Vitaminas nos alimentos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1952 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
BROMATOLOGIA
NUTRIÇÃO 2º AM

CAIO CÉZAR
FERNANDA NOVAES
LINDIANE NOBRE SCHER
PRISCILA HABIB
ROSE SOUZA

VITAMINAS NOS ALIMENTOS

Itabuna – Bahia
09/06/2011
CAIO CÉZAR
FERNANDA NOVAES
LINDIANE NOBRE SCHER
PRISCILA HABIB
ROSE SOUZA

VITAMINAS NOS ALIMENTOS

Trabalho Acadêmico apresentado à Faculdade de Tecnologia e Ciências de Itabuna, elaborado pelos (ª) acadêmicos (ª) doCurso de Nutrição, 2º AM, como requisito a obtenção de crédito na disciplina Bromatologia, para apreciação da professora Fernanda Wolff.







Itabuna – Bahia
09/06/2011

Por mais longa que seja a caminhada o mais
importante é dar o primeiro passo.
Vinícius de Moraes
SUMÁRIO

1INTRODUÇÃO.............................................................................................05
2 VITAMINAS NOS ALIMENTOS...................................................................06
2.1. ADIÇÃO DE VITAMINA NOS ALIMENTOS INDUSTRIALIZADOS.....062.2. OBJETIVO DA ADIÇÃO DE VITAMNAS NOS ALIMENTOS................07
2.3. CLASSIFICAÇÃO DAS VITAMINAS.....................................................08
2.4. FUNÇÃO, DEFICIÊNCIAS E FONTES DE VITAMINA..........................09
2.5. MÉTODOS DE ANÁLISES DE VITAMINAS..........................................113 CONCLUSÃO.................................................................................................12

INTRODUÇÃO

As vitaminas não tomam parte na composição dos tecidos de nossos corpos e também não produzem energia. Apesar de não possuírem valornutritivo, porém, são indispensáveis aos nossos corpos, pois auxiliam no crescimento, atuam na fortificação dos ossos, na coagulação do sangue e nos protegem contra doenças. As vitaminas de que necessitamos perfazem um total de treze tipos, e, na sua grande maioria, são obtidas apenas pela alimentação.

2.1 ADIÇÃO DE VITAMINA NOS ALIMENTOS INDUSTRIALIZADOS.

Vitaminas são nutrientes essenciais àvida. Hábitos alimentares inadequados, alto consumo energético e falhas no metabolismo levam a deficiências de micronutrientes, que afetam mais de dois bilhões de pessoas mundialmente.
O consumo, cada vez maior, de alimentos industrializados, somado à baixa estabilidade das vitaminas, tem induzido à prática de adição de nutrientes aos alimentos processados. Esta revisão discute terminologia,disponibilidade, ingestão e risco de hipervitaminose devida ao consumo desses produtos, e a importância nutricional dos de alimentos fortificados com vitaminas.
A adição de nutrientes deve ocorrer em alimentos que, efetivamente, participem da dieta da população alvo e deve obedecer às necessidades reais de segmentos significativos da população. No Brasil, se encontra, disponível em supermercados, umtotal de 166 produtos enriquecidos com vitaminas. Um estudo de corte de 10 anos, desenvolvido na Alemanha, com crianças e adolescentes, comprovou que 90% dos pesquisados utilizaram, pelo menos, um alimento fortificado. Ao longo do período estudado, observou-se o consumo de 472 diferentes produtos fortificados. O enriquecimento de alimentos, entretanto, deveria basear-se nas necessidades de cadapaís, e, se possível, nas necessidades regionais, que variam de região a região.
Na Dinamarca, por exemplo, durante o inverno, e principalmente nos idosos, a vitamina D necessita ser adicionada aos alimentos, para que aumente o seu consumo. No Brasil, diferentemente, não há evidências de necessidade de fortificação de alimentos com essa vitamina. Apesar disso, uma investigação mostrou que, de...
tracking img