O homem como sujeito

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2727 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]




SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
NOME DO CURSO




ACADÊMICA:
MARIA APARECIDA LIBERAL
















EIXO TEMÁTICO: O TRABALHO DO PEDAGOGO NOS ESPAÇOS EDUCATIVOS













PORTO ALEGRE DO NORTE – MT
2011





maria aparecida liberal


















EIXO TEMÁTICO: O TRABALHO DO PEDAGOGO NOS ESPAÇOSEDUCATIVOS













Trabalho apresentado no 2º semestre do Curso pedagogia da UNOPAR –VIRTUAL Universidade Norte do Paraná, para as disciplinas: psicologia da educação,trabalho do pedagogo nos espaços educativos, comunicação e linguagem e educação e diversidade: relações étnico- raciais


Prof. Daniele Fioravante, VilzeVidotti , Lilian Salete Alonso e Fábio Luiz da Silva.
Tutora de Sala:Katya Rejane Perreira
Tutora Eletrônica: Tânia Regina Caldini






PORTO ALEGRE DO NORTE – MT
2011


INTRODUÇÃO




Desde sua origem, o pedagogo é aquele que ensina que sabe empregar a pedagogia. Espera-se quesaiba como ensinar e como mobilizar as diferentes áreas do conhecimento, para fazer educação com qualidade. Deve ser capaz de responsabilizar-se, com o professor, pelo pleno desenvolvimento das potencialidades do educando, conforme determina a legislação vigente. Seu objeto de ação é o desempenho docente, do ponto de vista das competências básicas do professor, na operacionalização do projetopolítico-pedagógico da escola. Para isso, ele precisa sair da faculdade capaz de efetivar o trabalho coletivo na escola, o desejo de atuar de forma diferente, conferindo-lhe ânimo para romper com a rotina cansativa que apaga a alegria de aprender da maioria dos alunos.

Para bem atuar no enfrentamento de suas funções no cotidiano da escola, é necessário saber com muita clareza o que é essencial, oque é importante e o que é acidental. Mas não basta só saber. É preciso querer e priorizar fazer só o que é necessário a cada momento. O pedagogo realmente competente só tem tempo para o que é essencial em seu campo de atuação. Ele deve procurar executar a essencialidade com muito esmero, dando atenção aos detalhes, garantindo o sucesso em tudo na primeira investida, evitando o desperdício deesforços e de tempo, agindo como estimulador cultural, criando condições necessárias à conquista de melhores resultados operacionais, vencendo, uma a uma, as amarras do tradicional em seu trabalho, sem medo de errar.


























































Durante a chamada e registro de freqüência dos alunos, o professordeve ter o cuidado de não cometer atitudes inadequadas diante da turma, sempre atento aos menores detalhes encontrados no cotidiano escolar, que se forem mal planejados e mal desenvolvidos, poderão acarretar sérias frustrações e traumas psicológicos na vida das crianças, principalmente, na vida daquelas crianças, que por um motivo o outro se magoam facilmente com palavras ofensivas, situaçõesconstrangedores cometidas pelos colegas e até mesmo pelo próprio professor. Isto se justifica porque cada ser humano é dotado de personalidades particulares sejam elas em grande ou pequena escala, cada um age de maneira diferente. O que para um é considerado um alarme; um exagero; para outro significa absolutamente nada, passando às vezes por despercebido.

Como o professor não é o dono daverdade, nem pode dar um laudo clínico, “ainda que lida com essa ciência”, o ideal é que os educadores adotem metodologias adequadas para cada atividade desenvolvida, a começar pela rotina da chamada dos alunos, inclusive no início do ano letivo, ou quando determinado aluno inicia o seu primeiro dia nessa sala de aula. Por exemplo, o professor pode solicitar que o aluno mencione seu nome para...
tracking img