGEM 1 Hickman (2000) de forma simplificada cita que “uma teoria sugere uma direção de como ver fatos ou eventos”;  Historicamente, a prática de Enfermagem subordinada à medicina e focada no desenvolvimento de tarefas, foi substituída com o advento do desenvolvimento das teorias de enfermagem;  Florence Nightingale foi um marco na enfermagem moderna e foi considerada a primeira teórica de enfermagem ao delinear o que considerava...

    1408  Palavras | 6  Páginas

  • Teoria

    Este trabalho é uma resenha das teorias de FLORENCE NIGHTINGALE, CALLISTEA ROY, MARTA ROGERS, JOSEPHINE PATERSON e LORETTA ZDERAD E MADALAINE LENINGER, DOROTHEA OREM, IMOGENE KING, WANDA HORTA, PEPLAU INTRODUÇÃO Florence Nightingale (Florença, 12 de maio de1820 – Londres, 13 de agosto de 1910). Florence Nightingale é considerada a primeira teórica da enfermagem, percebendo que o saber expresso pelos princípios científicos era também dependente e não possuía natureza específica, incumbiu-se de...

    2315  Palavras | 10  Páginas

  • Teoria de enfermagem

    De acordo com Meleis, as teorias de enfremagem podem ser clasificadas de dois modos, apartir do foco primario, que possibilita distinguir quatro grupos de teorias 1) as centradas no cliente; 2) as centradas no relacionamento entre o cliente e o meio ambiente; 3) as centradas nas interações enfermeira-cliente; e 4) as centrados na terapêutica de enfermagem. No segundo modo, a classificação das teorias é feita tendo por base o papel que as enfermeiras desempenham na prática profissional ...

    625  Palavras | 3  Páginas

  • Principais teorias da enfermagem

    PRINCIPAIS TEORIAS Ano 1860 TEORIA O QUE É O QUE NÃO. Teórica Florence Nightingale . Notas sobre enfermagem Propósito: Ajudar as pessoas responsáveis pelo cuidado do cliente a “ pensar como a enfermeira” a teoria aborda as necessidades fundamentais do doente o principio básico do bom cuidado de saúde. Tópicos dos componentes: Pessoa – um indíviduo com processos reparativos vitais para lidar com a doença. Ambiente – condição externa que afetam a vida e desenvolvimento do individuo...

    3893  Palavras | 16  Páginas

  • Teorias enfermagem

    de Pensamento. Dentro destas situam-se asTeorias, das quais os Modelos Teóricos pretendem ser representações práticas (e por isso maisperceptíveis do ponto de vista do real).No caso dos modelos teóricos de enfermagem, verifica-se que se apoiam em teorias sobretudooriundas das ciências sociais e humanas, consideradas mais consentâneas com a especificidade daenfermagem (antropologia, psicologia, sociologia), orientam as práticas em enfermagem e servemde guia para a formação, investigação e gestão dos...

    4148  Palavras | 17  Páginas

  • DOTOTHY

    1980 TEORIA: O SISTEMA COMPORTAMENTAL COMO MODELO PARA A ENFERMAGEM Teórica: Dorothy E. Johnson  Propósito: Reduzir o estresse, de modo que o cliente possa se recuperar o mais rapidamente possível. Tópicos dos componentes: Pessoa: Um sistema de partes interdependentes com formas de comportamentos padronizadas, repetitivas e propositivas. Ambiente: Todas as forças que afetam a pessoa e que influenciam o sistema de comportamento. Saúde: Enfoque sobre a pessoa, não sobre a doença. A...

    678  Palavras | 3  Páginas

  • As teorias de enfermagem

    qualquer pintor ou escultor; pois o que é tratar da tela morta ou do frio mármore comparado ao tratar do corpo vivo, o templo do espírito de Deus? É uma das artes; poder-se-ia dizer, a mais bela das artes!" Florence Nightigale As teorias da administração e a enfermagem Teorias da Enfermagem A enfermagem, como qualquer atividade humana, possui um conjunto de idéias e modos de atuar que constitui o conhecimento, o saber em que se baseia sua prestação de serviços a sociedade (Souza, 1988).  Durante...

