Nova apostila de enologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 90 (22434 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UMA HISTÓRIA DAS BEBIDAS ALCOÓLICAS



A importância das bebidas alcoólicas na sociologia da história humana é pouco conhecida. Entretanto, a própria história positivista e respaldada por métodos científicos comprobatórios, registra esporádica e aleatoriamente na saga das sociedades humanas o que esse homem comeu, bebeu, trajou, onde residiu, assim como de que forma se divertiu, curou econsolou. A manufatura, a produção e o comércio da época moderna respaldaram-se exatamente neste tipo de mercadorias: alimentos, bebidas, drogas e tecidos. O álcool apresenta duas faces em que o maniqueísmo manifesta-se de acordo com os critérios sociais, religiosos ou políticos: os danos deletérios do álcool e seu uso excessivo, com enfermidades, vício, demência, assim como, antagonicamente,todas as formas de celebração, de festa, de convívio social, que costumam ser permeadas por esse mesmo elemento.
Segundo Carneiro[1]: “o brinde festivo, o uso do vinho como representação cristã ou a refeição acompanhada por uma cerveja ou caipirinha são expressões da importância sociocultural dos múltiplos usos das bebidas”. O álcool como questão filosófica evoca o debate sobre a natureza desuas influências na mente humana e dos estados alterados de consciência por ele induzidos. Ao longo da expansão comercial, o álcool constituiu-se num alimento-droga, cujo consumo acompanhava a comida, como o apaziguamento da dor e o entusiasmo da festa.
Adam Smith, apesar de reconhecer os malefícios do álcool, propõe seu comércio livre. Entretanto, Marx & Engels identificam o papel do álcoolcomo um consolo inevitável, da única maneira de se suportar a dor da exaustão no trabalho. Lê-se num trecho do clássico O Capital: “É natural, portanto, que a embriaguez reine nesta classe desde a infância”.



1.1. A saga dos fermentados: o vinho e a cerveja



Supõe-se que o primeiro contato do nosso antepassado primitivo, o proto-homem, com a bebida alcoólica[2] foi ao ingeriruma fruta fermentada naturalmente, pelo ataque de leveduras selvagens no rompimento de sua casca, transformando a glicose em álcool etílico e gás carbônico. Desde então, essa transformação acompanha a evolução da civilização, sendo fator determinante, muitas vezes, na identidade, simbolismo e até valorização da cultura de cada povo e localidade. Franco[3] diz que a mitologia e o simbolismo antigoatribuem a vinha e ao vinho, como bebida, poderes regenerativos e capacidade de aproximar o homem da divindade. A bebida desde então serviu como elemento de rituais religiosos, festivos, e muitas vezes medicinais, numa alternância de seu sentido social.
Dos efeitos estimulantes ou relaxantes provocados pelo consumo das mais diversas formas e expressões de bebidas, com exceção da água, até aperda de sentidos coletivos como fenômeno social, a bebida alcoólica assim como outras bebidas como o chocolate, o café e o chá, sempre foram ao longo da história humana elos promotores da sociabilidade entre os indivíduos membros de diferentes culturas e procedências.
As bebidas alcoólicas estão no âmago de todas as celebrações sociais desde os primórdios da civilização. O apreço por seusatributos gustativos, nutritivos, diuréticos e digestivos, além dos efeitos inebriantes, fez com que este elemento estivesse presente em rituais das mais distintas naturezas. Desde que as primeiras comunidades se iniciaram no cultivo de grãos e frutos, com o advento da agricultura, é possível precisar a importância que as bebidas tiveram como prazer humano.
As parreiras viníferas parecem terorigem na região sul do mar Negro e sudoeste da cadeia dos Cáucasos. Essa área corresponde aos territórios da Turquia, Armênia e da Geórgia e nela floresceram, na era neolítica, os reinos da Anatólia, dos hititas, e da Armênia. Lá foram encontrados os mais antigos vestígios conhecidos de videiras. Mais relevante é o fato que, em sítios arqueológicos da área, estudiosos dessas civilizações...
tracking img