Estudo de caso polishop

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1406 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Centro Universitário FIEO
UNIFIEO






Marketing Empresarial B2B
Estudo de Caso Polishop




Bruna Mendonca
Prof. Ms. Ariana Carril MEndes






Maio – 2012
Osasco - SP

Introdução

A proposta deste trabalho, dentro da disciplina Marketing Empresarial B2B, é apresentar um estudo de caso de uma empresa que esteja presente na Internet, e levantar suas estratégias deMarketing, observando a modalidade Marketing Eletrônico:

1) Como e quando entrou na Internet
2) O que comercializa
3) Quais são suas metas e objetivos
4) Dificuldades do Marketing Eletrônico

A empresa escolhida foi a Polishop, e as fontes de pesquisa foram sites na Internet.







Proprietário: João Appolinário

Fundação: 1999

Empresa brasileira de varejo multicanal, que atuano mercado desde 1999, cujo faturamento anual chega a R$ 1 bilhões por ano.

Linha do tempo Polishop

1999 – Day Diet, um revolucionário sistema de dieta alimentar

2000 – E-Commerce

2001 – Estruturação do Call Center e ampliação da linha de produtos

2002 – Revista Impressa e fortalecimento da marca no Brasil

2003 – Polishop Store

2004 – Canal próprio via satélite

2005 –45 lojas físicas e 2 milhões de Revista Impressa distribuídas

2006 – Parcerias com grandes marcas e novos produtos

2007 - Expansão para América do Sul, EUA e Europa

2008 – Novos estúdios preparados para tecnologia digital

2009 – 110 lojas nos principais shoppings center do Brasil

2010 – Rede de lojas presentes em 20 estados, somando mais de 20.000m2 de área de vendas. Reformulaçãodo site (mais atrativo e funcional). Ampliação da rede parcerias corporativas

2011 – Mantendo a reputação de empresa Multicanal, a Polishop lança Polishop Com Você
Polishop com você

Um programa para pequenos empreendedores, que proporciona treinamento dos produtos Polishop, bem como desconto na sua aquisição. O investimento inicial é menor que R$ 600,00.Sobre a fundação

Idéia inicial: trazer produto de fora, que não era vendido no Brasil.
O Seven Day Diet, programa de dieta alimentar, criado pelo nutricionista americano Gary Smith, era sucesso de vendas nos Estados Unidos, no entanto, no Brasil, as drogarias ainda não tinham licença para sua comercialização.

Tomando conhecimento do produto por meio de Carlos Agostinho Piresda Cruz, João Apolinário interessou-se pelo seu conceito. Em parceria com Emerson Fittipaldi, sogro de Agostinho, estabeleceram uma sociedade, para divulgar o produto pela televisão e em revistas e vender pelo Call Center.
.A tabela abaixo mostra a estrutura inicial da sociedade, cuja composição atual é 100% João Apolinário
Fundadores: Carlos Agostinho Pires da Cruz, 10%Emerson Fittipaldi, 42% (imagem na divulgação do produto)
João Apolinário: 48%

Estratégias de vendas

1) Ampla Exposição na mídia
=> Televisão: Próprio canal 24 horas (30 mi lares) + 90 horas adquiridas na grade de programação de outras emissoras (180 mi pessoas), o que equivale a 5 dias de programação ininterrupta de um canal de televisão e, obviamente, a umaexposição maior do que qualquer outra empresa do ramo. A Polishop é líder em vendas pela TV e destaque nos rankings de maiores anunciantes do Brasil (na frente de Kia Motors, Telefônica, Natura e Carrefour).
=> Catálogos
=> Folhetos anexos a faturas de cartões de crédito
=> Banners em sites
=> Mídia impressa: Revista Idéias – distribuída a cada 45 dias para os clientes
2) MulticanaisObjetivo: proporcionar opções e atender o cliente onde ele está. A visão do empresário e a experiência comprovam que um canal não tira o cliente do outro; pelo contrário, eles se complementam.
=> Lojas físicas: Em 2001, atingiu 150 lojas próprias, presentes em Shoppings Center de 20 Estados brasileiros. Responsável por 50% do faturamento
=> Call Center: 7/4 de atendimento ativo e receptivo
=>...
tracking img