    5177  Palavras | 21  Páginas

  • Trabalho de teorias de enfermagem

    FAPAM - FACULDADE DE PARA DE MINAS BACHARELADO EM ENFERMAGEM – 6° PERÍODO RAFAELA APARECIDA CHAGAS Síntese das teorias de enfermagem PARA DE MINAS 2015 FAPAM – FACULDADE DE PARA DE MINAS RAFAELA APARECIDA CHAGAS SÍNTESE DAS TEORIAS DE ENFERMAGEM Trabalho da PRIMEIRA etapa do 6º período do curso de Enfermagem, na disciplina SAE, da Faculdade de Para de Minas, MG. Professora: Mariza Menezes PARA DE MINAS 2015 Resumo Uma base de conhecimentos específica...

    6919  Palavras | 28  Páginas

  • teoria

     Teorias de enfermagem 1. 1- TEORIA Compreendem um conjunto de conceitos e pressupostos, relacionados entre si, no campo da prática, do ensino e da pesquisa. 2. As teorias de enfermagem trazem conceitos e proposições relacionados à enfermagem e atrelados a uma visão de mundo. 3. Elas proporcionam o referencial teórico que norteia a implantação do Processo de Enfermagem, sob uma perspectiva de assistência sistematizada. 1. No Brasil, por volta dos anos 70, o marco de...

    6376  Palavras | 26  Páginas

  • Escola dos efeitos desejados

    Universidade de Évora: Escola Superior de Enfermagem São João de Deus Unidade Curricular: Teorias de Enfermagem Docente: Gabriela Calado 24ºCLE Escola dos Efeitos Desejados Discentes: * Diana Rodrigues nº29932 * Fábio Peixeiro nº26429 * João Côrte-Real nº29457 * João Silva nº29125 * Patrícia Paulino nº28892 * Vasco Nunes nº28926 Objectivos: * Definir e contextualizar a Escola dos Efeitos Desejados no paradigma correspondente; * Características da respectiva...

    563  Palavras | 3  Páginas

  • metaparadigmas de enfermagem

    (Virginia Henderson, Dorothea Orem). Escola da Interação A Escola da Interação apareceu no final dos anos 50 e início dos anos 60. A teoria Psicanalista prevalecia nesta Época. Esta provocou uma crescente atenção nas necessidades intimistas e nas relações humanas (Meleis, 1991). As enfermeiras teorizadoras que tomaram parte desta escola inspiraram-se nas teorias da interação, da fenomenologia e do existencialismo. Tentaram responder à pergunta “Como é que as enfermeiras fazem?”. Segundo esta escola...

    757  Palavras | 4  Páginas

  • Teoria de Imogene King

    Teoria de Imogene M. King Artigo por Colunista Portal - Educação - quinta-feira, 27 de dezembro de 2012Tamanho do texto: A A Imogene M. King Imogene M. King nasceu em 1923, formando-se em 1946, recebendo título de Bacharel em Ensino da Enfermagem em 1948. Também fez Mestrado em Enfermagem em 1957 e Doutorado em 1961, tendo realizado estudos pós-doutoramento em desenho de pesquisa, estatística e computadores. Com atuação na área da enfermagem médico-cirúrgica de adultos, tendo ocupado cargos...

    9681  Palavras | 39  Páginas

  • Trabalho callista roy

    Turno: Manhã Callista Roy, enfermeira formada em 1963, com Doutorado em Sociologia em 1977, desenvolveu um modelo de adaptação que foi a base de seu trabalho de graduação, sob orientação de Dorothy E. Johnson, pioneira da proposição da enfermagem como ciência e arte e que desenvolveu o modelo de sistemas comportamentais.Sob esta influência, apresenta determinadas áreas de fundamental importância para a prática da enfermagem, quais sejam:- A pessoa que é receptora do atendimento de enfermagem;-...

