Dificuldades de aprendizagens na leitura e na escrita

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1089 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de dezembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
MULTIRON- Associação Multidisciplinar de Rondônia
Pós-Graduação: Psicologia e Orientação Educacional

PRÁTICA EM ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL

Prof. Margarida Arcari

Acadêmicas:
Alessandra Adimar da Cunha Santos
Angela Maria Anselmo Pereira
Cleusely Mendes Leal
Marcia Resende de Oliveira Sotté
Nereidi Rocha Budniak

Jaru/RO
2010
PRÁTICA EM ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL

Dificuldadesde aprendizagens na leitura e na escrita

Saravali traz uma explicitação bastante comum no contexto escolar “falar em dificuldades de aprendizagens é algo corriqueiro e comum [...]”, (2010, p. 1), isso pode ser percebido na entrevista com a orientadora, bem como a fala apresentada pela mãe da criança que será à partir de agora colocada em evidencias.

Ainda segundo a autora oconceito do termo dificuldade é bastante variável, e essas variações recai sobre a responsabilidade do Orientador Educacional, onde segundo a entrevistada bem como autores estudados ao longo do curso o diagnóstico de um dado problema deve ser realizado com muita cautela evitando equívocos que possam dificultar ainda mais a resolução do problema, um dos meios mais seguros é a realização de um trabalhoem parceria, com toda equipe escolar, principalmente a equipe pedagógica, pois é imprescindível que a detectação do problema parta do professor,

Todavia aos docentes cabe um papel fundamental e primordial, na qual, o de sempre repensar as experiências didáticas que estão sendo oferecidas aos sujeitos que não aprendem, e sobretudo, considerar quais foram as reais chances deinteração e de construção dos objetos de conhecimento que essas crianças tiveram. (SARAVALI, 2010, p. 01).

Contudo o papel primordial ser de incumbência do professor torna-se essencial que ele seja coadjuvado por outros profissionais, como o supervisor escolar que por sua vez dará subsídios necessários ao educador acrescentando a busca de estratégias que venha facilitar o processo,realização de estudos entre outros, o orientador educacional que buscará a criação de vínculos entre o professor, aluno, escola e família.

Entendendo que a dificuldade demonstrada pela criança pode ser oriunda de muitos problemas o contato direto (realização de uma anamnese) é indispensável, sendo que este método de trabalho também é abordado por Saravali (2010, p. 3). Esta também foi umadas atividades fundamentais mencionada pela orientadora entrevistada que está a 1 ano e meio atuando nesta função.

A entrevistada assegura, embora tendo uma formação específica para atuação de sua função ainda se depara com algumas dificuldades para realização de suas atividades, pois não há como agir sem a ajuda da família, especialmente no caso da criança observada, pois a suadificuldade (aprendizagem da leitura e da escrita) influencia em todo o seu rendimento escolar, ela se destaca um pouco no raciocínio lógico, porém a falta de habilidade na leitura e escrita complica na compreensão do enunciado das questões e sempre que procurou a interação da família não se obteve êxito, os pais trabalham fora apresentando uma jornada de trabalho bastante extensa e a criança não podecontar com a ajuda dos pais, além do mais a situação social, deixa a desejar...

A criança observada já está cursando o terceiro ano do ensino fundamental de nove anos, e isso segundo a orientadora agrava ainda mais o problema, pois ao perceber-se com habilidade menor que seus colegas de sala a criança tende a chamar a atenção de alguma forma que neste caso se destaca por indisciplinas, oque se pode perceber tanto na fala da orientadora, quanto em observação é que a detectação do problema e a busca de alternativas que viessem acalhar o problema deveria ter vindo desde o primeiro ano escolar, que segundo Kétilla (2010) o caso pode ter fortes ligações com o desenvolvimento da fala, podendo aí ser envolvido além dos serviços de orientação educacional a ajuda da família e quem sabe...
tracking img