• historia
    ARROYO, Miguel Gonzalez. Ofício de Mestre: imagens e auto-imagens. Petrópolis: Vozes, 2000. 251 p. Gislene de Barros ( Professora e pesquisadora) Leonardo David de Morais1 Polyanna Coelho de Filippis, O livro Ofício de Mestre: imagens e auto-imagens, de autoria do professor titular emérito da...
    864 Palavras 4 Páginas
  • RESENHA DO LIVRO - OFÍCIO DE MESTRE
    MONTENEGRO UNIVERSIDADE AMERICANA ASSUNCIÓN - PY MESTRADO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO RESENHA DO LIVRO: OFÍCIO DE MESTRE IMAGENS E AUTO - IMAGENS AUTOR – MIGUEL GONZALEZ ARROYO TRABALHO APRESENTADO Á DISCIPLINA FORMAÇÃO DOCENTE, COMO REQUISITO DE AVALIAÇÃO SOLICITADO PELA PROFESSORA...
    2023 Palavras 9 Páginas
  • Livro-Ofício de Mestre
    Livro: Ofício de Mestre O Livro de Miguel Arroyo tem 250 páginas, escritas com a perfeição de um professor que ama sua profissão. A linguagem é atraente e o conteúdo maravilhoso, indo além das palavras...O livro foi organizado em 20 capítulos, sendo eles: 1 - Conversas sobre o ofício de mestre, 2 –...
    480 Palavras 2 Páginas
  • arroyo
    Arroyo, Miguel. (2001). Oficio de Mestre. Imagens e auto-imagens. Petrópolis, RJ, Brasil: Editora Vozes. 250 pp.  R$ 19,00     ISBN 85 326 2407-3 Resenhado por Nilton Bueno Fischer Junho 7, 2002 Livro de um educador, com 250 páginas de depoimento reflexivo de um professor, um mestre. A resenha...
    3418 Palavras 14 Páginas
  • Resumo do livro "ofício do mestre" - imagens e auto-imagens
    Resumo do livro "Ofício do Mestre" - Imagens e auto-imagens Miguel G. Arroyo - Editora Vozes - 2a edição Em "Ofício do Mestre", Miguel Arroyo pretende abrir um diálogo franco com professores sobre professores. Propondo reflexões, o autor traz o magistério para o centro do movimento de renovação pedagógica...
    1086 Palavras 5 Páginas
  • 244740410116
    Resumo do livro "Ofício do Mestre" - Imagens e auto-imagens Miguel G. Arroyo - Editora Vozes - 2a ediçãoEm "Ofício do Mestre", Miguel Arroyo pretende abrir um diálogo franco com professores sobreprofessores. Propondo reflexões, o autor traz o magistério para o centro do movimento derenovação pedagógica...
    1164 Palavras 5 Páginas
  • Pedagogia
    Miguel Arroyo O APRENDIZADO DO OFÍCIO APRENDENDO NAS TRANGRESSOES (OFÍCIO DE MESTRE CAPÍTULOS 09 E 10) Trabalho apresentado para nota parcial da matéria de Desenvolvimento Profissional e Ético - Profª Rosangela Pedagogia I Semestre Arienes de Jesus Alves...
    3004 Palavras 13 Páginas
  • PEDAGOGIA CONCEPÇÃO DE INFÂNCIA E DA CRIANÇA
    Bibliografia Guiomar Namo de Mello Edição Fatima Ali Agosto de 2003 Arroyo, Miguel G. (2002): Ofício de mestre: imagens e autoimagens, 6.ª ed., Rio de Janeiro, Editora Vozes. Arroyo, Miguel G. (2002): Ofício de mestre: imagens e auto-imagens, 6.ª ed., Rio de Janeiro, Editora Vozes. Furter,...
    563 Palavras 3 Páginas
  • Análise dos capítulos 15 e 16 do livro ofício de mestre, de miguel arroyo
    GONZÁLEZ ARROYO, MiguelOficio de mestre: imagens e auto-imagens. 6.ed Petropolis: Vozes, 2002. 251p No capítulo 16, intitulado “Cultura Profissional do Magistério”, o autor inicia tecendo uma crítica a respeito de uma ideia errônea porém ainda vigente em nosso tempo: a crença de que qualquer pessoa...
    876 Palavras 4 Páginas
  • Bruno Doc
    BUFFA, Ester; ARROYO, Miguel; NOSELLA, Paolo. Educação e Cidadania: Quem educa o cidadão? 10ª ed. São Paulo, Cortez, 2002. 95p. ESTER BUFFA - doutora em educação pela Université René Descartes,Paris V, Sorbonne. Professora titular aposentada de História da Educação – Universidade Federal de São Carlos...