    1114  Palavras | 5  Páginas

  • Callista11

    SISTER CALLISTA ROY – Teoria da adaptação. Sister Callista Roy,nascida dia 14 de outubro de 1939, em Los Angeles Califórnia, membro da congregação das Irmãs de Saint Joseph de Carondelet. 1963, recebeu o título de Bacharel de Artes na Enfermagem, pela Escola Mount Saint Mary, Los Angeles e, em 1966, o titulo de Mestre de ciências na enfermagem pela universidade da Califórnia, Los Angeles(UCLA). Após concluiu o curso de enfermagem, estudou sociologia e recebeu, em 1973, o titulo de Mestre...

    1720  Palavras | 7  Páginas

  • teoria da argumentacao trabalho 3

    A teoria da argumentação, ou simplesmente argumentação, é o estudo interdisciplinar de como conclusões podem ser alcançadas através do raciocínio lógico; ou seja, argumentar é afirmar algo, seguramente ou não, baseado em premissas. Isso inclui as artes e as ciências do debate civil, o diálogo, o bate-papo e a persuasão. Engloba o estudo das regras de inferência, da lógica e das regras de procedimento, tanto em cenários artificiais quanto no mundo real. A teoria da argumentação inclui o debate e...

    5796  Palavras | 24  Páginas

  • johnson & jonhson

    A Johnson & Johnson nasceu há mais de um século na pequena cidade de New Brunswick, estado de New Jersey, Estados Unidos. Era o ano de 1886 e os irmãos Robert, James e Edward Johnson montaram uma empresa com instalações modestas e 14 empregados. A idéia era criar a primeira fábrica no mundo a produzir uma compressa cirúrgica asséptica, pronta para o uso, que reduzia a ameaça de infecção. Nesta época, as taxas de mortalidade no pós-operatório chegavam a 90% em alguns hospitais. E não era por acaso...

    3834  Palavras | 16  Páginas

  • Calista Roy Humanização na assistência

    Callista Roy, desenvolveu um modelo de adaptação que foi a base de seu trabalho de graduação, sob orientação de Dorothy E. Johnson, foi pioneira da proposição da enfermagem como ciência e arte e que desenvolveu o modelo de sistemas comportamentais. Sob esta influência, apresenta determinadas áreas de fundamental importância para a prática da enfermagem. Dentro desse modelo comportamental vamos retirar vários conceitos importantes que serão comparados com os conceitos feitos pela turma 40E. ...

    870  Palavras | 4  Páginas

  • Enfermagem

    TEORIAS DE ENFERMAGEM Uma base de conhecimento exclusiva e os meios para comunicá-la são os requisitos para uma profissão. As teorias orientam a prática de enfermagem descrevendo, explicando ou prevendo os fenômenos. • PERSPECTIVA HISTÓRICA - Florence Nightingale: em 1859 Florence publica a primeira teoria de enfermagem que enfoca a manipulação do ambiente visando ao benefício do paciente. Apesar de Nightingale não apresentar seu trabalho como uma "teoria de enfermagem", ele orientou a...

    1586  Palavras | 7  Páginas

  • jogo roupa do rei

    TEORIAS ADMINISTRATIVAS E TEORIAS DE ENFERMAGEM André Reis Arquivo disponível em http://materialenfermagem.blogspot.com RESUMO - TEORIAS ADMINISTRATIVAS E TEORIAS DE ENFERMAGEM 1. TEORIAS ADMINISTRATIVAS Teoria CIENTÍFICA CLÁSSICA DAS RELAÇÕES HUMANAS Teórico Frederick Taylor Henry Fayol Elton Mayo Propostas da teoria, princípios e críticas Propostas: # Aumento da produção pela eficiência do nível operacional; # Homem econômico, movido pela remuneração...

