O bullying nas escolas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1117 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Bullying

O "Bullying" é um termo que se origina do inglês, que significa a agressão física ou psicológica, de forma intencional, praticada repetidamente por um aluno ou grupo de alunos sobre um colega ou grupo de alunos mais frágil.
Trata-se de um comportamento que assume uma desigual de poder entre os intervenientes; ocorre repetidamente e de uma forma hostil e os alunosconsiderados alvos têm, normalmente, uma ou outra característica que os diferencia dos demais (usam óculos, são obesos, são os melhores ou os piores da turma, vestem ou pensam de maneira diferente, entre muitos outros motivos).
Entre as crianças e os jovens, o “bullying” pode assumir proporções graves e refletir-se num comportamento anti-social com consequências muito sérias para o futuro, querpara os alunos agressores quer para os alunos agredidos.





Os diferentes tipos de Bullying

O "bullying" pode ser classificado de duas formas: o direto, através de violência física e o indireto, através de agressão verbal.
As crianças e jovens alvos de "bullying" são sucessivamente colocadas pelo aluno agressor em situações embaraçosas e são vítimas de ofensas, ameaças,discriminação, isolamento e exclusão grupal, perseguição, assédio, humilhação verbal, roubos e, por vezes, agressão física e vandalismo.
Um outro tipo recente de "bullying" é o "cyber-bullying". Neste caso, são utilizadas as novas tecnologias da informação para insultar e intimidar (por exemplo: mensagens eletrônicas e publicações em redes sociais).





Os efeitos diretos do "bullying" nasescolas

O sexo masculino é o mais propenso ao "bullying", especialmente a agressão física, porém, este problema também afeta as mulheres, usualmente através de práticas de difamação e exclusão de grupos.
O "bullying" ocorre mais facilmente em escolas com uma deficiente supervisão por parte dos adultos, seja pelo número insuficiente de auxiliares de educação ou pelo excesso dealunos, e em escolas onde não há um devido acompanhamento nos intervalos e tempos livres.
Quando os alunos agressores têm condições para continuar a exercer o seu poder, todos os outros acabam por ser, direto ou indiretamente afetados. A ansiedade e o medo acentuam-se quando os comportamentos agressivos não trazem quaisquer consequências para os alunos que os praticam.
A falta depreparação das escolas para estes casos é problemática, os professores assistem, muitas vezes, os atos de violência de origem pouco perceptível, que acabam por ser resolvidos com castigos a ambas as partes envolvidas. O aluno considerado vítima é punido por distúrbios que não causou e sente-se geralmente injustiçado, podendo mais tarde também ele vir a ser o causador de novos distúrbios.


Principaiscaracterísticas dos alunos envolvidos no "bullying"

Além da pré-disposição genética para a agressividade, algumas condições familiares podem favorecer o desenvolvimento da violência nas crianças e jovens. Os autores de "bullying" são normalmente alunos pertencentes por vezes a famílias com um relacionamento afetivo desequilibrado, onde os pais afirmam a sua superioridade através decomportamentos agressivos, verbais ou físicos, ou têm excesso de tolerância e permissividade na educação dos seus filhos.
Os alunos vítimas de "bullying" são jovens tímidos, inseguros e sem recursos físicos para se defenderem. Consequentemente, poderão baixar o desempenho escolar e tentar evitar a escola, abandonando-a precocemente. Em casos mais graves, chegam mesmo a entrar em estadosdepressivos.
Há ainda os alunos que são testemunhas de "bullying", que assistem e convivem com esse tipo de violência entre colegas, mas que evitam falar sobre o problema, sob pena de poderem ser as próximas vítimas, ou então porque não acreditam na capacidade da escola para intervir. Apesar de não sofrerem diretamente as agressões, podem sentir-se incomodados e inseguros perante o sofrimento dos...
tracking img