Positivismo Maria Helena Diniz artigos e trabalhos de pesquisa

  • Positivismo jurídico

    como o positivismo jurídico nasceu trazendo mudanças significativas para o direito pelas várias formas de pensamentos buscando implementar...

    1894  Palavras | 8  Páginas

  • Positivismo Jurídico - Conceito

    A denominação “Positivismo” enseja dupla significação, estando atrelada tanto ao positivismo sociológico, que trata da ciência do...

    590  Palavras | 3  Páginas

  • NATURALISMO, POSITIVISMO, NEOPOSITIVISMO

     NATURALISMO, POSITIVISMO, NEOPOSITIVISMO Projeto de Pesquisa para elaboração do Trabalho de...

    971  Palavras | 4  Páginas

  • Positivismo X Direito Natural

    Parte 1 Direito Positivista x Direito Natural O Positivismo Jurídico e o Direito Natural pretendem explicar o fenômeno do direito. Em...

    1857  Palavras | 8  Páginas

  • Positivismo Filosofico X Positivismo Juridico

    CONTRIBUIÇÕES DO POSITIVISMO FILOSÓFICO AO POSITIVISMO JURÍDICO RESUMO: O presente artigo tem por objetivo analisar quais...

    5808  Palavras | 24  Páginas

  • Positivismo sociológico

    Estudo do Direito Positivismo Sociológico e Jurídico Direito 1ºb Matutino Professor: Acadêmicos:...

    1710  Palavras | 7  Páginas

  • Positivismo

    natural ele adotava a ideia de que era necessária a criação de um direito positivo para estabelecer regras de convivência e pacificação. Esse foi um momento...

    2452  Palavras | 10  Páginas

  • Arras Maria Helena Diniz

    Arras - Maria Helena Diniz DINIZ, Maria Helena, Curso de Direito Civil...

    682  Palavras | 3  Páginas

  • Artigo - aplicabilidade e eficácia das normas constitucionais para maria helena diniz

    constitucionais de acordo com a visão da jurista Maria Helena Diniz. Sendo autora do livro “A Norma Constitucional...

    1363  Palavras | 6  Páginas

  • Teoria Geral Do Direito Civil LINDB Comentada Por Maria Helena Diniz

    estar traduzida por intérprete autorizado; e) ter sido homologada pelo Supremo Tribunal Federal. (Vide art.105, I, i da Constituição Federal). Parágrafo...

    869  Palavras | 4  Páginas

  • maria helena

    Carregando... Limites éticos da investigação científica na perspectiva jurídica Salvar • 0 comentários • Imprimir • Reportar Publicado por Monique...

    953  Palavras | 4  Páginas

  • positivismo

    Positivismo ou sociologia da “ordem” Comte e Durkheim Por que a palavra “positivismo”? Positivo: o que é palpável, baseado...

    951  Palavras | 4  Páginas

  • positivismo

    ENSINO E EXTENSÃO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM HISTÓRIA POSITIVISMO MACAPÁ – AP 2014 UNIVERSIDADE FEDERAL...

    724  Palavras | 3  Páginas

  • Lacunas do Direito

    lei. Falar em lacuna significa dizer que o direito objetivo não oferece, em princípio, uma solução para o desate de uma questão jurídica. Engisch, lembrado...

    7993  Palavras | 32  Páginas

  • Código Civil Comentado - Maria Helena Diniz

    fato de, em razão de menoridade ou de insuficiência somática, não terem a capacidade de fato ou de exercício. Bibliografia e Clóvis Beviláqua, Teoria...

    429506  Palavras | 1719  Páginas

  • Apostila teoria geral do direito

    buscando seus elementos na Filosofia do Direito e nas ciências jurídicas auxiliares. Mas, para os fins aqui propostos TGD tem o mesmo sentido de Introdução à...

    6215  Palavras | 25  Páginas

  • resumo Maria Helena Diniz de ied

    utilizados ; b) Manter-se dentro dos limites da simplicidade e economia ,no que se refere aos termos e a estrutura contextual; c) Não mostrar contradições...

    1270  Palavras | 6  Páginas

  • Direito Natural e Direito Positivo

    daqueles que operam o direito é sobre o Direito Natural e o Direito Positivo. O primeiro referente a idéia de justiça, tendo como principal corrente...

    1582  Palavras | 7  Páginas

  • A antigona direito positivo x direito natural

    Natural e Direito Positivo Direito Natural (Jusnaturalismo) Maria Helena Diniz cita que a lei natural é...

    1383  Palavras | 6  Páginas

  • Lacunas da Lei

    deveriam ser aplicadas “nos casos omissos as disposições aos casos análogos, e, não as havendo, os princípios gerais do direito”. O fato de o novo código ter...

    4009  Palavras | 17  Páginas

  • Introduçao ao direito

    conjunto de princípios de avaliação da evidência, cânones para julgar a adequação das explicações propostas, critérios para selecionar hipóteses, ao passo...

