Redes e cidades

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1357 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de julho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Redes e Cidades
Eliseu Savéro Sposito
Capítulo 3: Redes e Cidades
Na primeira parte do capitulo três do livro Redes e Cidades, Sposito mostra para seus leitores alguns conceitos de diversos autores sobre o que é Mundialização e Globalização, e seus processos que modificam os espaços de produção e os espaços sociais de países e suas metrópoles.
Quando Sposito fala de mundialização eglobalização, ele se refere aos processos que fazem com que as indústrias, empresas e comunicações tenham uma escala mundial, ocorrendo uma internacionalização da economia global, onde redes são criadas para uma interação entre regiões de países diferentes. Seguindo essa linha de raciocínio, Sposito coloca, baseado em vários autores e em sua própria opinião, os processos que acontecem nos países por causada mundialização/globalização.
O autor cita Delapierre para mostrar particularidades dos processos da globalização, que são as: intensificações dos canais tradicionais da internacionalização, a multifuncionalização da produção, a integração reforçada de todos os países no seio da economia mundial, países simultaneamente importadores e exportadores dos mesmos tipos de produtos. Vê-se também que aarticulação de globalização funciona coma troca de produtos entre economias nacionais e investimentos diretos, com o objetivo de localizar unidades de produção e potenciais consumidores para a fixação de uma unidade de fabricação em regiões estrangeiras onde as condições são mais favoráveis e o custo de mão-de-obra mais barato (Vemos esse tipo de processo em países subdesenvolvidos, onde hospedam,com algumas isenções, indústrias internacionais.). Outra particularidade dos processos de globalização é o domínio do conhecimento que a as organizações e as atividades econômicas passam a ter.
Pierre Veltz, com relação a globalização diz que:

A globalização das firmas é um processo complexo, que não suprime a diversidade das demandas e dos contextos de produção ou de comercialização. Ela é,pelo contrário, uma tentativa de organizar uma diversidade explosiva motivada pela concorrência mundializada que impõe cada vez mais os modos de competição pela “diferenciação”.

E sobre o desenvolvimento das comunicações em um mundo globalizado Ana Fani Carlos fala que:

As comunicações diminuem as distancias tornando o fluxo de informações contínuo e ininterrupto: com isso, cada vez mais olocal se constitui na sua relação com o mundial. Nesse novo contexto, o lugar se redefine pelo estabelecimento e/ou aprofundamento de suas relações numa rede de lugares.

Tomando essas citações em consideração, nota-se que o autor quer passar que para ocorrer a globalização, vários processos de desenvolvimento estruturais, sociais, intelectuais e no âmbito das informações e comunicações tem queestá ligados entre si.
Especificando mais seu texto, Sposito fala sobre as metrópoles que tem um caráter globalizado. As principais características dessas metrópoles mundiais são: Os espaços motores da mundialização cujas ligações, as redes e a hierarquia fundamentam um dispositivo de escalas espaciais locais, regionais, nacionais, continentais e mundiais; São centros de poder que juntam os pólosde comando e de gestão política, econômica, industriais e financeiros; Grande circulação de riquezas, de pessoas, de saberes e de informação; São espaços da produção e da reprodução e com capacidade de articular as interconexões entre os diferentes atores mundiais e entre as escalas geoeconômicas nacionais, continentais e mundiais nas quais elas se inserem. Tem-se assim uma conceituaçãosuperficial do que é uma metrópole global, São Paulo, Nova Iorque, Tóquio são algumas dessas metrópoles globais.
Os sistemas produtivos contemporâneos é um dos temas abordado por Sposito no seu texto. O autor inicialmente fala que o sistema produtivo teve que evoluir, pois era usada a produção fordista que gerou uma crise de produtividade, muitos bens produzidos para poucos compradores, com isso surgiu...
tracking img