Uta lingua portuguesa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5115 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE INTERNACIONAL DE CURITIBA

ANDRÉIA CRISTINA GURGEL RU: 445870 TURMA 05/2009
JAQUELINE DE FÁTIMA FERREIRA PEDROSA RU: 422684 TURMA 05/2009

LÍNGUA PORTUGUESA: AQUISIÇÃO DA LINGUAGEM E CONCEPÇÕES DE ENSINO

Produção de Aprendizagem apresentada à UTA – Língua Portuguesa, no Curso de Pedagogia à Distância da Faculdade Internacional de Curitiba.Tutor Local: Ana de Lourdes Cardoso Centro Associado: Congonhas MG.

Congonhas, MG.
2011

SUMÁRIO

1. Introdução
2. LÍNGUA PORTUGUESA: AQUISIÇÃO DA LINGUAGEM E CONCEPÇÕES DE ENSINO
1. METODOLOGIA DA ALFABETIZAÇÃO
2. METODOLOGIA DA LÍNGUA PORTUGUESA
3. PESQUISA E PRÁTICA PROFISSIONAL – PRODUÇÃO DE TEXTO
3. CONSIDERAÇÕES FINAISREFERÊNCIAS
1. INTRODUÇÃO

A evolução ocorreu em diversas áreas do conhecimento, em específico: a língua, percebemos que a forma como o homem a conceitua hoje, é muito diferente do que foi em séculos passados. Esse desenvolvimento ocorreu devido à necessidade de mudança.
O ensino da Língua Portuguesa remete-nos a uma reflexão sobre a linguagem. Esta é resultante da interaçãoentre o homem e a realidade social em que o mesmo está inserido.
A linguagem é mais do que um simples sistema de regras. Segundo Nunan (1989), ela pode ser encarada como um recurso dinâmico para gerar significados; portanto, além de conhecimento, implica também habilidade. Isso significa que, em termos de aprendizagem, precisamos distinguir entre “aprender o quê” e “aprender como”. Temos dediscernir entre o conhecimento de várias regras gramaticais e a capacidade de usá-las eficiente e apropriadamente para a comunicação. Assim, partindo dessa concepção interacionista de aquisição da linguagem, Richter (2000:27) explica que (...) adquirir linguagem é: aprender a comportar-se de maneiras socialmente dotadas de sentido - usando, para isso, o sistema de signos que o grupo adota,verbais e não-verbais; e aprender a orientar o comportamento em função do outro (o comportamento humano é inseparável das relações sociais).
Sabemos que a língua é o instrumento responsável pela interação entre os seres humanos, ela é “um fato social, sua existência fundamenta-se nas necessidades de comunicação”( CARDOSO, 1999, p. 15).
A língua é um veículo de comunicação, construímosnossa linguagem, e pouco a pouco, unimos as letras para formar sílabas, depois as palavras, as frases. Nesse conceito a língua não se volta para o discurso entendido somente como a fala, mas, também, enquanto texto escrito.
Observamos que o homem, enquanto investigador de si mesmo, contribuiu para com o desenvolvimento dos conceitos da linguagem e sua utilização. Procuramos neste trabalho,estabelecer uma ponte entre as concepções a respeito da natureza da linguagem e sua implicação no ensino da Língua Portuguesa.
Partindo de uma análise teórica, podemos refletir sobre os problemas da Língua Portuguesa, abrangendo sobre os instrumentos metódicos de ensino: a função social da escola, as práticas de leitura e escrita, a linguagem e participação social.
Um dos objetivosgerais é propiciar ao estudante conhecimentos teórico-metodológicos na pré-escola e no início do Ensino Fundamental, capacitando-o para uma atuação competente e efetiva na escola. Estabelecer o quadro sócio-político-cultural desses conhecimentos e o papel do educando como membro crítico e criativo da sociedade.
Em torno da problemática do ensino de língua portuguesa devemos desenvolver umareflexão de suas especificidades, discutindo as alternativas existentes e as possibilidades de integrar teoria e prática.
O objetivo específico, é estimular a reflexão do estudante frente a questões de ensino-aprendizagem, incluindo o próprio discurso pedagógico, a linguagem da produção textual, a análise lingüística, a leitura e a literatura, favorecendo assim a construção de um conhecimento...
tracking img