A indisciplina escolar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3238 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO
O processo de ensino a aprendizagem não é uma actividade que se realiza de forma unilateral, mais sim bilateral, pois ele transcorre numa relação dialéctica, no qual interactuam, de forma consciente professores e alunos para consecução de um objectivo comum.
Fazendo análise, neste processo existe um condicionamento recíproco entre as actividades do professor – ensinar eactividade do aluno – aprender, surgiu-nos a necessidade de fazer um estudo acerca do tema escolhido por várias razões:
O estudo do tema em abordagem recaí no facto de registar-se índices elevados de indisciplina na escola, na sala de aula e esta prejudica o processo de ensino-aprendizagem tendo em conta que a indisciplina é um conjunto de comportamentos dos alunos que perturbam o normalfuncionamento da aula como por exemplo chegar atrasado, fazer barulho, não trazer o material didáctico, não realizar as tarefas propostas, usar o telemóvel na sala sem autorização e outros.
Os comportamentos indisciplinados são frequentes e envolvem muitos alunos, em quase todas as escolas o que constitui um desafio permanente a paciência dos professores.
O trabalho estará estruturadoda seguinte maneira: Uma introdução, na qual apresentaremos a essência da temática seus antecedentes, e toda metodologia a seguir na investigação.
No capítulo I, destinado a fundamentação teórica destacaremos definições de termos chave e conceitos teóricos fundamentais e factores que estão associados a indisciplina escolar, como prevenir a indisciplina na sala de aula e perspectivas deanálise, Seguir-se-á o capítulo II, no qual fazer-se-á apresentação, análise e interpretação dos resultados obtidos do inquérito, seguido de cronograma de actividades e anexos.


CAPÍTULO I: QUADRO DE REFERÊNCIA
1- DEFINIÇÃO DE CONCEITOS
Indisciplina
Segundo Estanqueiro, António (2010, p. 62), a indisciplina é um conjunto de comportamentos dos alunos que perturbam o normalfuncionamento da aula
Escola
É uma organização na medida em que ela se constitui como uma unidade social, de agrupamentos humanos intencionalmente constituído ou reconstruídos (Chiavenato, 1983)
Aluno
É um indivíduo apenas dentro de uma situação pedagógica, dentro de um processo intencional da educação (Hildegard Hetzer, 1959).
Processo de ensino aprendizagemSegundo Libânio citado por Mendes Barbosa, constitui um sistema de actividades logicamente organizado e desenvolvida, nas quais interactuam professor alunos com vista a facilitação da construção sólida e consciente do conhecimento, a formação de valores e o desenvolvimento de habilidades
2- AS CONDIÇÕES FAVORÁVEIS PARA O PROCESSO DE ENSINO APRENDIZAGEM
A educação escolar precisacompreender e incorporar mais as novas linguagens, desvendar os seus códigos, dominar as possibilidades de expressão e as possíveis manipulações. E é importante educar para usos democráticos, mais progressistas e participativos das tecnologias, que facilitam a evolução dos indivíduos. (MORAN, 2000, p.36)
Precisamos, então, analisar a sua formação profissional. A informática aplicada à educaçãoainda é um mistério para alguns professores e, segundo Valente (2003, s.p.), o “nó da questão” está na formação docente.
1- Relação professor-aluno
Segundo Estrela (2002:26), relação pedagógica é o contacto interpessoal gerado entre os vários intervenientes da situação pedagógica. Neta relação, o professor terá de ser um assistente e facilitador da aprendizagem, dinâmico, interventivose estimulador do desenvolvimento cognitivo sócio afectivo o aluno.
O processo de ensino aprendizagem não reduz o ensino a transmissão dos conhecimentos, nem aprendizagem a recepção e a assimilação desses conhecimentos. Postula que o aluno constrói o seu próprio conhecimento, mediante um complexo processo interactivo no qual intervêm três elementos chave: o próprio aluno, o conteúdo da...
tracking img