    968  Palavras | 4  Páginas

  • An Lise Da Teoria Ator Rede TAR E Sua Rela O Com Os Paradigmas De Rela Es P Blicas

    Ed.17 | Vol.9 | N1 | 2011 Análise da Teoria Ator-Rede (TAR) e sua relação com os paradigmas de Relações Públicas Actor-Network Theory (ANT) analysis and its relation with Public Relations paradigms Alessandra Maia Estudante de Relações Públicas da Faculdade de Comunicação Social da UERJ (FCS/Uerj) e integrante do Laboratório de pesquisa em Comunicação, Cognição e Práticas de Entretenimento do PPGCom/Uerj. Sabrina Serafim Estudante de Relações Públicas da FCS/Uerj. Resumo Este ensaio objetiva fazer...

    7363  Palavras | 30  Páginas

  • master&johnson

    Tito Sena Universidade Federal de Santa Catarina Os relatórios Masters & Johnson: gênero e as práticas psicoterapêuticas sexuais a par tir partir da década de 701 Resumo Resumo: Este trabalho é o resultado de uma análise sobre os relatórios Masters & Johnson, editados originalmente nos anos de 1966 (A Resposta Sexual Humana) e 1970 (A Inadequação Sexual Humana). Os relatórios analisados, produzidos nos Estados Unidos e com repercussão mundial, foram elaborados a partir de uma minuciosa...

    7771  Palavras | 32  Páginas

  • Políticas Públicas, Defesa de Direitos e a Teoria Ator-Rede: uma análise do Programa de Proteção aos Defensores de Direitos Humanos.

    UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES TARSILA FLORES POLÍTICAS PÚBLICAS, DEFESA DE DIREITOS E A TEORIA ATOR-REDE: uma análise do programa de proteção aos defensores de direitos humanos Brasília – DF 2014 TARSILA FLORES POLÍTICAS PÚBLICAS, DEFESA DE DIREITOS E A TEORIA ATOR-REDE: uma análise do programa de proteção aos defensores de direitos humanos Trabalho de Monografia apresentado como requisito necessário à conclusão do Curso em Pós-Graduação Lato Sensu para obtenção do título de Especialista em...

    31922  Palavras | 128  Páginas

  • Callista roy

    transicionais, se torna necessário, a fim de estabelecer um modo de cuidar que considere o ser humano como sujeito do agir profissional. Oprimeiro trabalho conceitual de Roy foi publicado em 1970, focalizado na pessoa, no ser cuidado como um sistema adaptativo. Ela acreditava que a adaptação considerava a pessoa de forma holística. O trabalho desenvolvido por Roy e colaboradores tem sido muito dinâmico na atualidade, pois estão refinando as dimensões filosóficas de pesquisa e prática. Em...

    962  Palavras | 4  Páginas

  • sistemas aberto e fechado

    XXXIV Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Recife, PE – 2 a 6 de setembro de 2011 As Organizações e os Sistemas Abertos e Fechados e a Emergência: uma Análise Conceitual1 Fábio Oliveira CAMPOS2 Universidade Católica de Brasília, Brasília, DF Resumo Os sistemas abertos e fechados e a emergência, conceitos concebidos por estudiosos como Morin, Bertalanffy e Johnson, possuem conexões e divergências, e são aplicáveis em alguns tipos de organizações inseridas no mundo de elevada troca...

    6481  Palavras | 26  Páginas

  • A teoria da justiça de john rawls

    A teoria da justiça de John Rawls John Rawls, o mais conhecido e celebrado filósofo político norte-americano, falecido aos 81 anos, em 2002, é tido como o principal teórico da democracia liberal dos dias de hoje. O seu grande tratado jurídio-político A Teoria da Justiça, de 1971, o alinhou entre os grandes pensadores sociais do século 20. Um legítimo sucessor de uma linhagem ideológica que origina-se em Locke. Os temas que hoje provocam polêmica, tal como o sistema de cotas para os negros nas...

