Bullying na escola

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 23 (5694 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PROGRAMA DE REDUÇÃO DO
COMPORTAMENTO AGRESSIVO
ENTRE ESTUDANTES

Todas as crianças e adolescentes têm direito a escolas onde existam alegria,
amizade, solidariedade e respeito às características individuais de cada um
deles.

Coordenação Técnico-Científica:
Aramis Antonio Lopes Neto
Lauro Monteiro Filho
Lucia Helena Saavedra

APRESENTAÇÃO
A ABRAPIA, contando com o patrocínio daPETROBRAS, realizou um
Programa que visou diagnosticar e implementar ações efetivas para a redução do
comportamento agressivo entre estudantes de 11 escolas localizadas no Município
do Rio de Janeiro, com objetivo de sensibilizar educadores, famílias e sociedade
para a existência do problema e suas conseqüências, buscando despertá-los para o
reconhecimento do direito de toda criança eadolescente a freqüentar uma escola
segura e solidária, capaz de gerar cidadãos conscientes do respeito à pessoa
humana e às suas diferenças.

CONCEITUAÇÃO
O que é Bullying?
O termo BULLYING compreende todas as formas de atitudes agressivas,
intencionais e repetidas, que ocorrem sem motivação evidente, adotadas por um ou
mais estudantes contra outro(s), causando dor e angústia, e executadas dentrode
uma relação desigual de poder. Portanto, os atos repetidos entre iguais (estudantes)
e o desequilíbrio de poder são as características essenciais, que tornam possível a
intimidação da vítima.
Por não existir uma palavra na língua portuguesa capaz de expressar todas
as situações de BULLYING possíveis, o quadro, a seguir, relaciona algumas ações
que podem estar presentes:
Dominar
Colocarapelidos
Excluir
Agredir
Ofender
Isolar
Bater
Zoar
Ignorar
Chutar
Gozar
Intimidar
Empurrar
Encarnar
Perseguir
Ferir
Assediar
Sacanear
Aterrorizar
Roubar
Humilhar
Amedrontar
Quebrar pertences
Fazer sofrer
Tiranizar
Discriminar

E onde o Bullying ocorre?
O BULLYING é um problema mundial, sendo encontrado em toda e qualquer
escola, não estando restrito a nenhum tipoespecífico de instituição: primária ou
secundária, pública ou privada, rural ou urbana. Pode-se afirmar que as escolas que
não admitem a ocorrência de BULLYING entre seus alunos, ou desconhecem o
problema, ou se negam a enfrentá-lo.

De que maneira os alunos se envolvem com o Bullying?
Seja qual for a atuação de cada aluno, algumas características podem ser
destacadas, como relacionadas aos papeisque venham a representar:

alvos de Bullying - são os alunos que só sofrem BULLYING;
alvos/autores de Bullying - são os alunos que ora sofrem, ora praticam
BULLYING;
autores de Bullying - são os alunos que só praticam BULLYING;
testemunhas de Bullying - são os alunos que não sofrem nem praticam
Bullying, mas convivem em um ambiente onde isso ocorre.
§ Os autores são, comumente, indivíduosque têm pouca empatia. Freqüentemente,
pertencem a famílias desestruturadas, nas quais há pouco relacionamento afetivo
entre seus membros. Seus pais exercem uma supervisão pobre sobre eles, toleram
e oferecem como modelo para solucionar conflitos o comportamento agressivo ou
explosivo. Admite-se que os que praticam o BULLYING têm grande probabilidade de
se tornarem adultos com comportamentosanti-sociais e/ou violentos, podendo vir a
adotar, inclusive, atitudes delinqüentes ou criminosas.
§ Os alvos são pessoas ou grupos que são prejudicados ou que sofrem as
conseqüências dos comportamentos de outros e que não dispõem de recursos,
status ou habilidade para reagir ou fazer cessar os atos danosos contra si. São,
geralmente, pouco sociáveis. Um forte sentimento de insegurança osimpede de
solicitar ajuda. São pessoas sem esperança quanto às possibilidades de se
adequarem ao grupo. A baixa auto-estima é agravada por intervenções críticas ou
pela indiferença dos adultos sobre seu sofrimento. Alguns crêem ser merecedores
do que lhes é imposto. Têm poucos amigos, são passivos, quietos e não reagem
efetivamente aos atos de agressividade sofridos. Muitos passam a ter...
tracking img