Idosos no mercado de trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2306 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O IDOSO NO MERCADO DE TRABALHO BRASILEIRO
2.1 Tendência Temporal
As informações das PNADs permitem observar 25 anos de comportamento das
taxas de atividade1 da população de 60 anos e mais no Brasil — de 1977 a 2002.
A tendência do período, que pode ser observada no Gráfico 1, revela relativo
declínio na participação masculina, tendência intensificada nos anos 1990, mas
que tudo indica estarsendo arrefecida na década atual.2 Quanto à tendência da
participação feminina, esta demonstra um comportamento mais estável, com as
taxas de participação das mulheres idosas girando em torno dos 10%.3 Dessa
forma, as evidências para as três últimas décadas demonstram não estar ocorrendo
no Brasil o decrescimento dos níveis da atividade econômica dos idosos, a exemplo
do que a literaturainternacional sugere ocorrer na maior parte dos outros países.
1. A taxa de atividade — ou taxa de participação — é igual à População Economicamente Ativa (PEA) dividida pela população em cada
grupo específico.
2. As interrupções nas séries do Gráfico 1 referem-se aos anos censitários (1980 e 1991), quando usualmente as PNADs não vão a
campo.
3. A profunda reformulação metodológica da PNADocorrida entre 1990 e 1992 gerou, como conseqüência, a elevação das taxas de
participação, sobretudo de mulheres, de idosos e daqueles engajados nas atividades agrícolas. Embora as taxas do Gráfico 1 tenham sido
estimadas através de filtros específicos que procuram recompor o conceito pré-1992, de forma a preservar a comparabilidade da série, já
foi demonstrado que não é possível eliminar totalmenteo efeito da sobreenumeração da nova PNAD [ver Barros e Mendonça (1997)],
com o que os níveis de atividade a partir de 1992 permanecem acima dos do final dos anos 1980. As mudanças metodológicas da
chamada “nova PNAD” estão fartamente documentadas na literatura [ver Bruschini e Lombardi (1996)].
OS IDOSOS NO MERCADO DE TRABALHO: TENDÊNCIAS E CONSEQÜÊNCIAS 455
Em contrapartida, do ponto devista das tendências demográficas mais recentes,
a estrutura etária da PEA brasileira torna-se a cada ano mais envelhecida, o
que significa que o peso relativo da população idosa tende a crescer continuamente
e ainda por muitas décadas. Assim, o resultado final, revelado no Gráfico 2, é o
nítido crescimento da proporção da PEA de 60 anos e mais. Em termos prospectivos,
a tendência parece serclara. O trecho pontilhado das linhas do Gráfico 2, tanto para
homens quanto para mulheres, refere-se a projeções da PEA em que se considera
basicamente o efeito da componente demográfica do envelhecimento populacional,
e mantêm-se os níveis atuais das taxas de atividade masculinas. Para as taxas femininas,
considera-se o ainda provável crescimento da participação das mulheres no
mercado detrabalho, dado o espaço que ainda há para que isso ocorra.4
4. As proporções da PEA projetadas nesse cenário baseiam-se em projeções realizadas no âmbito do projeto “Demografia do Mercado
de Trabalho Brasileiro” do convênio entre o Ministério do Trabalho e Emprego e o Cedeplar/UFMG.
456 SIMONE WAJNMAN – ANA MARIA H. C. DE OLIVEIRA – ELZIRA LÚCIA DE OLIVEIRA
Com base nesse cenário, podemos prever umintenso crescimento da participação
de idosos na PEA. De fato, projeta-se que, em duas décadas, a proporção
de homens idosos na PEA masculina estará perto de 10% (quase o dobro dos
5,9% atuais) e a de mulheres idosas em torno de 6% (atualmente são 3,4%). Mais
importante ainda é considerar que, a essa altura, a PEA idosa estará crescendo a
uma taxa anual estimada em 3,6% a.a., e, para o mesmoperíodo, estima-se que a
PEA total terá crescimento muito próximo do nível de reposição, ou seja, em
torno de zero.5 Assim, em termos de perspectivas de necessidades de geração de
empregos, esse será o grupo a pressionar o mercado de trabalho, com um incremento
da ordem de aproximadamente 300 mil idosos sendo somados cada ano à
PEA de 60 anos e mais.6
Tal tendência de crescimento da...
tracking img