    1737  Palavras | 7  Páginas

  • A metodologia do Modelo de Adapta o de Roy

    As Atividades de Enfermagem: É a manipulação dos estímulos de modo que venha promover  reações de adaptação positiva.  3. Metas de Enfermagem​ :​  Promover respostas adaptativas em relação ao modos adaptativos.  Aplicando a teoria de Adaptação de Roy no cuidado de Enfermagem  A aplicação de teorias de enfermagem no processo do cuidar contribui para o desenvolvimento de  uma prática mais humanista, valorizando a integralidade do paciente.  Roy visava o bem estar do paciente como um todo, por isso para ela era fundamental uma boa ...

    1122  Palavras | 5  Páginas

  • Adolf loos, philip johnson, isay weinfeld

    criam-se zonas dentro da casa, definindo também graus de intimidade de cada divisão." Para Loos, arquitetura é composição espacial consolidada – planificação do espaço que poderá ser traduzida em planta. Embora não tenha desenvolvido esta ideia numa teoria formal, a direção deste pensamento é clara: "A grande revolução em arquitectura é a solução de uma planificação no espaço." 4. Ornamento e Crime Em 1908, escreveu o ensaio/manifesto intitulado "Ornamento e Crime", no qual criticava o uso abusivo...

    3642  Palavras | 15  Páginas

  • Tga - teoria geral da administração

    Idalberto Chiavenato INTRODUÇÃO À TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO Elsevier/Campus www.elsevier.com.br www.chiavenato.com SUMÁRIO RESUMIDO PARTE 1: INTRODUÇÃO À TGA PARTE 2: OS PRIMÓRDIOS DA ADMINISTRAÇÃO PARTE 3: ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO PARTE 4: ABORDAGEM HUMANÍSTICA DA ADMINISTRAÇÃO PARTE 5: ABORDAGEM NEOCLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO PARTE 6: ABORDAGEM ESTRUTURALISTA DA ADMINISTRAÇÃO PARTE 7: ABORDAGEM COMPORTAMENTAL DA ADMINISTRAÇÃO PARTE 8: ABORDAGEM...

    1772  Palavras | 8  Páginas

  • TEORIA DOS SISTEMAS EM ADMINISTRAÇÃO

    TEORIA DOS SISTEMAS EM ADMINISTRAÇÃO 1. ORIGENS DA TEORIA DOS SISTEMAS EM ADMINISTRAÇÃO A teoria de sistemas em administração surgiu a partir da década de 1960, com os trabalhos do Biólogo Ludwig Von Bertalanffy, onde este fez uma analise na qual verificou a existência de uma tendência para integração das ciências naturais e sociais. De acordo a Teoria de Sistemas, as organizações atuam como um sistema, no qual o estudo do geral se sobreponha ao particular, permitindo uma analise mais...

    897  Palavras | 4  Páginas

  • Teoria geral da administração - sistema toyota de produção

    A proposta está relacionada com as teorias da administração e tudo que as envolve nas organizações. Teoria Geral da Administração II INTRODUÇÃO O sistema Toyota de produção é uma das fases da nossa história industrial, a meu ver, mais fascinante, pois, é o reflexo do duro trabalho de um povo que em meio ao final da guerra buscava a sua reestruturação. Desde sempre os japoneses são especialistas em inovação, e principalmente, fiéis nos seus princípios, obedientes, dedicados, estudiosos e comprometidos...

    1314  Palavras | 6  Páginas

  • Teoria geral dos sistemas

    Teórico responsável Karl Ludwig von Bertalanffy (Viena, 19 de setembro de 1901 — Buffalo, Nova Iorque, 12 de Junho de 1972) foi o criador da Teoria Geral dos Sistemas. Cidadão austríaco, desenvolveu a maior parte do seu trabalho científico nos Estados Unidos da América. Bertalanffy fez os seus estudos em biologia e interessou-se desde cedo pelos organismos e pelos problemas do crescimento. Os seus trabalhos iniciais datam dos anos 20 e são sobre a abordagem orgânica. Com efeito, Bertalanffy não...

