Trabalho decente

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2172 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Projeto de Intervenção
em
Gerontopsicomotricidade
Docente:
Ana Morais

Gerontopsicomotricidade
1º Semestre

Discentes:
Ana Matos_38361; Flávio Nunes_34584; Joana Breda_38036; Patrícia Silva_34593; Teresa Silva_34596

I. Fundamentação Teórica
“Para além do nascimento e da morte, uma das certezas da vida é que todas as pessoas envelhecem” (Mota, Figueiredo,& Duarte, 2004).
A população idosa Portuguesa (de ambos os sexos, com idade igual ou superior a 65 anos, associada à idade de reforma) representa um total de 2,023 milhões, ou seja, aproximadamente 19% da população total (INE, 2012). Estes valores são consideráveis, partindo do princípio que em 2060 existirão duas pessoas em idade ativa por cada pessoa idosa (Marques, 2011).
Com o passar dosanos é fundamental que uma pessoa viva com o máximo de funcionalidade e qualidade de vida. Assim sendo, “Envelhecer é viver, viver é mover-se”, sendo este o princípio que tomamos por base
para a realização do nosso projeto de intervenção em Gerontopsicomotricidade.
A psicomotricidade torna-se fulcral na vida desta população, tendo esta, tanta ou mais importância como nas idades mais precoces,sendo a mesma, um pilar referencial nas suas vidas, proporcionando uma velhice o mais saudável possível e sobretudo com o máximo de qualidade.
Preocupa-se assim com a ação que o indivíduo realiza em relação com os outros sendo representativa das suas necessidades (Alves, 2007).
A Psicomotricidade é uma ciência que tem como objeto de estudo o homem por meio do seu corpo em movimento e em relaçãoao seu mundo interno e externo, bem como suas possibilidades de perceber, atuar, agir com o outro, com os objetos
e consigo mesmo (SBP, s.d.).
O que se pretende por Gerontopsicomotricidade é assim: “recuperar e conservar, de forma funcional, as condutas psicomotoras; melhorar e aprimorar o conhecimento de si e a eficácia das ações, sobretudo das atividades de vida diária - AVD” (Ferreira,2000).

II. Caracterização da População-Alvo
Grupo de 15 Idosos
Sem patologia (saudáveis)
90’
População: | |
Centro de Dia de Vila Real
Entre os 65 – 74 anos
Patologia: Idade: Local: | |

III. Avaliação Utilizada
A avaliação utilizada para percecionar as capacidades mentais dos idosos (Kurlowicz & Wallace, 1999) foi a Avaliação Breve doEstado Mental (MMSE). Para perceber qual a sua funcionalidade nas atividades da vida diária (alimentar-se, vestir-se, cuidar da sua higiene) (Araújo, Ribeiro, Oliveira, & Pinto, 2007) foi utilizado o Índice de Barthel, e as atividades instrumentais da vida diária (utilizar transportes, telefone, fazer compras, cozinhar, gerir dinheiro) (Araújo, Ribeiro, Oliveira, Pinto, & Martins, s.d.) foiavaliada através da Escala de Lawton. Na avaliação das características sociais como a profissão, nível de instrução, fontes de rendimentos familiares, conforto e alojamento e aspeto do bairro onde habita, foi utilizada a Escala de Graffar. Por fim, para avaliar o perfil/diagnóstico psicomotor geral dos idosos, foi aplicado o Exame Gerontopsicomotor, constituído por 17 itens: equilíbrio estático,equilíbrio dinâmico, mobilizações articulares, praxias, motricidade fina dos membros superiores e inferiores, conhecimento das partes do corpo, vigilância, perceções, memória verbal e memória percetiva, domínio espacial e temporal e comunicação verbal e não-verbal (Berruezo & Mila, 2009).

IV. Programa de Intervenção
a. Objetivos Gerais e Específicos
Para a aplicação de um programa deintervenção é necessário definir os objetivos gerais e específicos de acordo com as capacidades do utente/população.
Como objetivos gerais é necessário trabalhar o desenvolvimento do equilíbrio, controlo postural, noção do corpo e motricidade global, assim como potenciar a capacidade cognitiva.
Os objetivos específicos definidos para a população foram elaborados com base nas áreas fortes e...
tracking img