A. comte

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1211 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Auguste Comte
a) Caracterize os três estádios de desenvolvimento das sociedades definidos por August Comte.
O alicerce fundamental para a compreensão do Positivismo é indiscutivelmente a "Lei dos Três Estados", a visão comtiana da evolução do progresso das concepções intelectuais da humanidade. Essa evolução passa por três estados teóricos diferentes, aos quais correspondem estados dedesenvolvimento e a um modelo de organização social: o estado teológico, o estado 'metafísico' e finalmente o estado 'positivo'. A transição entre todos os 3 estádios faz-se do simples para o complexo, sendo que o teológico é inicial, o segundo apenas um período de transição e o último a fase final, levando ao pensamento racional.
O estado teológico caracteriza-se por um pensamento não científico, ouseja, é um pensamento baseado em especulações, os factos observados têm explicações sobrenaturais, míticas e religiosas, por entidades cuja vontade arbitrária comanda a realidade. Assim, busca-se o absoluto e as causas primeiras e finais. O estado teológico tem uma evolução própria, começando no fiticismo, seguindo-se para o politeísmo, e terminando no monoteísmo.
O fiticismo, atribuicaracterísticas antropomórficas a todos os seres, isto é, todos os seres orgânicos ou inorgânicos possuem uma vida espiritual, como vivos e dotados de vontade (adoração dos astros, por exemplo). O politeísmo caracteriza-se pela predominância da imaginação, tirando o princípio vital dos seres naturais, e explica a animação deles como sendo da responsabilidade especializada de vários Deuses, que habitam nummundo superior. A terceira fase, o monoteísmo, reúne todas as divindades numa só, e aumenta a distância entre os seres e as suas teorias explicativas. Nesta fase acreditava-se que a sociedade era uma expressão da vontade de Deus e o estado a família era a unidade relevante deste estado e o uso da força seria a garantia da ligação à religião, considerando-se os Sacerdotes como líderes espirituais.Findo o estado teológico, surge o estado metafísico, que se desenvolveu no Renascimento. Ao contrário do estado anterior, neste invocam-se entidades reais abstractas como a Natureza em vez dos seres sobrenaturais. A metafísica procura explicar a natureza íntima dos seres, a origem e o destino de todas as coisas, tratando das questões ontológicas do existencialismo, determinismo, teorias doconhecimento entre outras. Neste estado, já não é a pura imaginação que domina, nem a verdadeira observação (daí ser considerado um estado intermédio, de ligação), pois são questões às quais apenas a razão pode tentar responder, tendo a argumentação como método explicativo. Os filósofos são considerados os lideres espirituais e o Estado a ser a unidade social relevante. Neste estádio, o aparelho militar ea lei seriam a base de integração social.
No estado positivo todo conhecimento do mundo material decorre dos dados "positivos" da experiência, e é somente a eles que o investigador deve ater-se. Todo o conhecimento dito "transcendente" - metafísica, teologia - não verificável, deve ser descartado. O humano desenvolve-se com base na observação e raciocínio científicos. As respostas obtidasresultam sempre da experiência de vida, por meio da observação, raciocínio e comparação, que conduzem às leis universais, leis essas que explicam as coisas, os acontecimentos, a vida quotidiana e as sociedades. Neste estado a regra fundamental é a que não existem dados a priori, qualquer proposição que seja estritamente redutível ao simples enunciado de um facto, quer particular quer geral, não temqualquer sentido real. Procura-se descrever o mundo segundo leis gerais abstractas, de ordem inteiramente positiva, em que se deixa de lado o conhecimento absoluto e procura-se o relativo.
Gera-se neste estado uma lei geral do movimento fundamental da Humanidade por Comte, segundo a qual, cada vez mais as nossas teorias tendem para a designação exacta dos dados externos sem que, no entanto, a sua...
tracking img