• Os educandos e seus direitos
    AlcântaraTucuruí – ParáJan.2013 | ARROYO, Miguel Gonzáles. Indagações sobre currículo: educandos e educadores: seus direitos e o currículo. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2007. Diogo de Castro Alcântara Analisando o livro do autor Miguel Gonzáles Arroyo, tendo a intender e pode...
    2115 Palavras 9 Páginas
  • Onipotência juvenil
    capítulo 6 do livro “A escola tem futuro?”. O capítulo 6 do livro “A escola tem futuro?” discorre uma entrevista com Miguel Arroyo. Essa entrevista busca com a experiência de Arroyo no campo da Educação, entender as possibilidades existentes para o futuro na escola. Ele descreve como vê a escola e a...
    464 Palavras 2 Páginas
  • historia
    ARROYO, Miguel Gonzalez. Ofício de Mestre: imagens e auto-imagens. Petrópolis: Vozes, 2000. 251 p. Gislene de Barros ( Professora e pesquisadora) Leonardo David de Morais1 Polyanna Coelho de Filippis, O livro Ofício de Mestre: imagens e auto-imagens, de autoria do professor titular emérito da...
    864 Palavras 4 Páginas
  • RESENHA DO LIVRO - OFÍCIO DE MESTRE
    AMERICANA ASSUNCIÓN - PY MESTRADO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO RESENHA DO LIVRO: OFÍCIO DE MESTRE IMAGENS E AUTO - IMAGENS AUTOR – MIGUEL GONZALEZ ARROYO TRABALHO APRESENTADO Á DISCIPLINA FORMAÇÃO DOCENTE, COMO REQUISITO DE AVALIAÇÃO SOLICITADO PELA PROFESSORA DAISY LARAINE MORAES...
    2023 Palavras 9 Páginas
  • Raphael
    análise das relações de poder que envolvem os currículos. O próprio professor Miguel Arroyo contribuiu fortemente para o debate dessa época. Se o referido tema não é novo, qual é o acréscimo que traz o último livro de Arroyo, Currículo, território em disputa? O autor destaca que o currículo não é apenas ...
    1852 Palavras 8 Páginas
  • Análise dos capítulos 15 e 16 do livro ofício de mestre, de miguel arroyo
    GONZÁLEZ ARROYO, Miguel. Oficio de mestre: imagens e auto-imagens. 6.ed Petropolis: Vozes, 2002. 251p No capítulo 16, intitulado “Cultura Profissional do Magistério”, o autor inicia tecendo uma crítica a respeito de uma ideia errônea porém ainda vigente em nosso tempo: a crença de que qualquer pessoa...
    876 Palavras 4 Páginas
  • Ciclos e organização curricular: interfaces entre sujeitos, saberes e práticas
    Escola Plural, na cidade de Belo Horizonte. Percebemos que essa experiência dos Ciclos de Formação tem sido fortemente difundida pelo educador Miguel Arroyo. Segundo ele: “A simples organização da escola em ciclo nada altera muito, se não mexermos na organização dos tempos, dos espaços e, sobretudo...
    1197 Palavras 5 Páginas
  • Resenha sobre a Região Amazonica
    indígenas; e não valoriza os ideais e as visões de mundo dos grupos sem poder. (WEIGEL, 2006, p. 59) O texto cinco, por uma educação do campo de, Miguel Gonzalez Arroyo; Roseli Salete Caldare, Mônica Castagna Molina (organizadores), relatam que: [...] Sempre falo que os professores, quando fazem as provas...
    2802 Palavras 12 Páginas
  • arroyo
    Arroyo, Miguel. (2001). Oficio de Mestre. Imagens e auto-imagens. Petrópolis, RJ, Brasil: Editora Vozes. 250 pp.  R$ 19,00     ISBN 85 326 2407-3 Resenhado por Nilton Bueno Fischer Junho 7, 2002 Livro de um educador, com 250 páginas de depoimento reflexivo de um professor, um mestre. A resenha...
    3418 Palavras 14 Páginas
  • A educação e a desigualdade de renda: uma análise das relações e consequências no âmbito social e econômico de um país, como resolver?
    Maria da Graça Jacintho Setton e Ricardo Paes de Barros, são fundamentais neste artigo. Com grande importância também, Gaudêncio Frigotto e Miguel G. Arroyo. . INTRODUÇÃO: Pierre Bourdieu definiu “sucesso” e “fracasso” escolar como consequência do conjunto de capital simbólico...
