Sarau da trindade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1083 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A história Espaço Tempo

• Maria Eduarda regressa a Lisboa

Episódio de Sarau do Teatro da Trindade
• Ega e Carlos vão assistir ao sarau do Teatro da Trindade:
- a oratória de Rufino
- a declamação de Alencar
- o recital de Cruges
• Guimarães interpela Ega, pedindo explicações sobre a carta do
sobrinho Dâmaso
• Carlos dá uma tareia a Eusebiozinho
• Guimarães entregao cofre de Maria Monforte a Ega para este o dar
a Carlos ou à irmã (Maria Eduarda)

Rua de S. Francisco

Teatro da Trindade

Largo da Abegoaria
Pelourinho (Hotel Paris)

Noite de Inverno
Focalização Interna

O episódio consta no capítulo VXI e caracteriza-se pela superficialidade dos temas das conversas, a insensibilidade artística, a ignorância dos dirigentes, a oratória ocados políticos e os excessos do Ultra-Romantismo.
Este episódio tinha como objectivos, ajudar as vítimas das inundações do Ribatejo; apresentar um tema querido da sociedade lisboeta: a oratória; reunir novamente as várias camadas das classes mais destacadas, incluindo a família real; criticar o ultra-romantismo que absorvia o público e contrastar a festa com a tragédia.
Pararam à porta do Teatroda Trindade no momento em que de um coche saía um sujeito. Passou junto dos dois amigos sem os ver, mas Ega reconheceu-o. Carlos lembrou-lhe que era o tio do Dâmaso.
Ega e Carlos chegaram ao antessalão, quando ouvem um vozeirão, é Rufino. Carlos ficou junto com Teles da Gama, que não passara da porta.
No Teatro, cerravam-se “filas de cabeças, embebidas, enlevadas, atulhando os bancos de palhinhaaté junto ao tablado onde dominavam os chapéus de senhoras picados por manchas claras de plumas ou flores”.
No palco, Rufino, um bacharel transmontano, muito trigueiro, de pêra, alargava os braços, celebrava um anjo, “o Anjo da Esmola que ele entrevira, além no azul, batendo as asas de cetim…” Ega não compreendia muito bem, e questionou sobre que raio estava ele a falar, ao que um padre lherespondera ser tudo sobre a caridade e sobre o progresso! Nota-se que o público alto-burguês e aristocrata que assistia ao sarau é pouco culto, exaltando a oratória de Rufino que faz um discurso banal recorrendo a lugares-comuns, oco e com pouco conteúdo, “exaltando uma princesa que dera seiscentos mil réis para os inundados do Ribatejo e ia, a benefício deles, organizar um bazar na Tapada”,recorrendo ainda a artificiosismos barrocos e ultra-românticos de pouca originalidade, mas no final as reacções são calorosas, demonstrando a falta de sensibilidade do povo português. “Rufino, no entanto, com as mãos descaídas, confessava uma fragilidade da sua alma! […] Um largo frémito de emoção passou. Vozes sufocadas de gozo mal podiam murmurar: «Muito bem, muito bem…» ”.
Acabara.
De repente, umleque que escorregara da galeria, arrancando em baixo um berro a uma senhora, criou uma curta emoção, uma inquietação na sala. E Rufino, sorrindo, com o lenço na mão, prosseguia.
Mas Ega não aturou mais e foi ter com Carlos.
Mas ambos se viraram, sentindo por trás alguém ciciar discretamente: “Bonsoir, messieurs…” Era Streinbroken. Relativamente a Rufino, perguntou a Ega se era esse o grande oradorde que lhe tinha falado… Ega afirmou que era um dos maiores oradores da Europa! Streinbroken alçou as sobrancelhas com admiração.
Rufino procedia com as suas palavras. O Ega, que ria, divertido, sentiu ao lado um som rouco de cólera. Era o Alencar. Travou do braço do Ega. Disse-lhe que vinha procurá-lo para o apresentar a Guimarães, o tio do Dâmaso, afirmando que era um assunto muito sério.
Àporta do botequim, Alencar apresentou Ega ao veterano da Democracia.
Ega e Guimarães sentaram-se. Começaram a referir uma carta que Dâmaso tinha escrito, e Guimarães acusou Ega de ter sido este a forçar Dâmaso a escrevê-la.
A dita carta estava no jornal “Futuro”. Guimarães deitou-lhe os olhos e ficou fora de si e, por isso, escrevera a Dâmaso, dizendo que leu a declaração e que, se no dia...
tracking img