Resenha do livro freud criador da psicanálise

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1312 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Livro: Freud - O criador da Psicanálise
Autores: Marco Antônio Coutinho Jorge e Nádia Paulo Ferreira
Coleção Passo a Passo – Terceira Edição
Editora: Zahar (2002)

A coleção Psicanálise Passo a Passo, traz em seu volume 14 um olhar muito abrangente sobre a vida e a obra de Sigmund Freud. “Freud Criador da Psicanálise”, escrito por Marco Antonio Coutinho Jorge e Nádia Paulo Ferreira, o livromostra o inicio da vida de Freud e os caminhos que ele percorreu na construção de sua teoria, assim como os conceitos principais da mesma, conceitos estes, que até os dias de hoje são utilizados como base para o exercício da psicanálise.
Utilizando uma linguagem simples e muito acessível, o que não é muito comum nas literaturas freudianas, os textos trazidos no livro proporcionam ao leitor oprazer da compreensão básica sobre o que foi a obra construída por Freud desde sua identificação com o mundo psíquico na escola de Salpêtrière até os seus últimos dias de vida.
Os primeiros tópicos do livro trazem um apanhado geral da história de Freud, suas relações familiares e até o registro de sua paixão por Martha Bernays. O tópico: “Da anestesia ao amor: da medicina à psicanálise”, conta comoFreud iniciou sua carreira na medicina, o trabalho na clínica geral do Hospital Geral de Viena e os estudos iniciados sobre o uso terapêutico da cocaína. Freud iniciou uma pesquisa sobre o uso desta substância, na ocasião não havia restrições à cocaína e ela ainda não era considerada uma droga. Durante estes estudos sobre o uso da substância, o oftalmologista Carl Koller, presidente doDepartamento de Oftalmologia do mesmo hospital onde Freud trabalhava, iniciou pesquisas em animais, a partir de um artigo publicado por Freud, e a partir daí ficou conhecido por estas pesquisas. O capítulo conta que através de uma manobra Koller induziu o público a acreditar que Freud e ele iniciaram as pesquisas simultaneamente, fato este que não era verdade, porém o blefe do oftalmologista funcionou e eleentrou para a história como o pai da anestesia local.
Freud não levou adiante as pesquisas sobre os efeitos da cocaína, na ocasião, separado de sua noiva Martha há dois anos, teve a oportunidade de ir visitá-la e por conta disso resolveu encerrar logo sua pesquisa.
Após este episódio, Freud recebeu uma bolsa de estudos no Hospital Salpêtrière, em Paris. Neste mesmo hospital o neurologista JeanMartin Charcot se utilizava da hipnose para demonstrar que a histeria era uma doença nervosa que obedecia a determinadas leis e não era apenas uma simulação, como muitos da época acreditavam.
A partir daí começaram as grandes descobertas de Freud, ao se interessar pela pesquisa de Charcot, ele passa a acompanhar as demonstrações clínicas do neurologista e a questionar outras teorias com base nestaobservação. Foi o impacto deste momento que acendeu em Freud a chama pela busca de respostas, e estas respostas que ele buscou constituem as bases de sua teoria sobre a etiologia sexual das neuroses. Após anos de estudos, escutando e trabalhando com pacientes histéricas, Freud inicia uma nova frente de reflexão e de prática clínica: a psicanálise.
Todos os estudos realizados sobre a histeriadesencadearam outras questões e a partir daí os conceitos sobre a psicanálise foram sendo construídos. O livro traz um conceito muito importante, explicado de maneira simples: A experiência analítica revela através da interpretação, pois segundo os estudos de Freud, o inconsciente só se manifesta pela via da deformação, da distorção e da transposição. Sendo assim, uma análise revela nada mais, nadaa menos do que o desejo inconsciente. O tratamento através da psicanálise é voltado para além da cura do sintoma, ele tem o objetivo de reconhecer o desejo.
A extensão da obra de Freud retratada no livro mostra as três obras fundamentais que retratam o inconsciente: A interpretação dos sonhos, A psicopatologia da vida cotidiana e Os chistes e sua relação com o inconsciente.
Ao falar sobre a...
tracking img