• Resenha - Discurso do método
    Resenha da obra: DESCARTES, René. Discurso do Método. [Tradução Maria Ermantina Galvão. Revisão da tradução Monica Stahel]. São Paulo: Martins Fontes, 2001. 102p. René Descartes, também conhecido como Renatus Cartesius, foi um importante filósofo, físico e matemático francês. O livro Discurso do...
    1462 Palavras 6 Páginas
  • decarte
    RENÉ DESCARTES O PROBLEMA CORPO-MENTE E SUA IMPORTÂNCIA PARA MEDICINA SÃO PAULO 2012 INTRODUÇÃO Neste trabalho falaremos sobre aspectos da vida e ideias de René Descartes que foi o grande responsável pela revolução da filosofia, marcou a matemática com seus pensamentos. Colocou a prova...
    2064 Palavras 9 Páginas
  • rene descartea
    O DISCURSO DO MÉTODO – RENÉ DESCARTES   RESENHA DA OBRA –  ELABORADO  PELO   PROF. REINALDO FONTELES   Possibilidades do Conhecimento   Somos capazes de conhecer a verdade? É possível ao sujeito apreender o objeto? Afinal, quais são as possibilidades do conhecimento humano?   As respostas dadas...
    2250 Palavras 9 Páginas
  • Descartes e Gadamer
    RENÉ DESCARTES E HANS GEORG GADAMER SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO 3 2 RENÉ DESCARTES E HANS GEORG GADAMER 4 2.1 RENÉ DESCARTES 4 2.1.1 Vida do autor e modo como a sociedade da sua época vivia 4 2.1.2 Sua principal obra: “O Discurso sobre o Método”_ 5 2...
    4515 Palavras 19 Páginas
  • O racionalismo de renedescartes
    de Descartes e o Empirismo de David Hume O Racionalismo de Descartes e o Empirismo de David Hume (apontamentos) 1 Disciplina de Filosofia 11º ano (prof. Daniel Bordalo) _________________________________ O Racionalismo de Descartes e o Empirismo de David Hume O racionalismo de Descartes O projeto...
    4126 Palavras 17 Páginas
  • Metodo Cartesiano
    eliminar todo o conhecimento inseguro ou sujeito a controvérsias. O objetivo de Descartes era de abranger numa perspectiva de conjunto unitário e claro, todos os problemas propostos a investigação cientifica. O fundamento principal da filosofia cartesiana consiste na pesquisa da verdade, com relação a existência...
    1599 Palavras 7 Páginas
  • Descartes
    RENÉ DESCARTES (1596-1650) O Racionalista RENÉ DESCARTES BIOGRAFIA 1596 - Nasce, a 31 de Março, na cidade francesa de La Haye, na Tourraine. 1606 – 1612 - Frequenta o colégio jesuíta de La Flèche, onde estuda Humanidades (Gramática, Retórica), Matemática e Filosofia. 1612 – 1616 - Estuda...
    2083 Palavras 9 Páginas
  • primeira vista
    Renné Descartes - O Método O objetivo desde trabalho é analisar o ponto de vista do pensamento de René Descartes e suas afirmações diante de seus métodos, apoiando-se nos conceitos que ele mesmo introduziu e que até hoje são a fundo analisados. Penso, logo existo. Uma frase na qual toda humanidade...
    2772 Palavras 12 Páginas
  • Mentira
    Descartes, sua vida e principais idéias Nascido em La Haye na Touraine a 300 km de paris e que desde 1802 é conhecida como “La Haye – Descartes. Ele pertencia a uma família de posses, seu pai possuía terras e era dono de um título de escudeiro, primeiro grau da nobreza. Descartes perdeu...
    2586 Palavras 11 Páginas
  • Descartes
    VIDA E OBRA: A eloquência e a acessibilidade da prosa de Descartes inauguraram a filosofia moderna. Solapando a filosofia escolástica tradicional do período medieval, ele lançou os fundamentos para uma abordagem sistemática da aquisição do conhecimento, baseada em medida e raciocínio matemático,...