    3040  Palavras | 13  Páginas

  • A violência contra a mulher e A Lei Maria da Penha

     A violência contra a mulher e A Lei Maria da Penha FRANCISCO ANTONIO DA SILVA CAVALCANTI RESUMO Através dos séculos a mulher tem sido...

    1715  Palavras | 7  Páginas

  • Codigo Civil Comentado Maria Helena Diniz Doutrina Ja Impresso

    ante o fato de, em razão de menoridade ou de insuficiência somática, não terem a capacidade de fato ou de exercício. Bibliografia e Clóvis Beviláqua, Teoria...

    542004  Palavras | 2169  Páginas

  • Violência contra a mulher - lei maria da penha

    FACULDADE FRASSINETTI DO RECIFE - FAFIRE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM INTERVENÇÕES PSICOSSOCIAIS COM GRUPOS EM SITUAÇÃO DE RISCO E VULNERABILIDADE SOCIAL....

    1679  Palavras | 7  Páginas

  • jusnaturalismo

    critério moral, e uma lei civil (direito positivo) particular e que estabelece aquilo que é útil, baseando-se em um critério econômico e utilitário....

    1678  Palavras | 7  Páginas

  • Ordenamento juridico

    Constituição, é positivo, para todos. Segundo Maria Helena Diniz, o “direito natural tornou-se subjetivo...

    1572  Palavras | 7  Páginas

  • Codigo Civil Comentado Maria Helena Diniz Doutrina Ja Impresso

    ante o fato de, em razão de menoridade ou de insuficiência somática, não terem a capacidade de fato ou de exercício. Bibliografia e Clóvis Beviláqua, Teoria...

    542004  Palavras | 2169  Páginas

  • Codigo Civil Comentado Maria Helena Diniz Doutrina Ja Impresso

    ante o fato de, em razão de menoridade ou de insuficiência somática, não terem a capacidade de fato ou de exercício. Bibliografia e Clóvis Beviláqua, Teoria...

    542004  Palavras | 2169  Páginas

  • Codigo Civil Comentado Maria Helena Diniz Doutrina Ja Impresso 1

    ante o fato de, em razão de menoridade ou de insuficiência somática, não terem a capacidade de fato ou de exercício. Bibliografia e Clóvis Beviláqua, Teoria...

    542004  Palavras | 2169  Páginas

  • A imprescindibilidade da interpretação do direito

    atender, antes de tudo, o indivíduo e a sociedade a quem ela serve, pois a norma jurídica encontra-se sempre referenciada a valores na medida em que...

    513  Palavras | 3  Páginas

  • Por que o Brasil Cresce Pouco

    bem comum, justiça. III – Técnica Jurídica 1.Técnica jurídica: conceito e dimensões 2. Técnicas de elaboração. 3. Técnica científica: procedimentos...

    779  Palavras | 4  Páginas

  • Apostila Epistemologia 1

    buscando seus elementos na Filosofia do Direito e nas ciências jurídicas auxiliares. Mas, para os fins aqui propostos TGD tem o mesmo sentido de Introdução à...

    3156  Palavras | 13  Páginas

  • criticas a escola da exegese

    produzissem efeitos bons, enquanto seriam injustas as que, em sua aplicação, originassem consequências desfavoráveis.” (DINIZ, 2009, p. 58)....

    5964  Palavras | 24  Páginas

  • Lei de Introdução ao Direito Brasileiro

    Introdução Venho por meio deste trabalho, sob orientação da Drª. Profª. Mária Amália de Figueiredo Pereira, expor a Lei de Introdução ao...

    4028  Palavras | 17  Páginas

  • jusnaturalismo x juspositivismo

    citadas há pouco. Em linhas gerais a divergência entre o jusnaturalismo e o juspositivismo parte da compreensão de que para aqueles o direito possui duas...

    1878  Palavras | 8  Páginas

  • filosofando introdução a filosofia autor maria lucia arude

    possui regras que, sem fugir dos ditames da moral (porque, tais regras podem também estar inseridas no âmbito da Moral), para serem cumpridas às vezes...

    2945  Palavras | 12  Páginas

  • Jusnaturalismo Juspositivismo e Neopositivismo 14

    Mattos JUSNATURALISMO, JUSPOSITIVISMO, PÓS-POSITIVISMO E DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA. Vinicius DINIZ TEIXEIRA...

    2770  Palavras | 12  Páginas

  • Interdi O Helena

    Joinville, Santa Catarina, CEP 89202-138, por suas procuradoras com endereço profissional informado no timbre, vem perante a vossa Excelência propor a...

    828  Palavras | 4  Páginas

  • legalização do casamento homoafeitvo

    meio da jurisprudência, previstas dentro da constituição, suposto que o artigo 226 não proíbe o casamento gay, e realizam a união civil, logo estável dos...

    2073  Palavras | 9  Páginas

  • Filosofia

    INDETERMINAÇÃO DO DIREITO CONSTITUCIONAL E A RACIONALIDADE DA JURISDIÇÃO EM HABERMAS Resumo No presente trabalho retratou-se uma visão panorâmica da...

