Psicologia organizacional da toyota

UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ
CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO (OU CIÊNCIAS CONTÁBEIS)
EAD – ESTÁCIO CAMPUS VIRTUAL

NOME DO AUTOR
Matricula
Turma

PROJETO INTEGRADOR – PARTE I

Local
Data

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO.................................................................................................................... 3
2. O MODELO JAPONÊS DE ADMINISTRAÇÃO DATOYOTA..................................4
3 A PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL DA TOYOTA .................................................. 5
4. OS PROCESSOS DE NEGÓCIOS DA TOYOTA............................................................6
5. CONSIDERAÇÕES FINAIS ............................................................................................. 7
6. REFERÊNCIAS.................................................................................................................. 8

1. INTRODUÇÃO
O sucesso da montadora Toyota está ligado às raízes da Administração Científica com Taylor, Ford e Fayol, no que diz respeito à linha de produção, o chamado “chão de fábrica”.
Fazendo uma comparação entre a Toyota de hoje e o Taylorismo empregado na FORD, durante a Administração Científica, épossível observar a semelhança na questão da definição do tempo padrão em que a Toyota define em suas tarefas através de um cronômetro.
Na segunda fase do Taylorismo, também é possível encontrar semelhanças como a aplicação de métodos de pesquisa para melhorar a execução das tarefas, empregados cientificamente selecionados e treinados e manter uma atmosfera íntima e cordial entre a administração e ostrabalhadores. Contudo, os métodos são mais evoluídos e adaptados aos dias atuais.
Em se tratando de Henry Ford, a Toyota herdou sua principal filosofia, a qualidade, que segundo o Sr. Watanabe é a principal fórmula para a Toyota se tornar líder mundial no mercado, pois para o presidente, é preciso produzir de acordo com os atuais pilares: estoque zero, melhoria contínua e a qualidade na fabricação.A Teoria Clássica da Administração foi idealizada por Henri Fayol. Caracteriza-se pela ênfase na estrutura organizacional, pela visão do homem econômico e pela busca da máxima eficiência.
Sofreu críticas como a manipulação dos trabalhadores através dos incentivos materiais e salariais e a excessiva unidade de comando e responsabilidade.
Paralelamente aos estudos de Frederick Winslow Taylor,Henri Fayol defendia princípios semelhantes na Europa, baseado em sua experiência na alta administração. Enquanto os métodos de Taylor eram estudados por executivos Europeus, os seguidores da Administração Científica só deixaram de ignorar a obra de Fayol quando a mesma foi publicada nos Estados Unidos. O atraso na difusão generalizada das idéias de Fayol fez com que grandes contribuintes dopensamento administrativo desconhecessem seus princípios.
Funções Administrativas: Planejar ,Organizar ,Comandar ,Coordenar ,Controlar
Princípios Básicos: Fayol relacionou 14 princípios básicos que podem ser estudados de forma complementar aos de Taylor:
• Divisão do trabalho ,Autoridade ,Disciplina ,Unidade de comando ,
• Subordinação dos interesses individuais(ao interesse geral) ,Remuneração,Centralização (ou Descentralização) ,Linha de Comando (Hierarquia) ,Ordem ,
• Eqüidade,Estabilidade dos funcionários,Iniciativa ,Espírito de equipe.
• Críticas sobre a Teoria Clássica: Obsessão pelo comando ,A empresa como sistema fechado,Manipulação dos trabalhadores,A inexistência de fundamentação científica das concepções
Sistema Toyota de Produção, também chamado de Produção enxuta e LeanManufacturing, surgiu no Japão, na fábrica de automóveis Toyota, logo após a Segunda Guerra Mundial. Nesta época a indústria japonesa tinha uma produtividade muito baixa e uma enorme falta de recursos, o que naturalmente a impedia adotar o modelo da Produção em massa.
A criação do sistema se deve a três pessoas: O fundador da Toyota e mestre de invenções, Toyoda Sakichi, seu filho Toyoda Kiichiro...
tracking img