Calculo 2

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2651 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ERROS
EM
QUÍMICA ANALÍTICA

O PROCESSO ANALÍTICO

ERROS EM QUÍMICA ANALÍTICA

O resultado de uma análise química é antecedido
de uma série de etapas de amostragem e
manipulação de amostras;
MESMO QUÍMICOS ANALÍTICOS
EXPERIENTES PODEM COMETER FALHAS
PRIMÁRIAS na escolha e execução de um
método analítico.

FALHAS QUE COMPROMETEM OS
RESULTADOS EXPERIMENTAIS
Exemplos:•Amostragem estatísticamente não
representativa;
•Inadequação de procedimentos de limpeza de
materiais e acessórios analíticos;
•Escolha errada do grau de pureza dos
reagentes;
•Escolha inadequada do método analítico

AVALIAÇÃO DE DADOS ANALÍTICOS

Em QA é usual o procedimento repetitivo de
análise (análises em replicatas);

Um resultado baseado em uma única análise, ou
medida, não éCONFIÁVEL devido à incerteza
resultante de possíveis erros (sistemáticos ou
aleatórios) cometidos ao longo do procedimento
de análise.

AVALIAÇÃO DE DADOS ANALÍTICOS
É necessário DISCERNIMENTO para a
interpretação correta dos dados obtidos

Uso da ESTATÍSTICA no TRATAMENTO DE
DADOS

CONFIABILIDADE DE DADOS
ANALÍTICOS
INFELIZMENTE, não existe nenhum método
simples e amplamente aplicávelpara a
determinação da CONFIABILIDADE de um
dado com ABSOLUTA CERTEZA
Mesmo nos laboratórios mais modernos, NÃO se
pode ter certeza se o DADO obtido
experimentalmente expressa um RESULTADO
VÁLIDO devido a FATORES NÃO
CONTROLÁVEIS E INEVITÁVEIS, inerentes
das leis naturais

AVALIAÇÃO DE DADOS ANALÍTICOS

O uso da ESTATÍSTICA na análise dos DADOS
EXPERIMENTAIS é de extrema importânciapara que um resultado analítico possua uma
CONFIABILIDADE ACEITÁVEL.

AVALIAÇÃO DE DADOS ANALÍTICOS

A CONFIABILIDADE necessária para um
resultado justifica o esforço extra requerido
para que análises em replicatas sejam
realizadas, uma vez que os resultados
individuais de um conjunto de medidas
raramente são iguais.

AVALIAÇÃO DE DADOS ANALÍTICOS

As variações dos resultados aoredor da média
permitem verificar os erros e as incertezas
analíticas, inerentes de todo o procedimento
experimental para assegurar a precisão e a
exatidão dos resultados de uma análise

CARACTERIZAÇÃO DE MEDIDAS E
RESULTADOS

CARACTERIZAÇÃO DE MEDIDAS E
RESULTADOS
MEDIDAS DE TENDÊNCIA CENTRAL
(Média e mediana)
MEDIDAS DE DISPERSÃO
(Faixa; Desvio em relação à média; Desvio-padrão;Variância)

MEDIDAS DE TENDÊNCIA CENTRAL

MÉDIA E MEDIANA

Na maioria das vezes o melhor resultado está
situado ao redor de um VALOR CENTRAL,
definido como média ou mediana

MEDIDAS DE TENDÊNCIA CENTRAL
MÉDIA
É obtida pela divisão da soma das réplicas de
medidas pelo número de medidas do conjunto:

= valores individuais
= réplicas de medidas

EXEMPLO:

MÉDIA:

MEDIDASDE TENDÊNCIA CENTRAL
MEDIANA
É o resultado central quando as réplicas de
dados são organizadas de acordo com uma
sequência crescente ou decrescente de valores

EXEMPLO:

MEDIANA:

Para um número par de resultados, a mediana é
determinada pela média do par central

CARACTERIZAÇÃO DE MEDIDAS E
RESULTADOS
MEDIDAS DE DISPERSÃO
A média e a mediana fornecem uma estimativa
do valorverdadeiro;

A dispersão de medidas individuais fornece uma
estimativa da variabilidade das medidas
individuais em relação à medida da tendência
central.

MEDIDAS DE DISPERSÃO

Maneiras comuns de medidas de dispersão são:
•Faixa;
•Desvio em relação à média;
•Desvio-padrão;
•Variância;

MEDIDAS DE DISPERSÃO
FAIXA

É a diferença entre o maior e o menor valor em
um conjunto dedados:
Faixa = Xmaior – Xmenor
Exemplo:
Faixa =

MEDIDAS DE DISPERSÃO
DESVIO EM RELAÇÃO À MÉDIA, di
Mostra quanto um resultado individual (Xi)
difere da média:
di =

MEDIDAS DE DISPERSÃO
DESVIO-PADRÃO
Descreve a dispersão de medidas individuais ao
redor da média:

MEDIDAS DE DISPERSÃO
DESVIO-PADRÃO
Também pode ser reportado como:
- Desvio-Padrão Relativo (DPR)
DPR =

-...
tracking img