A importancia de brincar no ambiente hospitalar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 39 (9735 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A Importância do Brincar no Ambiente Hospitalar: da Recreação ao Instrumento Terapêutico


Resumo: O presente artigo apresenta o estudo realizado sobre a importância do brincar no ambiente hospitalar, aprofundando as questões referentes à hospitalização da criança e ambiente hospitalar, os efeitos do brincar no hospital e na subjetividade da criança hospitalizada. Para tanto, procurouapresentar os recursos utilizados para o brincar no hospital, os objetivos do brincar para a criança enferma, assim como efeitos do brincar na subjetividade da criança hospitalizada. Foi utilizada uma pesquisa bibliográfica através do levantamento de artigos científicos produzidos entre os anos 2000 e 2010, utilizando como ferramentas Scielo (Scientific Electronic Library Online), Google Acadêmico;Lilacs (Sistema Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde) e BVS (Biblioteca Virtual em Saúde), além de referências disponíveis nos próprios artigos levantados. A pesquisa demonstrou como aspecto relevante à apreensão de muitos artigos de áreas profissionais distintas no que se refere à saúde que abarcam o tema do brincar e suas implicações para a criança hospitalizada eprocurou analisar se existem diferenças entre os recursos e objetivos da utilização de atividades lúdicas por parte do psicólogo quando comparado aos demais profissionais da saúde, corroborando para a investigação das particularidades do brincar e sua importância na subjetividade da criança hospitalizada, além de ampliar a sua utilização.
Palavras-chave: brincar no hospital, brinquedo terapêutico,hospitalização infantil e atividades lúdicas.

Introdução

O processo da internação pode gerar impactos devastadores na vida de qualquer ser humano tornando-se importante a criação de estratégias terapêuticas a fim de promover o bem estar e atender às dimensões físicas, psíquicas, culturais, espirituais, sociais e intelectuais, favorecendo a expressão do paciente e possibilitando a humanização evalorização do sujeito inserido no contexto hospitalar (BRASIL e SCHWARTZ, 2005). O paciente não pode ser visto apenas como alguém em busca de um tratamento médico, mas sim como um indivíduo que possui subjetividade e necessita estar implicado na participação do seu processo de adoecimento e cura.

No caso de crianças, a criação de estratégias como forma de atenuar o processo de hospitalizaçãodecorrente do estresse e ansiedade devido à doença, além do sofrimento físico, procedimentos médicos e rotina hospitalar desgastante, torna-se de fundamental relevância. Dessa forma, o brincar no hospital surge como um poderoso recurso que possibilita à criança o resgate da sua vida antes do processo de hospitalização e, segundo Silva (2006), favorece a sociabilidade, interação e dinamismo mesmocom a restrição do espaço físico e das limitações provenientes do adoecimento.


Guerrelhas, Buenos e Silvares (2000 apud REIS, 2008) apontam a brincadeira como uma possibilidade que a criança encontra de aprender maneiras de se comportar diante de novos estímulos presentes no ambiente, tomando consciência de si e do local em que se encontra. É importante também salientar as contribuições dabrincadeira para o desenvolvimento infantil, que pode encontrar-se fragilizado em decorrência da doença e os benefícios que o brincar pode proporcionar ao infante, já que se encontra num ambiente restrito, limitado, cheio de regras e que impossibilita a criança de atuar da mesma forma que antes da doença.


A brincadeira no contexto hospitalar é então um instrumento de intervenção utilizado comoforma da criança construir estratégias de enfrentamento em relação à doença, hospitalização, comunicação e resolução de conflitos. Através do brincar, a criança pode se expressar melhor, assim como demonstrar os seus sentimentos e resgatar a si mesma (FORTUNA, 2007).


Diante dessa questão, torna-se relevante compreender a partir dessa pesquisa as particularidades do brincar no contexto...
tracking img