    812  Palavras | 4  Páginas

  • Teoria verbal significativa

    br/~moreira Resumo Este texto busca destacar o papel da linguagem na aprendizagem significativa, particularmente na educação em ciências. Para isso, recorre-se às posturas teóricas de David Ausubel, Lev Vygotsky, Gérard Vergnaud, D. B. Gowin, Philip Johnson-Laird, Neil Postman e Humberto Maturana. Faz-se uma breve descrição das idéias desses autores no que se refere à linguagem e procura-se inferir implicações para uma aprendizagem significativa em ciências. Palavras-chave: linguagem, aprendizagem significativa...

    7823  Palavras | 32  Páginas

  • Teoria da contingencia

    Teoria dos Sistemas: Origens. Conceito. Características. Teoria dos Sistemas: Origens. Conceito. Características. → Teoria Geral da Administração * ORIGENS DA TEORIA DOS SISTEMAS EM ADMINISTRAÇÃO. A Teoria dos Sistemas foi introduzida na Administração, a partir da Década de 1960, tornando-se parte integrante da ciência administrativa. “Surgiu com os trabalhos do biólogo alemão Ludwig Von Bertalanffy, após análise em que fez verificação de que existia uma tendência para a integração...

    1070  Palavras | 5  Páginas

  • Steven johnson,pierre levy e diana domingues

    OUniversidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo. Publicidade e Propaganda, 1º/2012 Linguagem Hipermidiatica, Professor Paulo César Barbosa. Victoria Parizzotto Fernandes 41126998 “De um ícone á um click” No livro de Steven Johnson, “Cultura de Interface”, o conceituado escritor de ciência americana, aborda o modo como a tecnologia influencia na nossa maneira de criar e nos comunicar, dando um foco especial ás formas artísticas. No livro, o autor busca se expressar de forma fácil, pois...

    931  Palavras | 4  Páginas

  • Teoria do caos

     VI Congresso de Pesquisa e Inovação da Rede Norte e Nordeste de Educação Tecnológica 2011 A TEORIA DO CAOS NO MEIO AMBIENTE: INFLUÊNCIA À AGRICULTURA. RESUMO O presente artigo é uma revisão bibliográfica que parte da compreensão de que a teoria do caos está intimamente ligada a todos os eventos da vida cotidiana, inclusive assim no meio ambiente, pois qualquer mudança ou decisão tomada pode seguir inúmeros caminhos e resultar em consequências diferentes...

    2523  Palavras | 11  Páginas

  • teoria do caos e complex.

    Teoria do Caos e Complexidade As empresas de hoje não funcionam mais como máquinas e precisam se adaptar às leis do caos se quiserem sobreviver. Por Carlos Siffert A física clássica, de Isaac Newton até o século 19, estabelecia uma exata correspondência entre causa e efeito. Os cientistas tinham certeza de ser capazes de reduzir até as mais complicadas situações a interações de umas poucas leis simples e de, assim, prever o comportamento dos mais complexos sistemas ao longo do tempo. Foi...

    3071  Palavras | 13  Páginas

  • Teoria da Administração

    Teoria clássica | Taylor, Fayol,Gilbreth, Gantt,Gulick, Urwick,Mooney, Emerson Aumentar a eficiência da empresa através da forma e disposição dos órgão componentes da organização e das suas inter-relações das estruturas Tinha o homem como uma peça da máquina, razão pela qual foi denominada de abordagem mecanicista Planejar, organizar, dirigir, ou executar e controlar. Teoria das relações humanasMayo,Follett,Roethlisberger,Dubin,Cartwright,French,Zalesnick,Tannenbaum, Lewin O homem não pode...

