Cromatografando com giz

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1015 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Resumo
Conforme a experiência realizada, a partir da extração de caroteno e clorofilas e a separação desses constituintes através de técnicas cromatográficas utilizando giz, pode-se perceber quais amostras eram apolar ou polar.

























Introdução

Um dos problemas que continuamente desafiam os bioquímicos é a separação e a purificação de um oumais compostos de uma mistura complexa. Cromatografia é um processo físico de separação, no qual os componentes a serem separados distribuem-se em duas fases: fase estacionária e fase móvel. A fase estacionária pode ser um sólido ou um líquido disposto sobre um suporte sólido com grande área superficial. A fase móvel, que pode ser gasosa, líquida ou ainda um fluido supercrítico, passa sobre a faseestacionária, arrastando consigo os diversos componentes da mistura. (PERES, T. B., 2002)
A cromatografia em giz é um método físico-químico de separação. Ela está fundamentada na migração diferencial dos componentes de uma mistura, que ocorre devido a diferentes interações, entre duas fases imiscíveis, a fase móvel e a fase estacionária. A grande variedade de combinações entre fasesmóveis e estacionárias a torna uma técnica extremamente versátil e de grande aplicação. (DEGANI, A. L., 1998)
O termo cromatografia foi primeiramente empregado em 1906 e sua utilização é atribuída a um botânico russo ao descrever suas experiências na separação dos componentes de extratos de folhas. Nesse estudo, a passagem de éter de petróleo (fase móvel) através de uma coluna de vidropreenchida com carbonato de cálcio (fase estacionária), à qual se adicionou o extrato, levou à separação dos componentes em faixas coloridas. Este é provavelmente o motivo pelo qual a técnica é conhecida como cromatografia (chrom = cor e graphie = escrita), podendo levar à errônea idéia de que o processo seja dependente da cor. (COLLINS, C.H.; BRAGA, G.L. e BONATO, 1993).
Apesar desteestudo e de outros anteriores, que também poderiam ser considerados precursores do uso dessa técnica, a cromatografia foi praticamente ignorada até a década de 30, quando foi redescoberta. A partir daí, diversos trabalhos na área possibilitaram seu aperfeiçoamento e, em conjunto com os avanços tecnológicos, levaram-na a um elevado grau de sofisticação, o qual resultou no seu grande potencial deaplicação em muitas áreas. (LOUGH, W.J. e WAINER, I.W., 1995).
A cromatografia envolve uma série de processos de separação de misturas, acontece pela passagem de uma mistura através de duas fases: uma estacionária (fixa) e um móvel. A interação dos componentes da mistura com estas duas fases é influenciada por diferentes forças intermoleculares, incluindo iônica, bipolar, apolar, eespecíficos efeitos de afinidade e solubilidade. (CHAVES, M.H., 1997)
A cromatografia pode ser utilizada para a identificação de compostos, por comparação com padrões previamente existentes, para a purificação de compostos, separando-se as substâncias indesejáveis e para a separação dos componentes de uma mistura. As diferentes formas de cromatografia podem ser classificadas considerando-sediversos critérios: (ANDRADE, J.B.; PINHEIRO, H.L.C.; LOPES, W.A.; MARTINS, S.; AMORIM, A.M.M. e BRANDÃO, A.M., 1995).
































Objetivos

Identificar se as amostras são polares ou apolares.

























Parte Experimental
Materiais e Reagentes:

O experimento envolve a extração das clorofilas,carotenos dentre outros presentes no espinafre, alface, cenoura e beterraba com o auxilio de solvente e posterior emprego de técnicas cromatográficas para a visualização e separação dos componentes.

• Cuba cromatográfica
• Giz inteiro
• Acetona (etanol) e hexano ou éter de petróleo
• Etanol
• Folha de espinafre seca...
tracking img