O contrato social de jean-jacques rousseau

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3936 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução

O documento histórico a ser analisado é um extracto, duma das maiores obras filosóficas de sempre : O contrato Social de Jean-Jacques Rousseau, 1762.

As revoluções quer a nível religioso, com o calvinismo (na Inglaterra), quer a nível político com o parlamentarismo, influenciaram e serviram de ponto de partida para os pensadores franceses se questionarem acerca da políticafrancesa fundada no Antigo Regime.

Entre muitos, um dos grandes impulsionadores da ideologia de Rousseau, foi John Locke, este considerado o doutrinador da revolução inglesa e pai do individualismo liberal. Para Locke, os Homens têm direitos naturais, entre eles: a segurança, liberdade física e intelectual. A função da autoridade é então zelar pelo respeito desses direitos, assim sendo, a autoridadederiva do consentimento do povo (cidadãos) e existe para o bem-estar dos seus súbditos. Locke defendia que o poder deveria ser partilhado e delegado, sendo que o poder legislativo pertenceria ao parlamento (Parlamentarismo Inglês) e o executivo pertenceria ao Rei.

Enquanto que para Rousseau, como é comprovado na analise do documento, o indivíduo cria o estado, o direito e a lei, permanecendosoberano e súbdito, com livre vontade e limitado ao mesmo tempo, ou seja, todos os associados dentro do Estado, aceitam e reconhecem como válidas, só as leis votadas pela Maioria. O poder que as vota (o legislativo) é o poder supremo do Estado. O poder do Rei “(...) só existe, para representar o Estado e velar pelo cumprimento das leis e a sua execução é regular a sua relação com outros estados(...)”(1)

Outras influências deste filósofo foram Hobbes e Grocio que, já antes tinham falado do pacto social. O Contracto é claramente influenciado pelo Pacto Social.

Biografia

Jean-Jacques Rousseau nasceu em Genebra, na Suíça, em 28 de Junho de 1712, e faleceu em Ermenonville, perto de Paris, França, em 2 de Julho de 1778. Filho de um relojoeiro. Órfão de mãe ao nascer, com apenas 10 anosde idade foi entregue aos cuidados de um pastor, não teve educação regular senão por curtos períodos e não frequentou nenhuma universidade. Aos 12 anos começa a trabalhar e mais tarde, em 1725 trabalha em uma oficina de gravação.

Rousseau viveu com Louise, 10 anos mais velha, a quem tratava por mamãe, com quem vive até 1740.

Em 1741 foi pela segunda vez a Paris, com um novo esquema deanotação musical. Tendo apresentado à academia que não o aprovou. Mais tarde Diderot, de quem se tornou amigo, levou o seu trabalho à Academia de Dijon, onde finalmente foi reconhecido e até premiado, já em 1750.

Em 1746, com a morte do pai, Rousseau recebe uma pequena herança e pode sobreviver mais folgadamente. Cultiva s sua amizade com Diderot e liga-se a vários outros intelectuais. Um desses foi oconhecido filósofo e psicólogo, o abade Condillac (1715-1780), adepto de John Locke (1632-1704), os Enciclopedistas.

Em 1762 publicou dois dos seus mais conhecidos e influentes trabalhos, O Contrato social, um importante trabalho de filosofia política e Émile, um tratado sobre educação.

Foi perseguido politicamente em Paris. Pensou fugir para Genebra, mas também a sua obra Discours surl'inégalité havia sido mal recebida lá. Este livro foi queimado naquela e expedida ordem de prisão, caso lá aparecesse.

No campo da música Rousseau escreveu a ópera-balet , As musas galantes e a ópera cómica, O adivinho da aldeia.

Foi um filósofo iluminista precursor do romantismo do século XIX, característico do Iluminismo, o pensamento de que a sociedade havia pervertido o homem natural, o"selvagem nobre" que havia vivido harmoniosamente com a natureza, livre de egoísmo, cobiça, posse e ciúme.

Estão no pensamento de Rousseau aquelas linhas que serão logo a seguir características do movimento romântico que caracterizou a primeira metade do século XIX: A valorização dos sentimentos em detrimento da razão intelectual, e da natureza mais autêntica do homem, em contraposição ao...
tracking img