Desenho organizacional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3052 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1 Desenho Organizacional. Página 3

1.2 Diferenciação do desenho Organizacional, suas causas e conseqüências

1.3 formalização, como ela pode ser feita e suas repercussões no desenhokkkkkkkkkkkOrganizacional

2 Desenho Departamental. Página 6

2.1 Vantagens, limitações e aplicações da estrutura funcional

3 Para que servem os cargos. Página 8

3.1 Definir o que as pessoasdevem fazer.

3.2 Delimitar as responsabilidades envolvidas no trabalho.

Desenho Organizacional

Imagine que você é desafiado a subir uma trilha até o topo de uma montanha : a sua primeira preocupação será obter um veículo adequado, que tenha bastante potência no motor e uma suspensão resistente.
Não deveria ser assim nas empresas?
A primeira preocupação, ao estabelecer um desafioestratégico, deveria ser aquela de garantir que o desenho da organização seja suficientemente robusto para levar a cabo o que dela se espera.
Infelizmente, não é o que ocorre em grande parte das empresas brasileiras, principalmente naquelas de porte pequeno/médio. A gestão do desenho organizacional é considerada atividade secundária, merecedora de atenção apenas nos momentos de crise financeira,quando empregados são demitidos, cargos eliminados ou acumulados, fábricas e lojas são fechadas. Muitas vezes derrubando por terra, definitivamente, as possibilidades de recuperação.
Existe ainda a visão simplificada que se costuma ter do desenho organizacional, visto apenas como uma questão de montagem de um organograma (sem falar na prática corrente, em especial nas empresas familiares, de ajustá-loàs pessoas e não o inverso, ou seja, uma brutal deturpação de finalidade).
Ora, o desenho organizacional é muito mais abrangente que isso. Segundo Galbraith (Jay R. Galbraith, Designing Organizations, 2002, John Wiley & Sons, Inc.) o desenho da organização consiste em um conjunto de políticas gerenciais que, definindo características e induzindo comportamentos, levam ao aumento da capacidade desucesso da empresa.
Essas políticas se enquadram em determinadas categorias, formando a base para as opções que permitirão construir o desenho organizacional apropriado:
1. Estratégia – Aqui são definidos os valores e missões, as metas e objetivos a serem alcançados e, mais especificamente, os produtos e serviços a serem oferecidos, os mercados a serem servidos, os valores a serem oferecidos aosclientes. É a primeira categoria a ser considerada, pois aí são estabelecidos os critérios para a construção do desenho organizacional. Não existe um desenho organizacional “padrão” que sirva para todas as empresas: cada estratégia leva a um desenho organizacional diferente
2. Estrutura – Esta categoria é composta pelas políticas que definem a localização do poder e da autoridade na organização. Elas levam em conta as questões de especialização, a quantidade de pessoas, a distribuição do poder (centralização/descentralização) e a departamentalização (funções, produtos, processos, mercados, geografia).
3. Processos – Aqui são determinados o fluxo de recursos, de informações e do trabalho. Processos verticais (planejamento, orçamento) alocam recursos escassos e talentos humanos.Processos horizontais/laterais (desenvolvimento de produtos, atendimento de pedidos, etc.) definem o fluxo de trabalho e/ou informações.
4. Recompensas – As políticas de recompensas (salários, promoções, bônus, distribuição de lucros, opções de ações) alinham os interesses dos empregados com os interesses da organização.
5. Pessoal – Conjunto de políticas que definem o tratamento dos recursos humanos...
tracking img