Comportamento organizacional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 149 (37162 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Gestão
Estratégica da
Cultura e da
Mudança
Organizacionais

María Esmeralda Ballestero-Alvarez
[Versão 3.0 – Agosto, 2007]

María Esmeralda Ballestero-Alvarez

Gestão Estratégica da
Cultura e da Mudança
Organizacionais
Objetivos deste material

♦ Definir cultura organizacional.
♦ Identificar as características fundamentais na descrição e caracterização da cultura organizacional.♦ Descrever as qualidades que caracterizam uma cultura forte.
♦ Explicar como a cultura organizacional é criada.
♦ Descrever como os funcionários incorporam e absorvem a cultura de sua organização.
♦ Explicar os principais fatores de sustentação de uma cultura.
♦ Identificar os fatores situacionais que favorecem a mudança cultural.
♦ Analisar os diversos tipos de mudanças organizacionais.♦ Descrever técnicas de desenvolvimento pessoal contínuo para a mudança.
♦ Servir como apoio para acompanhar as aulas, mas não substituir um bom livro a respeito do tema.

SUMÁRIO
Primeira Parte
CULTURA ORGANIZACIONAL
1. Considerações gerais a respeito de cultura
organizacional, 3
♦ Culturas fortes versus culturas fracas, 5
♦ Cultura versus formalização, 6
♦ Cultura organizacional versuscultura
nacional, 6
♦ Papel, função e finalidade da cultura
organizacional, 8
♦ Cultura: a personalidade da organização, 11
2. Como uma cultura organizacional é
criada, 16
♦ Como começa uma cultura organizacional, 16
♦ Mantendo a cultura organizacional viva, 17
3. Como os funcionários aprendem a cultura
de sua organização, 18
♦ Métodos de socialização, 18
♦ Histórias, 20
♦ Rituais,ritos e cerimônias, 21
♦ Símbolos materiais, 22
♦ Linguagem, 22

Segunda Parte
MUDANÇA ORGANIZACIONAL
6. Considerações gerais a respeito da gestão
da mudança, 32
♦ Compreendendo os fatores situacionais, 32
♦ Mudança de primeira ordem versus mudança
de segunda ordem, 34
7. O que podemos mudar nas organizações, 38
8. Resistência à mudança, 41
♦ Resistência individual, 42
♦ Resistênciaorganizacional, 43
♦ Superando a resistência à mudança, 45
9. Como gerir a mudança organizacional, 52
♦ Mudança de cultura, 52
♦ Mudança de comportamento, 54
♦ Levantamento de feedback, 55
♦ Formação de equipes, 56
♦ Desenvolvimento intergrupo, 57
10. Aprendendo para a mudança, 58
11. Diagnóstico organizacional, 66

4. Como você interpreta a cultura de uma
organização, 25
5. Técnicaspara gerir a cultura de uma
organização, 28

12. Estresse no trabalho, 71
13. Desenvolvimento de carreiras, 83
14. Bibliografia, 89

Gestão Estratégica da Cultura e da Mudança Organizacionais

2

María Esmeralda Ballestero-Alvarez

PRIMEIRAPARTE
Há alguns anos, explicando o que significava cultura organizacional, um executivo disse
basicamente a mesma coisa que certa vez um juiz haviadito ao tentar definir pornografia: “Não
sei defini-la, mas sei o que é quando a vejo”. A abordagem desse executivo ao definir cultura
organizacional não é aceitável para os nossos objetivos. Precisamos de uma definição básica,
que ofereça um ponto de partida. Vamos propor uma definição específica, analisar diversas
questões periféricas que giram em torno dessa definição e verificar o impactonas pessoas das
variáveis tratadas. Vale salientar que o presente material que você tem nas mãos é a recopilação
feita dos escritos produzidos pelos autores citados na bibliografia, iniciando por Robbins (2000,
p. 288 a 305), seguindo com DuBrin (2003, p.351 a 385), finalizando com Cohen (2003, p.345 a
388).

CULTURAORGANIZACIONAL
Considerações gerais a respeito de cultura organizacional1A idéia de ver as organizações como culturas é um fenômeno relativamente recente. Até
meados da década de 1980, as organizações eram vistas, quase sempre, apenas como
uma forma racional de coordenar e controlar um grupo de pessoas. Elas possuíam níveis
verticais, departamentos, relações de autoridade e assim por diante. Mas as
organizações são mais do que isso. Elas têm personalidades...
tracking img