Estudo de caso polishop

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1258 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Marketing Empresarial B2B
Estudo de Caso Polishop

Maio – 2012
Osasco - SP

Introdução

A proposta deste trabalho, dentro da disciplina Marketing Empresarial B2B, é apresentar um estudo de caso de uma empresa que esteja presente na Internet, e levantar suas estratégias de Marketing, observando a modalidade Marketing Eletrônico:

1) Como e quando entrou na Internet
2) O que comercializa3) Quais são suas metas e objetivos
4) Dificuldades do Marketing Eletrônico

A empresa escolhida foi a Polishop, e as fontes de pesquisa foram sites na Internet.

Proprietário: João Appolinário

Fundação: 1999

Empresa brasileira de varejo multicanal, que atua no mercado desde 1995, cujo faturamento anual chega a R$ 1 bilhões por ano.

Linha do tempo Polishop

1999 – Day Diet, umrevolucionário sistema de dieta alimentar

2000 – E-Commerce

2001 – Estruturação do Call Center e ampliação da linha de produtos

2002 – Revista Impressa e fortalecimento da marca no Brasil

2003 – Polishop Store

2004 – Canal próprio via satélite

2005 – 45 lojas físicas e 2 milhões de Revista Impressa distribuídas

2006 – Parcerias com grandes marcas e novos produtos

2007 - Expansão para América do Sul,EUA e Europa

2008 – Novos estúdios preparados para tecnologia digital

2009 – 110 lojas nos principais shoppings center do Brasil

2010 – Rede de lojas presentes em 20 estados, somando mais de 20.000m2 de área de vendas. Reformulação do site (mais atrativo e funcional). Ampliação da rede parcerias corporativas

2011 – Mantendo a reputação de empresa Multicanal, a Polishop lança Polishop ComVocê

Sobre a fundação

Idéia inicial: trazer produto de fora, que não era vendido no Brasil

Fundadores: Carlos Agostinho Pires da Cruz, 10%
Emerson Fittipaldi, 42% (imagem na divulgação do produto)
João Apolinário: 48%

Estratégias de vendas

1) Ampla Exposição na mídia
=> Televisão: Próprio canal 24 horas (30 mi lares) + 90 horas adquiridas nagrade de programação de outras emissoras (180 mi pessoas), o que equivale a 5 dias de programação ininterrupta de um canal de televisão e, obviamente, a uma exposição maior do que qualquer outra empresa do ramo. A Polishop é líder em vendas pela TV e destaque nos rankings de maiores anunciantes do Brasil (na frente de Kia Motors, Telefônica, Natura e Carrefour).
=> Catálogos
=> Folhetosanexos a faturas de cartões de crédito
=> Banners em sites
=> Mídia impressa: Revista Idéias – distribuída a cada 45 dias para os clientes
2) Multicanais
Objetivo: proporcionar opções e atender o cliente onde ele está. A visão do empresário e a experiência comprovam que um canal não tira o cliente do outro; pelo contrário, eles se complementam.
=> Lojas físicas: Em 2001, atingiu 150 lojaspróprias, presentes em Shoppings Center de 20 Estados brasileiros. Responsável por 50% do faturamento
=> Call Center: 7/4 de atendimento ativo e receptivo
=> Multinível – sistema de venda de porta em porta, que pode elevar em muito o faturamento
3) Explicar o produto e não vendê-lo
4) Exclusividade dos produtos (95% são vendidos exclusivamente pela Polishop)
5)Não ter funcionáriosterceirizados
6) Negociação do preço dos produtos comprados para comercialização
7) Moderna estrutura montada para a produção dos infomerciais
8) Fazer uma marca desconhecida tornar-se desconhecida, sabendo vender o conceito do produto. Ex. grill George Foreman . Eles não vendem um girll, e, sim, um sonho a praticidade e outros atributos. Em 2006, foi vendido 1 mi de unidades grill no Brasil. 80% dessetotal eram dos produtos George Foreman, e metade de suas vendas foi feita pela Polishop (400 mil unidades).

Metas de crescimento

Metas de crescimento

* Uma nova loja a cada 17 dias, sendo que, em 2020, o total será de mais de 300 lojas a mais na rede
* Atualmente na Argentina, Peru, Chile, Espanha e EUA, pretende se expandir para todos os países de línguas portuguesa e espanhola
*...
tracking img