    950 Palavras 4 Páginas
  • asas
    Descartes e Hume – o lado racionalista e o lado empirista. Quem foi Descartes? Descartes foi um filosofo francês, criador da filosofia moderna . Nasceu a 31 de Março de 1596 em La Haya-Descartes (Touraine), no seio de uma família muito nobre. Estudou num colégio jesuíta e em 1616 obtém o grau de...
    2741 Palavras 11 Páginas
  • modernidade descartes
    primeira parte da obra Discurso do Método, Descartes conceitua a capacidade humana de julgar e de distinguir o verdadeiro do falso como bom senso. Ele é a potencialidade própria do homem para orientar seus pensamentos e desenvolver suas virtudes. Segundo Descartes, o bom senso, se bem orientado, leva o homem...
    4071 Palavras 17 Páginas
  • Descartes
    corretamente”. p.213 2. “Ao deixar La Flèche, Descartes viaja pela Europa e serve como voluntário nos exércitos holandês e bávaro, segundo o próprio Descartes, para conhecer a verdade a partir do contato com o mundo”. p.213 3. “Durante o ano de 1619, Descartes formula o que seria sua máxima ambição em vida:...
    2488 Palavras 10 Páginas
  • A metafísca da moderninade
    explicar a relação entre o sujeito que conhece e o objeto conhecido, ou seja, a teoria do conhecimento. A questão do método Para evitar o erro, a principal pesquisa do pensamento moderno tornou-se a questão do método, que envolveu a revisão da metafísica, mas sobretudo o problema do conhecimento. Os...
    1370 Palavras 6 Páginas
  • Características gerais da obra
    dividido em seis partes, e possui uma breve introdução. Nesta, Descartes já enfatiza a divisão do livro e explica o que o leitor encontrará em cada uma das seis partes que tratam pela ordem: Primeira parte: a experiência escolástica de Descartes e seu juízo a respeito das diferentes disciplinas estudadas...
    1148 Palavras 5 Páginas
  • descartes
    Descartes - Obras escolhidas De perceber que desde seus primeiros anos tomara muitas das opiniões como verdadeiras decidiu então começar tudo novo desde os fundamentos para tentar estabelecer algo firme e constante no meio cientifico, sendo que isto so ocorre quando o mesmo antigiu uma certa idade...
    1088 Palavras 5 Páginas
  • Resumos 11º (até descartes e hume)
    o gosto do auditório pelo discurso. Persuasão A Persuasão tem como principal objectivo levar alguém a aceitar ou optar por uma determinada acção ou posição. E esta ligada a sedução. Manipulação A manipulação tem como principal objectivo uma prática abusiva do discurso na medida em que obriga o receptor...
    3354 Palavras 14 Páginas
  • Trabalhos
    Racionalismo de Descartes, em contraposição com as teses Empiristas de Locke, juntamente com as teses do pensamento de Kant com sua tese para superação da dicotomia entre Racionalismo e Empirismo. Racionalismo-Empirismo-Criticismo O Racionalismo, diz que a razão é o principal fator no...
    1383 Palavras 6 Páginas
  • O ceticismo mitigado de David Hume
    mais vividas e as ideias que são perceções mais ténues. De acordo com o princípio da cópia, todas as nossas ideias têm a sua origem em impressões externas (dados dos sentidos) ou internas (sentimentos e desejos). Assim só serão consideradas verdadeiras e com sentido aquelas ideias que se basearem em...
    2383 Palavras 10 Páginas
  • Descartes vs humes
    Descartes: Descartes foi um filósofo racionalista que usou um método que lhe permitiu fundamentar racionalmente o conhecimento humano. O seu objetivo foi superar os céticos, para quem o conhecimento não era possível. Segundo Descartes, a razão é a fonte principal do conhecimento verdadeiro, caracterizado...
    1112 Palavras 5 Páginas