• Historia do direito
    e suas escolas, que passo a narrar adiante, onde o objetivo do texto é relatar as escolas uma pequena história das mesmas e a história do direito, jurídica, critica e tradicional. Francis ao criticar os empiristas, ele relata em uma parábola para dar um objetivo ao que podemos chamar de pesquisa histórica...
    2229 Palavras 9 Páginas
  • Artigo
    HISTÓRIA E TEORIA NA ERA DOS EXTREMOS Estevão de Rezende Martins* Universidade de Brasília (UnB) ecrm@terra.com.br RESUMO: São apresentados os extremos a que a teoria da História se viu exposta ao longo do século 20: os extremos excludentes de uma confiança irrestrita, quando não ingênua, nas fontes...
    8168 Palavras 33 Páginas
  • Historicismo
    Jan/Jun 2010 Programa de Pós-Graduação – Mestrado em História do ICHS/UFMT José D’Assunção Barros∗ A ESCOLA DOS ANNALES E A CRÍTICA AO HISTORICISMO E AO POSITIVISMO Resumo: Este artigo tem por objetivo conduzir uma discussão acerca do movimento dos Annales, com ênfase na sua oposição a determinados...
    12430 Palavras 50 Páginas
  • “Paradigmas, historiografia crítica e direito moderno
    Resolução de Questionário acerca do texto de Antonio Carlos Wolkmer: “Paradigmas, historiografia crítica e direito moderno” 1 – Qual a função do estudo da historia no Direito Uma vez que o propósito do profissional da área jurídica é o estudo e aplicação das normas em uma sociedade faz-se necessário...
    500 Palavras 2 Páginas
  • A ilusão da segurança jurídica: do controle da violência a violência do controle penal
    resultado da análise será apresentado por meio de comentários referentes a cada tópico do livro, sendo considerado o conteúdo abordado na disciplina de Direito Penal - Teoria do Crime. O método utilizado para a análise foi a seleção de trechos para serem comentados a partir da leitura do livro; sendo que...
    12066 Palavras 49 Páginas
  • Dalmo Dalari - Evolução histórica do Estado
    RESUMO LIVRO TGE DALMO DALLARI – EVOLUÇÃO HISTÓRICA DO ESTADO Evolução histórica do Estado significa fixação de formas fundamentais que o Estado tem adotado através dos séculos. Os tipos estatais não têm um curso uniforme, muitas vezes exercendo influência em períodos descontínuos, dessa forma...
    2730 Palavras 11 Páginas
  • Objetividade e subjetividade no conhecimento histórico: a oposição entre os paradigmas positivista e historicista
    no conhecimento histórico: a oposição entre os paradigmas positivista e historicista José D’Assunção Barros Doutor em História (Universidade Federal Fluminense - UFF) Professor Adjunto da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) Resumo: Este artigo objetiva discutir questões referentes...
    13864 Palavras 56 Páginas
  • Estado moderno
    do estado moderno no ocidente*   On the origins and development of the western modern state     Modesto Florenzano Professor do Departamento de História da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP     RESUMO O texto discute o problema da formação do Estado moderno no Ocidente...
    7793 Palavras 32 Páginas
  • Historicismo
    2012v5n9p391 Historicismo: notas sobre um paradigma Historicism: notes on a paradigm José D’Assunção Barros1 RESUMO Este artigo tem por objetivo desenvolver algumas considerações sobre o Historicismo e sua possibilidade de ser examinado como um dos paradigmas que concorrem para o estabelecimento...
    15713 Palavras 63 Páginas
  • teoria da historia
    cuidadosamente um certo objeto que, nos ritos de investidura, passara de uma mão a outra, sob o olhar do povo, para significar a transmissão de um direito – como esses ramos, essas facas, essas pedras que se encontram ainda, nos arquivos, ligados a um pergaminho, a um documento que um escriba fora chamado...
