Patriarcas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (275 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
TEXTO JUIZES (Capítulo12 : 1 – 6)
LINGUA X IDENTIDADE

O TEXTO ABAIXO NARRA A HISTÓRIA DO EXÉRCITO DOS EFRAIMITAS, QUE É UMA DAS DOZE TRIBOS DE ISRAEL QUE CRUZOU OJORDÃO PARA ENFRENTAR JEFTÉ O CHEFE MILITAR DE GILEADE ERA EXIGIDO DE JEFTÉ O DIREITO DE DIVIDIR A GLORIA MESMO SEM TER PARTICIPADO DO COMBATE. O GENERAL ENTÃO EM RESPEITOABRIU O COMBATE E VENCEU. ENTÃO OS EFRAIMITAS EM FUGA TENTARAM CRUZAR O JORDÃO, PORÉM TERIAM QUE ENFRENTAR DE CARA OS HOMEMS DE JEFTÉ, O QUAL TINHA ORDEM DE EXECUTA-LOS.PARA PENEIRAR A FRONTEIRA, OS GILEADITAS OBRIGARAM A CADA UM QUE PASSAVA A DIZER A PALAVRA “CHIBOLETE” (TRANS LITERAÇÃO DE ESPIGA EM HEBRAICO), POIS SABIAM QUE ERA DIFÍCILA PRONÚNCIA A QUEM USAS O DIALETO DA TRIBO DE EFRAIM.
OS EFRAIMITAS FORAM ENVERGONHADOS AO PASSAR PELO TESTE, POR MAIS QUE EVITASSEM PRONUNCIAVAM “SIBOLETE”. PORÉM ESTASPALAVRAS POSSUEM O MESMO SIGNIFICADO, MAS A PALAVRA CHIBOLETE JÁ ERA UM DIALETO EFRAIMITA.
SIMBOLICAMENTE, A PALAVRA CHIBOLETE GERA VIDA E SIBOLETE A MORTE LOGO QUEMFALAVA CHIBOLETE E NÃO EFRAIMITA E FICAVA VIVO.

RAZÕES DA DIFERENÇA DA PRONÚNCIA

OS EFRAIMITAS AO CHEGAREM A TERRA PROMETIDA NÃO PASSARAM O JORDÃO E FICARAM DISTANTEDOS DEMAIS E ISTO FOI O MOTIVO PARA ELES PERDEREM A PRÓPRIA IDENTIDADE E CRIARAM DIALETO PARA SI. ISTO RESULTOU NA MORTE DE 42.000 PESSOAS.
QUANDO FALAMOS, TEMOS A ILUSÃODE ACHAR QUE COMUNICAMOS SÓ UM CONTEÚDO INTENCIONAL, MAS HÁ OUTRAS INFORMAÇÕES TRANSMITIDAS ENQUANTO SE FALA, NÃO DIZ APENAS AQUILO QUE DIZ.
POR ISSO É IMPORTANTE UTILIZARCORRETAMENTE A LINGUAGEM, POIS PODE RESSALTAR EM DIFERENTES TRADUÇÕES E INTERPRETAÇÕES E COLOCANDO-SEEM SITUAÇÕES CONSTRANGEDORAS, COMO ACONTECEU COM O POVO EFRAIMITA.
tracking img