Projeto biscoito de mel

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1155 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE DE TECNOLOGIA CENTEC – SERTÃO CENTRAL









NATÁLIA PAULINO FERREIRA








DESENVOLVIMENTO DE BISCOITO CONSTITUÍDO DE MEL
















Senador Pompeu - Ce
2011

NATÁLIA PAULINO FERREIRA








DESENVOLVIMENTO DE BISCOITO CONSTITUÍDO DE MEL











Ante Projeto apresentado a professoraClaudene Guerreiro Chaves, como requisito parcial para obtenção de nota na disciplina de Metodologia do Trabalho Cientifico no Curso de Tecnologia em Alimentos da Faculdade Fatec Sertão Central.

















Senador Pompeu - Ce
2011












































“E este João [...]alimentava-se de gafanhotos e mel silvestre” MT 3;4.




SUMÁRIO




1. INTRODUÇÃO 06


2.OBJETIVOS 08


2.1. Geral 09


2.1. Específico 10


3. METODOLOGIA 16


3.1. Material 16


3.2. Método 16


3.3. Analise Sensorial 16


3.4. Aplicação 16


4. CONSIDERAÇÕES FINAIS 16


5. REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS 26ANEXO 27

Cronograma 29



1. INTRODUÇÃO
Conhecido desde a antiguidade, o mel foi durante muito tempo, o único produto doce usado pelo o homem em sua alimentação, até ser substituído gradualmente por açúcares refinados, manufaturados de qualidade incomparavelmente inferior como as extraídas da cana-de-açucar e a beterraba. (BRANCO NETO, 1986).Mas o que seria o mel? “O mel é produzido a partir do néctar que as abelhas armazenam nas flores. É composto de água, glicose, sacarose e alguns minerais e possui mais de 200 aromas diferentes. Como alimento, tem alto valor nutritivo e energético. Também tem emprego medicinal em doenças respiratórias e como cicatrizante, laxante e digestivo”. (SEBRAE, Agronegócios, 2006).

O mel é, naverdade, o único produto doce que contém proteínas e diversos sais minerais e vitaminas essenciais a nossa saúde. É ainda um alimento de alto potencial energético e de conhecidas propriedades medicinais. Além disso, é um dos poucos alimentos de reconhecida ação anti-bactericida que contem em proporções equilibradas: fermentos, vitaminas, minerais, ácidos e aminoácidos.

Do ponto de vistaalimentar, a grande vantagem do mel sobre os açucares refinados está no próprio processo de assimilação de nosso organismo. O açúcar refinado como o de cana-de-açucar, por exemplo precisa de passar pelo um processo de inversão no aparelho digestivo para ser convertido em açúcar simples. Durante esse processo, diversas substancias são ‘roubadas’ de nosso organismo, isto é, nosso corpo extrai preciosassubstancias de suas reservas para auxiliar a digestão do açúcar.

O mel, por outro lado, é um alimento de fácil digestão e prontamente assimilado, constituindo-se em uma fonte de energia.

Vejamos uma corporação: o açúcar refinado só contém sacarose. Em 100g de açúcar, somente 0,1% é composto de água, sendo os 99,9% restantes composto de sacarose. Ao passo que 100g demel contem 17,2% de água, 0,4 a 0,8% de proteínas (aminoácidos) 81,3% de açucares compostos de 38,19% de frutose; 31,28% de glucose; 5% de sacarose; 6,83 de maltose e outros dissacarídios; e o restante de amido e outros polissacaridios a eles se agregam 3,21% de vitaminas, sais minerais, oligoelementos, substancias bactericidas, como segue: 3,5 mg de vitamina C; 5 mg de sódio; 10 mg de potássio; 5mg de cálcio; 6 mg de manganês; 0,6 de ferro; 16,0 mg de cobre; 33 mg de fósforo; 5 mg de enxofre e outras substancias em ínfimas quantidades, mas com efeitos certos a favor do organismo” (BRANCO, NETO, 1986)

“A utilização do mel na nutrição humana não deveria limitar-se apenas a sua característica adoçante como excelente substituto do açúcar, mas principalmente ao equilíbrio dos...
tracking img