Comportamento organizacional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1649 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Resumo
O campo do comportamento organizacional foi concebido na década de sessenta por pesquisadores britânicos como disciplina emergente e quase independente, que se apoiaria e a outras disciplinas já estabelecidas como Psicologia, Sociologia e Economia, devendo constituir uma área de teorização e pesquisa em que as atividades organizacionais seriam o objeto de estudo e não um contexto paraonde conhecimentos seriam simplesmente transferidos e aplicados. O presente texto apresenta uma síntese da evolução do comportamento organizacional, tendo como ênfase o impacto que a estruturação do campo em níveis de análises, a sua riqueza teórica e a ausência de normalização pode ter sobre as medidas das variáveis. Questões referentes às medidas são também analisadas quanto à representação teóricados conceitos através de itens, precisão das escalas, validade discriminante entre medidas de conceitos correlatos, bem como quanto à sintonia entre as medidas e a evolução da dinâmica organizacional face às constantes e aceleradas mudanças presentes nas organizações.
Introdução
A partir do reconhecimento de sua existência, estipulada para a década de sessenta por pesquisado- res. ingleses, ocampo do comportamento organizacional (CO) recebeu diversas conceituações e teve sua evolução marcada por diferentes tentativas de determinar os níveis de sua estrutura, as variáveis que compunham os temas de seu interesse, bem como as disciplinas que ofereciam contribuições à compreensão dos temas que lhe fosse atribuído.
Durante quatro décadas de existência o CO foi adquirindo solidez, sejaatravés das diversas publicações que procuravam divulgar nos meios científicos e acadêmicos as suas bases teóricas, seja porque passou a ser utilizado como referencial em cujo bojo aninharam-se proposições teóricas e pesquisas sobre as atividades organizacionais. Nota-se que o processo de solidificação do CO teve como fator contribuinte o deslocamento, para o âmbito de seu interesse, de temasisolados antes integrantes de outras disciplinas. Da Psicologia Industrial/Organizacional vieram, por exemplo, proposições teóricas sobre as variáveis, satisfação no trabalho e comprometimento organizacional; da Sociologia os temas cultura e poder nas organizações; da Ciência Política foram incorporados os conhecimentos sobre conflitos e política nas organizações. Ao abarcar sob o seu lastro deinteresses temas complexos e portadores de divergências conceituais e metodológicas em sua disciplinas de origem, o CO tornou-se uma área de teorização e pesquisa repleta de questões, podem-se destacar aquelas referentes às medidas das variáveis ,assunto central deste texto.O presente trabalho apresentará uma discussão acerca dos impactos que a estrutura,a riqueza teórica e a ausência de normalizaçãopodem ter sobre as medidas de CO.Para uma compreensão adequada das questões sobre o assunto,faz-se antes necessário apresentar uma síntese da evolução de sua concepção e das proposições acerca da sua estrutura.
Definições e estruturação do campo do comportamento organizacional
As primeiras tentativas para delimitar o campo do CO surgiram na década de 60, quando Pugh (1966; 1969)definiu-o como estudo da estrutura e do funcionamento de organizações e do comportamento de grupos e indivíduos dentro delas, defendendo a idéia de tratar-se de uma ciência emergente e quase independente, apoiada em outras disciplinas como Psicologia, Sociologia e Economia.
Uma das preocupações iniciais daqueles estudiosos que procuravam delimitar o campo do CO era diferenciá-lo da PsicologiaIndustrial/Organizacional, argumentando que as atividades organizacionais constituíam um objeto de estudo e não um contexto para onde conhecimentos psicológicos seriam simplesmente transferidos e aplicados. Ancorados nesta s suposições, Payne e Pugh (1971), dois estudiosos ingleses, apresentaram um dos primeiros esquemas conceituais (modelos) para o CO, com quatro níveis de análise: indivíduos, equipes ou...
tracking img