O professor alfabetizador no contexto da alfabetização no brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1751 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O PROFESSOR ALFABETIZADOR NO CONTEXTO DA ALFABETIZAÇÃO NO BRASIL





RESUMO

As metodologias de alfabetização vêm sofrendo modificações no decorrer de nossa história educacional, acompanhando, de certa forma, as necessidades geradas pelas formas de organização social e econômica de nosso país. Deste modo, podemos inferir que a utilização da leitura e da escrita está submetida a enfoquesteóricos e metodológicos dirigidos às instituições educacionais através de diretrizes e propostas pedagógicas que, por sua vez, procuram responder a interesses estruturais mais amplos.

PALAVRAS-CHAVES: Alfabetização; Código Alfabético; Mediação.


1. INTRODUÇÃO

É histórico o embate entre diferentes métodos de alfabetização. Sabemos que, em síntese, existem três diferentes modos dedesencadear o processo de aprendizagem da leitura e da escrita: sinteticamente, globalmente ou “misturando” o método global e o sintético.

Os métodos sintéticos, tidos como tradicionais, são aqueles que partem do objeto língua escrita, preocupando-se principalmente com o domínio do código, e, para isso, partem do conhecimento das letras do alfabeto, do conhecimento das famílias silábicas ou doconhecimento das relações entre grafemas e fonemas.

Esses métodos globais, entre os quais entendemos possível enquadrar grande parte da pratica construtivista, por sua vez, são aqueles que partem da interação entre sujeito e o objeto tomando-o na relação individualizada que estabelece com o objeto “escrita”. Esses processos secundarizam a natureza alfabética da língua, dando prioridade a contextossignificativos.

Finalmente, os métodos mistos mesclam estratégias globais e sintéticas e, ainda que se ocupem de unidades de sentido, sem perder de vista o caráter decomponível da língua alfabética, o fazem de forma assistemática e desordenada, lançando mão ora de estratégias globais, ora de estratégias sintéticas, sem considerar, ou até mesmo desconhecendo, as razoes pelas quais certaspraticas durante o processo de alfabetização, demandam o uso de uma ou de uma outra estratégia.


O método global e o sintético não podem ser tomados como mutuamente excludentes, uma vez que a síntese e a globalidade são duas faces distintas de um mesmo fenômeno, duas faces indissociáveis, a um exemplo de uma folha de papel, que tem dois lados – frente e verso – impossíveis de seremseparados. Com isso queremos dizer que lidar com unidades de sentido, fazendo uso social da escrita, e dominar o código são como frente e verso de uma mesma folha de papel.


O domínio do código é um conhecimento instrumental para que a criança se valha também da língua escrita para operacionalizar as duas funções básicas de linguagem: relacionar-se com seus pares e abstrair a realidade atravésda simbolização do signo verbal escrito, funções das quais ela já se vale, na oralidade, antes de entrar na escola.


Assim, não podemos compactuar com métodos que se fixem em uma só dessas duas faces, porque fazer isso significa negar a condição instrumental da associação entre grafemas e fonemas, ou, por outro lado, negar a função social a que essa associação se presta.


2.MEDIAÇÃO EM BUSCA DO USO SOCIAL DA ESCRITA E DO DOMINIO DO CÓDIGO ALFABÉTICO.

Quando as crianças entram na escola, não dominam os princípios do sistema alfabético, ou seja, não sabem que/como letras (grafemas) tentam representar sons (fonemas).

Consideremos que as crianças chegam à escola e não dominam o código alfabético, e nós, como alfabetizadores conscientes das funções de intercâmbio social egeneralização do pensamento a que se presta a língua escrita, sabemos que é nossa atribuição encaminhar o processo de alfabetização com na textualidade.

Devemos considerar que se a criança ainda não domina o código para ler e escrever em contextos significativos, o professor o domina e atuará como mediador, tendo presente a Zona de Desenvolvimento Potencial, presente nos conceitos de...
tracking img