    2505 Palavras 11 Páginas
  • Autismo e inclusão
    entrevista concedida a Adriano Guerra, publicada na Revista Infância n.41, o professor Miguel Arroyo afirma que “As   imagens   da   infância   eram   de   vidro   e   se   quebraram”.  Qual o significado dessa frase de Arroyo e qual o impacto dessa ideia para a educação das crianças? (2,0 pontos G1) O professor...
    355 Palavras 2 Páginas
  • Resumo
    Disciplina: Estágio de Observação do Ensino de Jovens e Adultos Texto (Miguel Arroyo) “A educação de jovens e adultos em tempos de exclusão” A educação de jovens e adultos é uma modalidade de ensino, amparada por lei e voltada para pessoas que não tiveram acesso, por algum motivo, ao...
    424 Palavras 2 Páginas
  • Fichamentos
    Brandão, Carlos R. O voo da arara azul: escritos sobre a vida, a cultura e a educação ambiental. 6.ed. Campinas, SP: Armazém do Ipê, 2007. Arroyo, Miguel G. Ofício de mestre: imagens e auto-imagens. 6.ed. Petrópolis, RJ: Vozes. 2000. Pimenta, Selma G. ; Guedin, Evandro. Professor reflexivo no ...
    289 Palavras 2 Páginas
  • Resenha do texto “Diversidade” De Miguel Arroyo
    Resenha do texto “Diversidade” De Miguel Arroyo De acordo com o currículo Lattes, possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Minas Gerais (1970), mestrado em Ciência Política pela Universidade Federal de Minas Gerais (1974) e doutorado (PhD...
    1070 Palavras 5 Páginas
  • Bruno Doc
    BUFFA, Ester; ARROYO, Miguel; NOSELLA, Paolo. Educação e Cidadania: Quem educa o cidadão? 10ª ed. São Paulo, Cortez, 2002. 95p. ESTER BUFFA - doutora em educação pela Université René Descartes,Paris V, Sorbonne. Professora titular aposentada de História da Educação – Universidade Federal de São Carlos...
    344 Palavras 2 Páginas
  • 44444446666666
    aborda que a sociedade de uma forma ou outra impõe esses comportamentos a criança cada vez mais entrando cedo no mundo adulto. Segundo o autor Miguel Gonzalez Arroyo a infância rural é diferente da urbana cada vez que o trabalho vai fica por conta do adulto cada vez menos, a criança é inserida nesse mundo...
    311 Palavras 2 Páginas
  • PNE - 2014
    Miguel G. Arroyo POLÍTICAS EDUCACIONAIS E DESIGUALDADES: À PROCURA DE NOVOS SIGNIFICADOS MIGUEL G. ARROYO* RESUMO: O texto destaca como as políticas educacionais têm sido instigadas pelas tentativas de corrigir as desigualdades. Entretanto, ao centrarem-se nas desigualdades intraescolares, as...
    13125 Palavras 53 Páginas
  • A FORMAÇÃO DOS DOCENTES PARA ATUAR NA EDUCAÇÃO DO CAMPO
    outros, a saber: Roseli Salete Caldart autora e colaboradora do caderno: Como se formam os sujeitos do campo? E do livro: educação em movimento. Miguel Gonzalez Arroyo autor do caderno: A educação básica e o movimento social do campo do campo. Edgar Jorge Kolling autor e colaborador do caderno: Por uma educação...
    1045 Palavras 5 Páginas
  • PEDAGOGIA CONCEPÇÃO DE INFÂNCIA E DA CRIANÇA
    a educação. Bibliografia Guiomar Namo de Mello Edição Fatima Ali Agosto de 2003 Arroyo, Miguel G. (2002): Ofício de mestre: imagens e autoimagens, 6.ª ed., Rio de Janeiro, Editora Vozes. Arroyo, Miguel G. (2002): Ofício de mestre: imagens e auto-imagens, 6.ª ed., Rio de Janeiro, Editora Vozes...
    563 Palavras 3 Páginas
  • Educação e Cidadania: Quem educa o cidadão?
    BUFFA, Ester; ARROYO, Miguel; NOSELLA, Paolo. Educação e Cidadania: Quem educa o cidadão? 10ª ed. São Paulo, Cortez, 2002. 95p. ESTER BUFFA - doutora em educação pela Université René Descartes, Paris V, Sorbonne. Professora titular aposentada de História da Educação – Universidade Federal de São...
    1626 Palavras 7 Páginas