    1092  Palavras | 5  Páginas

  • analise do sistema stop start do motor

    William Verzimiassi ANÁLISE DO SISTEMA STOP/START DO MOTOR. São Caetano do Sul 2012 William Verzimiassi ANÁLISE DO SISTEMA STOP/START DO MOTOR. Monografia apresentada ao curso de PósGraduação em Engenharia Automotiva, da Escola de Engenharia Mauá do Centro Universitário do Instituto Mauá de Tecnologia para obtenção do título de Especialista. Orientador: Prof. MSc. Fernando Fusco Rovai São Caetano do Sul 2012 Verzimiassi, William Análise do sistema Star/Stop do motor , baseando-se em um...

    6326  Palavras | 26  Páginas

  • Tga teoria geral dos sistemas

    de Sistemas de Informação Introdução •A Teoria Geral dos Sistemas – TGS surgiu com os trabalhos do biólogo Ludwig von Bertalanffy, publicados entre 1950 e 1968 •Critica a visão de que o mundo se divide em áreas como física, biologia, química,psicologia, sociologia. •A T.G.S. não busca solucionar problemas ou tentar soluções práticas, mas sim produzir teorias e formulações conceituais que possam criar condições de aplicação na realidade empírica •Adota um enfoque holístico para os sistemas, mediante...

    1164  Palavras | 5  Páginas

  • Meio ambiente

    faculdade na Universidade do Tennessee, estudando pré-med (1931-1933) e retirou devido à pressão que a medicina era uma carreira impróprias para uma mulher O modelo teórico que lhe foram influenciados: Teoria de los Sistemas. Teoria de sistemas. Teoria física: Electrodinamismo. Física teoria: Eletrodinâmica. O Papel da Enfermagem é definida como humanitária ciência e arte. Atividades destinadas a manutenção e promoção da saúde, prevenção das doenças e reabilitação dos doentes e deficientes...

    2597  Palavras | 11  Páginas

  • história da ultrassom

    presas no ar e que, quando eram impedidos de ouvir, mesmo com a visão mantida, perdiam completamente a capacidade de orientação em vôo. A "Teoria do Som" foi publicada pela primeira vez em 1877, este tratado praticamente inaugurou a física acústica moderna, iniciada por um cientista inglês John William Strutt, também conhecido por Lorde Rayleigh, esta teoria foi posta em prática Durante a Primeira Guerra Mundial, através da utilização de geradores de sons de baixa freqüência que facilitava a navegação...

    3021  Palavras | 13  Páginas

  • TEORIA DAS RESTRIÇÕES

    e as praticas da Teoria das Restrições, como uma forma de ver e pensar o gerenciamento de uma empresa e contribuir como uma ferramenta para a contabilidade Gerencial. Identificar a meta, escolher os gerentes, pensar na empresa como um todo e não como um conjunto de partes isoladas, identificar e aumentar a capacidade da restrição, trocando o fluxo da produção pelo da capacidade, são etapas necessárias para a implementação da TOC – Theory of Constraints em um determinado sistema, que ainda contará...

    4776  Palavras | 20  Páginas

  • Resenha do documentario mataram irmã dorothy e A era da estupidez

    É um soco no estômago assistir aos filmes Mataram Irmã Dorothy e A Era da Estupidez na sequência, mas o fiz ontem, terça-feira, no espaço Matilha Cultura, região central de São Paulo. O primeiro, um documentário sobre os bastidores do julgamento dos acusados pelo assassinato da missionária, morta em fevereiro de 2005 muito provavelmente como retaliação por sua luta contra o desmatamento na Amazônia. O segundo, uma documentário misturado com ficção ambientado no ano de 2055 e que questiona a humanidade...

    771  Palavras | 4  Páginas

  • relatório fisica 4 - sistema massa mola

    CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA 3676650168910 Laboratório de Física IV Oscilações - MHS: Sistema Massa-Mola. Oscilações - MHS: Sistema Massa-Mola. Relatório referente às exigências da disciplina de Física IV do curso de Engenharia Mecânica. Componentes: Bruno Capelli Martins Abade Daniel Rodrigues Vieira Fillipe Carvalho Silva Gefferson Rodrigues de Oliveira Lucas Junior Evangelista Pablo Ricardo Vieira de Deus Vinicius...

