Como montar uma empresa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 5 (1076 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 9 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Curso Superior em Ciências Contábeis
Disciplina: Prof.(a): Aula: Semestre: Fundamentos de Administração Adriana Vinholi Rampazo 01-Conceitos Básicos 1° AULA ATIVIDADE Objetivo: Refletir sobre a importância dos diferentes papéis em uma organização.

Orientações: Caros Alunos, Leiam o texto e respondam as questões propostas: QUEM É MAIS IMPORTANTE? Fred Cerqueira recebeu sua espada de oficial efoi iniciar sua carreira numa base militar, nas imediações de uma grande cidade, que concentrava um bom número de escolas, centros de pesquisa e empresas de tecnologia avançada – um dos pólos tecnológicos do Estado onde fora servir. Nessa cidade, reencontrou com quatro amigos colegas do curso médio dos quais se separara quando entrara na academia militar, enquanto eles haviam ingressado em escolasde engenharia. Dois deles eram agora engenheiros mecânicos, e outros dois engenheiros eletrônicos, trabalhando em diferentes empresas e institutos de pesquisa. Fred tinha bons conhecimentos de eletrônica, campo no qual procurava manter-se atualizado, mas não era um especialista como seus amigos. Reunia-se com eles freqüentemente, e os cinco costumavam trocar idéias sobre os desenvolvimentos maisrecentes em suas especialidades. Numa dessas reuniões, Fred trouxe uma revista técnica americana, que publicava um artigo sobre as possibilidades dos equipamentos conhecidos como “intérpretes computacionais”. Fred mostrou a revista a seus amigos e os cinco, em volta de uma mesa, passaram a imaginar como seria esse equipamento. - Até que não seria difícil montar um brinquedo destes, disse um delespor fim. Numa reunião seguinte, alguém trouxe a notícia de que uma empresa japonesa estava trabalhando aceleradamente nesse projeto, devendo lança-lo em breve. Uma empresa brasileira já estava em entendimentos com os japoneses para obter a licença de fabricação local. Fred achou que a oportunidade era boa demais para ser desperdiçada e propôsse a fazer uma sociedade de negócios daquele grupo deamigos, para fabricar e vender o tal brinquedo. Convenceu-os a se cotizarem numa empresa e, pela natureza de sua especialidade, assumiu o papel de presidente-vendedor, enquanto os quatro trabalhariam no projeto e desenvolvimento de um protótipo, que não demorou a ficar pronto.
UNOPAR VIRTUAL

Curso Superior em Ciências Contábeis
Com esse protótipo debaixo do braço, em seus dias de folga, Fredpassou a ir à capital, onde começou a visitar os clientes em potencial. Enquanto isso, seus amigos continuavam a aprimorar o projeto e organizar uma linha rudimentar de montagem. Fred também se incumbiu de cuidar dos suprimentos para a produção, do caixa que acumulava os recursos de todos e do desenvolvimento do material promocional. Pouco tempo se passou depois que as primeiras visitas foramfeitas e já havia perspectivas de vendas. Na verdade, os clientes apenas não haviam feito encomendas porque não havia talão de pedidos. Fred começou a perceber as possibilidades do negócio e passou a pressionar os colegas para que introduzissem no projeto as modificações solicitadas pelos clientes e para que a produção regular fosse iniciada o mais depressa possível. Como todos eles dedicavam apenassuas horas vagas e os fins de semanas ao intérprete, a demora era inevitável. A essa altura havia um clima de tensão entre os cinco amigos. A idéia de abandonar seus empregos, para se dedicarem integralmente ao novo negócio, não os agradava, e suas famílias ressentiam-se de sua ausência, por causa dos horários de trabalho. Essas tensões começaram aparecer nas reuniões. Numa delas, um deles levantououtra questão: - Acho que essa história de dividir igualmente os rendimentos das vendas não está certa. Em minha opinião, vale mais a capacidade de fazer o produto do que o trabalho de vende-lo. - Estamos contando com os ovos antes da galinha, disse Fred. Deveríamos discutir a divisão do bolo somente depois de vender algo, e se não fosse eu a sair vendendo... Um outro veio em socorro do...
tracking img