Projetos de pequisa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5380 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de fevereiro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Projeto de Pesquisa Temático

Competitividade Financeira das Organizações Brasileiras

RESUMO

Muito se tem discorrido sobre a necessidade de almejar a uma competitividade maior,

que somente sendo mais competitivos é que se vai obter sucesso, crescimento através da

competitividade.

Assim, o objetivo deste projeto é avaliar a competitividade financeira das organizaçõesbrasileiras no contexto internacional. Buscar-se-á também definir o termo competitividade

financeira das organizações, criar metodologias de mensuração e avaliação da mesma e avaliar

a competitividade financeira das organizações brasileiras.

Para isso, serão considerados os principais setores da economia ao longo dos anos.

Serão avaliados os aspectos macroeconômicos, microeconômicos dos setoresde atividade,

considerados a partir da análise financeira das empresas, estrutura de mercado, políticas macro

e microeconômicas, além do estudo do ônus da carga tributária sobre as empresas brasileiras.

Ao longo deste projeto se dará ênfase à utilização de indicadores em conjunto como

forma de reduzir as limitações de cada índice financeiro e abarcar um número maior de

variáveis.1. INTRODUÇÃO

Em muitos setores da atividade econômica observa-se o emprego do conceito de

competitividade como um jargão, não demonstrando sua real importância e necessidade de

estudo.

Primeiramente, cabe destacar a complexidade do assunto. Quando se utiliza o termo

competitividade, envolve-se uma imensidão de variáveis que fazem com que seja necessário 2

especificar o contextono qual se deseja observar, pode-se falar de competitividade entre

empresas, em determinados setores produtivos, numa determinada nação, entre nações, no

curto ou no longo prazo, ex-ante ou ex-post, dentre muitas formas de se mensurar a

competitividade. Enfim, a complexidade do assunto obriga a determinar um foco para análise,

caso contrário pode incorrer no equívoco de utilizar otermo num sentido tão genérico que

denigra seu significado ou relevância.

Para este projeto serão considerados os principais setores da economia, ao longo dos

anos. Serão avaliados os aspectos macroeconômicos, microeconômicos dos setores de

atividade, considerados a partir da análise financeira das empresas, estrutura de mercado,

políticas macro e microeconômicas, além do estudo doônus da carga tributária sobre as

empresas brasileiras.

Serão considerados, não somente os índices financeiros, mas também outros

indicadores que, em conjunto, permitam uma análise mais abrangente e reduzam as limitações

de cada índice.

2. REVISÃO DA LITERATURA

O estudo da competitividade na teoria econômica, apesar de antigo, ganhou grande

impulso em décadas recentes. Os estudosde vantagem comparativa de David Ricardo em

1817 são considerados os primeiros estudos sobre competitividade (SAMUELSON e

NORDHAUS, 1993). Por uma dimensão dita macro da questão, a competitividade vem sendo

abordada como a capacidade de um país, sob condições livres e justas de mercado, de

produzir bens e serviços que atendam às demandas de mercados internacionais ao mesmo

tempo emque geram aumento real da renda de seus cidadãos (PORTER, 2001;

WAHEEDUZZAMAN, 2002). 3

Há também uma dimensão micro, chamada competitividade empresarial. Essa se

ocupa principalmente do estudo da competitividade de organizações, uma vez que são elas, e

não os países, que competem de fato nos mercados internacionais. Essa abordagem,

entretanto, é conduzida mantendo-se em mente queos países de origem oferecem as

condições básicas para o sucesso ou fracasso de uma empresa nos mercados internacionais

(PORTER, 2001) e que a competitividade de um país é mais do que a simples agregação da

competitividade de suas empresas (COUTINHO, 1993). O foco desse estudo é a

competitividade nessa chamada dimensão micro, ou seja, competitividade organizacional.

O ambiente...
tracking img