    27940 Palavras 112 Páginas
  • ESTRUTURALISMO E HERMENÊUTICA
    Albuquerque de Castro Buarque (orgs). Caderno de resumos & Anais do 5º. Seminário Nacional de História da Historiografia: biografia & história intelectual. Ouro Preto: EdUFOP, 2011.(ISBN: 978-85-288-0275-7) ESTRUTURALISMO E HERMENÊUTICA NA HISTORIOGRAFIA CONTEMPORÂNEA: O DEBATE ENTRE LÉVI-STRAUSS E...
    4481 Palavras 18 Páginas
  • O ENSÍNO DE HISTÓRIA E FORMAÇÃO CRÍTICA DO SER HUMANO
    O ENSÍNO DE HISTÓRIA E FORMAÇÃO CRÍTICA DO SER HUMANO Josimar Ribeiro Paulo Estevam RESUMO Este artigo consiste numa abordagem sobre o ensino de história, buscando um olhar critico, em relação a professores e alunos em relação ao ensino de historia, tendo em vista as mudanças que a sociedade...
    1978 Palavras 8 Páginas
  • Historia do grafismo
    HISTORIOGRAFIA 1 Historiografia SOMESB Sociedade Mantenedora de Educação Superior da Bahia S/C Ltda. Presidente ♦ Vice-Presidente ♦ Superintendente Administrativo e Financeiro ♦ Superintendente de Ensino, Pesquisa e Extensão ♦ Gervásio Meneses de Oliveira William Oliveira Samuel Soares...
    28838 Palavras 116 Páginas
  • Resumo
    PARADIGMAS, HISTORIOGRAFIA CRÍTICA E DIREITO MODERNO 1.1 Questões paradigmáticas para repensar a História Examinar e problematizar as relações entre a História e o Direito reveste-se hoje da maior importância, principalmente quando se tem em conta a percepção da normatividade extraída de um determinado...
    4147 Palavras 17 Páginas
  • FICHAMENTO POR CITAÇÃO - HISTÓRIA DO DIREITO NO BRASIL - ANTONIO CARLOS WOLKMER
    WOLKMER, Antonio Carlos. História do Direito no Brasil. Editora Forense, 4ª edição, 2008. Paradigmas, historiografia crítica e direito moderno (PP. 13 – 29) “Mas, para alcançar nova leitura histórica do fenômeno jurídico enquanto expressão de ideias, práticas normativas e instituições, é necessário...
    645 Palavras 3 Páginas
  • formação do Brasil Contemporâneo
     RESUMO: Como maneiras de estudos desenvolvidos na Europa e nos Estados Unidos, observamos no Brasil, uma ampliação e uma diversidade dos estudos e das reflexões sobre a as formas e características da produção dos historiadores. Aqui igual lá, temos as reflexões sobre as teorias em descompasso...
    1129 Palavras 5 Páginas
  • Fichamento: a história do direito no brasil - wolkemer
    Fichamento: A História do Direito no Brasil Antônio Carlos Wolkmer Paranaguá / Paraná 2012 Introdução Antônio Carlos Wolkmer inicia sua obra, salientando a importância de se repensar o estudo da História do Direito, marcado pelo formalismo...
    1573 Palavras 7 Páginas
  • Historia da vida privada
    História da vida privada: dilemas, paradigmas, escalas Ronaldo Vainfas Departamento de História, Instituto de Ciências Humanas e Filosofia/Universidade Federal Fluminense 1. História da vida privada: definições, hesitações Publicada em 1974 sob a organização de JacquesLe Goff e Pierre Nora...
    10163 Palavras 41 Páginas
  • FAUSTO
    Social;ARev. Sociol. USP, S. Paulo, 10(2): 191-208,Rev. Sociol.de 1998. de 1998. A filosofia da história no Doutor Fausto RICHARD MISKOLCI RESUMO: Há uma “filosofia da história” implícita na obra de Thomas Mann. Este artigo pretende fornecer elementos para compreender esta filosofia que tem...
    8758 Palavras 36 Páginas
  • Tcc- leituras obrigatorias
    Gracilene Prudência[1] Rosivane Rosângela Castro de Sousa [2] RESUMO A leitura é fundamental no processo de produção de conhecimento daí ser uma das habilidades essenciais a serem desenvolvidas no ser humano, sendo...
    5377 Palavras 22 Páginas