    344 Palavras 2 Páginas
  • resenha oficio mestre
    1 RESUMO DE LIVROS - ARROYO, Miguel G. Oficio de Mestre ImageARROYO, Miguel G. Oficio de Mestre Imagens e Auto-Imagens. Petrpolis, Rio de Janeiro. Vozes,2000.A educao escolar um campo propcio a modas. Nossas prticas se orientam por saberes e artes aprendidas desde o bero da historia cultural e social...
    6121 Palavras 25 Páginas
  • Ensinar é fruto da autonomia pedagógica
    pesquisa são: Freire (2011), com o conceito da pedagogia da autonomia, bem como com a sua compreensão do papel do educador na construção da aprendizagem, Arroyo (2007) dialogando sobre as inquietações que decidem a transformação do magistério e da educação básica e Rios (2005) contextualizando a melhoria da...
    1698 Palavras 7 Páginas
  • Fichamentos
    Carlos R. O voo da arara azul: escritos sobre a vida, a cultura e a educação ambiental. 6.ed. Campinas, SP: Armazém do Ipê, 2007. Arroyo, Miguel G. Ofício de mestre: imagens e auto-imagens. 6.ed. Petrópolis, RJ: Vozes. 2000. Pimenta, Selma G. ; Guedin, Evandro. Professor reflexivo no Brasil: Gênese...
    289 Palavras 2 Páginas
  • Transformações na educação durante arevolução burguesa
    CONTEMPORÂNEA, SEGUNDO ARROYO Miguel Arroyo em seu livro “Ofício de mestre- Imagens e auto-imagens” faz um testemunho pessoal onde trás o magistério para o centro do movimento de renovação pedagógica. Sua intenção é a de desfazer um imaginário social que minimiza o papel do mestre. É um trabalho longo...
    1513 Palavras 7 Páginas
  • Educação e Cidadania: Quem educa o cidadão?
    BUFFA, Ester; ARROYO, Miguel; NOSELLA, Paolo. Educação e Cidadania: Quem educa o cidadão? 10ª ed. São Paulo, Cortez, 2002. 95p. ESTER BUFFA - doutora em educação pela Université René Descartes, Paris V, Sorbonne. Professora titular aposentada de História da Educação – Universidade Federal de São...
    1626 Palavras 7 Páginas
  • edital Concurso Coronel Fabriciano
    Currículo – Miguel Gonzalez Arroyo • Caderno 3 – Currículo, Conhecimento e Cultura – Antônio Flávio Barbosa Moreira e Vera Maria Candau • Caderno 4 – Diversidade e Currículo – Nilma Lino Gomes • Caderno 5 – Currículo e Avaliação – Cláudia de Oliveira Fernandes e Luiz Carlos de Freitas • Ofício de...
    829 Palavras 4 Páginas
  • Pratica educativa na sociedade contemporânea
    seres humanos para ir além de suas predisposições “inatas”, devem transmitir “a caixa de ferramentas” que a cultura tem desenvolvido para fazê-los (ARROYO, 2000, pg 181). No processo que envolve a tecnologia, mais importante que a produção que se faz a partir do uso dos meios, são as relações que os...
    787 Palavras 4 Páginas
  • TG Praticas pedagógicas orientações escolares e não escolares
    p.50) Segundo Arroyo 2000 [...] os aprendizes se ajudam uns aos outros a aprender, trocando saberes, vivências, significados, culturas. Trocando questionamentos seus, de seu tempo cultural, trocando incertezas, perguntas, mais do que respostas, talvez, mas trocando. (ARROYO, 2000, p 166) ...
    550 Palavras 3 Páginas
  • a atuação pedagogica do professor da educação básica
    totalidade. Para Miguel Arroyo (2000), a humanização da docência significa a recuperação do ofício de mestre: aprendizado de valores sociais (amizade, amor, relacionamento humano), inserção no mercado de trabalho, aprendizado das artes, cidadania... enfim, aprendizado de como ser gente. Arroyo ressalta que...
    1468 Palavras 6 Páginas
  • A historia do trabalho docente
    trabalho, e que esses vão se perdendo quanto mais se profissionaliza. Segundo Arroyo até o século passado o professor era o “o mestre do oficio o de ensinar, muito integrado com a comunidade e tinha total dedicação ao oficio , a disponibilidade e prontidão era essa a imagem do profissional. O desenvolvimento...
    1503 Palavras 7 Páginas