    5470  Palavras | 22  Páginas

  • Monismo e pluralismo político

    Roberto Lyra Filho (1995) no seu livro O que é Direito, a ciência do Direito tem tradicionalmente dois modelos de ideologia jurídica que são o...

    2937  Palavras | 12  Páginas

  • Lacunas

    aceitam. Entre as correntes doutrinárias que negam a existência de lacunas no ordenamento jurídico brasileiro, podemos citar a escola da exegese e o...

    2514  Palavras | 11  Páginas

  • Maria Helena DINIZ Destaca Que Hans KELSEN

     Maria Helena DINIZ destaca que Hans KELSEN, na primeira edição da Teoria Pura do Direito, define a norma como um...

    2529  Palavras | 11  Páginas

  • Indrodução ao direito

    essenciais à natureza do Direito. Apenas com base numa compreensão clara das relações que constituem a ordem jurídica é que a natureza do Direito pode ser...

    1247  Palavras | 5  Páginas

  • Hermenêutica Juridica

    Sumário: 1.Introdução. 2. Direito natural e positivo, positivismo jurídico e pós-positivismo – aspectos destacados da evolução...

    6008  Palavras | 25  Páginas

  • Trabalho De Introdu O 1

    Walter Amaro Baldi ATIVIDADE CURRICULAR SOBRE O DIREITO POSITIVO 1. O que se entende por direito positivo? Resposta: Segundo Miguel Reale, é a ordenação...

    5943  Palavras | 24  Páginas

  • DISTIN O ENTRE DIREITO E MORAL Herbert Moreira Gon Alves JurisWay

    colaboração. Neste caso o Direito regula tal contrato, mas há moral em relação ao trabalho para a obtenção dos lucros? Segundo (REALE, Resenha Filme Class...

    1668  Palavras | 7  Páginas

  • Artigo-métodos paradigmáticos de interpretação do direito

    PARADIGMÁTICOS DE INTERPRETAÇÃO DO DIREITO – UMA INVESTIGAÇÃO HISTÓRICA RESUMO: Trata-se de uma investigação histórico-analítica das correntes...

    6475  Palavras | 26  Páginas

  • Materialismo, empirismo e positivismo

     PSICOLOGIA Prof ª: Ana Maria Alunos Cláudia Helena Belchior Mayra Fortes Monalisa Viana Materialismo,...

    2308  Palavras | 10  Páginas

  • Filosofia

    Hermenêutica jurídica e a efetividade dos direitos fundamentais Daniel Natividade Rodrigues de Oliveira| Fernando Fabro Tomazine Publicado em 03/2010....

    5253  Palavras | 22  Páginas

  • Teoria Egologica

    representações neutras de uma conduta efetiva, mesmo valiosa. A lógica estuda as normas, pois os juristas se referem a conduta mediante as normas. É através...

    1037  Palavras | 5  Páginas

  • Plurarismo

    exemplos, casos concretos e legislação. Por fim, a conclusão desse trabalho, trabalha as propostas, encaminhamentos e possíveis soluções para que cada vez...

    3072  Palavras | 13  Páginas

  • INTERPRETAÇÃO DAS NORMAS

    devem ser interpretadas por aqueles que a utilizam (desembargadores, promotores, juízes e todas as pessoas que tenham vontade de conhecer seus direitos,...

    1396  Palavras | 6  Páginas

  • Justiça, validade e eficácia

    Todo ordenamento jurídico persegue certos fins e, para Abelardo Torré: “El findelderecho es lajusticia, vale decir que elfin o ideal supremo al que...

    4872  Palavras | 20  Páginas

  • Introdução ao estudo do direito

    decorria do fato de que “a sociedade francesa não possuía um único ordenamento jurídico civil, penal e processual, mas uma multiplicidade de direitos...

    4121  Palavras | 17  Páginas

  • Direito positivo e direito natural

    tanto, visando um melhor posicionamento temporal, será abordada a evolução ocorrida até a concepção do conceito positivista do Direito, em três vertentes:...

    17191  Palavras | 69  Páginas

  • Defesa preliminar - Lei Maria da Penha

    MODELO DE RESPOSTA PRELIMINAR DE INFRAÇÃO À LEI MARIA DA PENHA EXCELENTÍSSIMA SENHORA DOUTORA JUÍZA DE DIREITO DA VARA ESPECIALIZADA EM...

    1715  Palavras | 7  Páginas

  • fernando almeida

    Entretanto, o grau de diferença entre o direito natural e o direito positivo, segundo Maria Helena Diniz (2011, p....

    2051  Palavras | 9  Páginas

  • INTRODUÇÃO A CIÊNCIA DO DIREITO

    II, Compêndio..., M. Helena Diniz); (7) teoria crítica do Direito (“Reflexões Finais, Teoria crítica..., Luiz Fernando Coelho)....

    811  Palavras | 4  Páginas

  • Ser e dever

    origens do direito posto e do direito natural; a diferença entre o dualismo e o monismo; o positivismo jurídico; a teoria tridimensional do...

    3560  Palavras | 15  Páginas

tracking img