Iluminismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (939 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
PUC Minas Betim
Curso: Direito
Disciplina: Formação do Mundo Contemporâneo
Professora: Marina Freitas

ILUMINISMO, LIBERALISMO E DESPOTISMO ESCLARECIDO

1. O Iluminismo é um movimento derenovação cultural, cujas idéias iam ao encontro das aspirações burguesas. Iniciou-se na Inglaterra no século XVII e atingiu o seu apogeu na França do século XVIII, expandindo-se por outras regiões daEuropa e influenciando a América. Seus adeptos defenderam a popularização do conhecimento e a valorização da razão em detrimento do teocentrismo medieval; opuseram-se ao absolutismo monárquico, aomercantilismo e à sociedade estamental do Antigo Regime. As idéias iluministas abriram caminho para a Revolução Francesa, a Revolução Americana e os movimentos de independência da América Latina.

2. OIluminismo, também denominado Filosofia das Luzes ou Ilustração, representou a culminância de um processo que se iniciou com o Renascimento, quando a razão foi usada para descobrir o mundo. Nos séculosXVII e XVIII, os iluministas passaram a usar a razão para compreender o homem inserido no contexto da sociedade.

3. Como o Renascimento, o Iluminismo expressou, em última instância, a ascensão daburguesia e de sua ideologia.

4. A filosofia iluminista preocupou-se com o estudo da natureza, do homem e da sociedade.
a) Os iluministas eram deístas[1], mas acreditavam que a crença devia serracionalizada.
b) Achavam que os homens eram iguais perante a natureza e que as desigualdades eram provocadas pela sociedade.

5. Fundamentos importantes:
a) Limitação do poder do soberano;defesa de um sistema constitucional como meio de determinar os direitos e deveres dos governantes e dos governados;
b) Rejeição da Teoria do Direito Divino dos Reis;
c) Crítica dos privilégiosde classe; rejeição dos privilégios da nobreza e do clero, especialmente no que diz respeito ao pagamento de impostos diretos;
d) Defesa da não intervenção do Estado na economia (Liberalismo...
tracking img