    933  Palavras | 4  Páginas

  • Sgp - sistema de gerenciamento de processos

    Souza – Joinville: 2004. 81 p.: il. Trabalho de Conclusão de Curso – versão preliminar (Graduação em Administração). Faculdade Cenecista de Joinville, 2004. 1. Gestão por Processo. 2. Processos 3. Sistema para Gestão por Processos. 4. Estrutura Horizontal. I. Souza, Joloir de. II. Título. Endereço: Faculdade Cenecista de Joinville Rua Coronel Francisco Gomes, 1290. 89202-250 – Joinville - SC AGRADECIMENTOS A gradeço...

    16054  Palavras | 65  Páginas

  • sistemas

    Sistemas de Informação ~ projeto pedagógico ~ Projeto pedagógico do curso de Sistemas de Informação ~ 2011 ~ 2 Sumário 1) Dados gerais ........................................................................... 4 2) Histórico................................................................................... 4 3) Organização institucional ........................................................ 5 4) Justificativa .....................................................................

    22719  Palavras | 91  Páginas

  • Sistema de automação de embalagens secundárias

    CENTRO DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ETEP Faculdades SISTEMA DE AUTOMAÇÃO DE EMBALAGENS SECUNDÁRIAS Valéria Cicília Marques Trabalho de Conclusão de Curso em Engenharia Industrial Mecânica, orientado pelo MSc Osvaldo Prado de Rezende São José dos Campos 2007 CENTRO DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ETEP Faculdades SISTEMA DE AUTOMAÇÃO DE EMBALAGENS SECUNDÁRIAS ___________________________________ Valéria Cicília Marques ______________________ Eng. José Cristiano Gersely ______________________...

    13598  Palavras | 55  Páginas

  • tradução: O Adam Smith Problem in Reverse : Auto- Interesse em A Riqueza das Nações e A Teoria dos Sentimentos Morais - Maria Pia Paganelli.

    O Adam Smith Problem in Reverse : Auto- Interesse em A Riqueza das Nações e A Teoria dos Sentimentos Morais Maria Pia Paganelli Ao contrário de soldados velhos , velhos problemas Adam Smith nem morrem nem desaparecer. - Jeffrey Young , Economia como Ciência Moral : A Economia Política de Adam Smith (1997) Adam Smith publicou dois livros em sua vida : A Teoria dos Sentimentos Morais ( 1759 ) e Uma Investigação sobre a Natureza e as Causas da Riqueza das Nações ( 1776) . A relação entre eles é controverso...

    8652  Palavras | 35  Páginas

  • TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇAO

    Teoria Geral da Administração Introdução à Teoria Geral da Administração & Os Primórdios da Administração Prof. Paulo César Campos Bibliografia: Idalberto Chiavenato Elsevier/Campus SUMÁRIO RESUMIDO PARTE 1: INTRODUÇÃO À TGA PARTE 2: OS PRIMÓRDIOS DA ADMINISTRAÇÃO PARTE 3: ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO PARTE 4: ABORDAGEM HUMANÍSTICA DA ADMINISTRAÇÃO PARTE 5: ABORDAGEM NEOCLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO PARTE 6: ABORDAGEM ESTRUTURALISTA DA ADMINISTRAÇÃO PARTE 7: ABORDAGEM COMPORTAMENTAL...

    2486  Palavras | 10  Páginas

  • Gabarito Fisica

    Teorias antropológicas da religião Stewart E. Guthrie Universidade de Fordham Tradução de Desidério Murcho I. Introdução Há uma diversidade de teorias antropológicas da religião. Baseiam-se ora em idéias de estruturas humanas sociais, emoções ou cognição. A maior parte concentra-se numa delas, mas algumas combinam mais de uma. Algumas olham para lá da natureza humana, para os outros animais, procurando análogos ou precursores da religião. Algumas teorias são próprias da antropologia, mas muitas...

    7882  Palavras | 32  Páginas

tracking img