Virando a propria mesa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4248 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Virando a Própria Mesa: Uma História de Sucesso Empresarial Made in Brazil.
Ricardo Frank Semler - 12 fitas.

Indicado para burocratice crônica, estressite aguda, hipertensão administral e hipertrofia organizacional. Dependendo da atitude mental de quem o lê, pode ser aceito como uma contribuição válida a novos conceitos de administração, ou rejeitado como cheio de fantasias temerárias, quenão levam em conta os ditames da experiência. Provocativo e estimulante, inovador e iconoclasta, tem o sabor da irreverência e da espontaneidade. Aos 28 anos o autor conseguiu revolucionar a empresa de seu pai, fabricante de produtos industriais, diversificando suas atividades e instalando com sucesso um inédito sistema de gestão democrática. O livro é o relato dessa experiência e o resumo das idéiase ideais de um ex-roqueiro que tem como marca uma incrível disposição de virar todas as mesas, na busca de um modelo nacional, e autêntico, de administração. Nele, o autor discute com irreverência os prós, os contras e o meio de campo do assunto, introduzindo novos temperos na geléia empresarial brasileira. E dedilha com leveza temas tão polêmicos como o papel das multinacionais e aprofissionalização da empresa familiar, chegando a notas mais agudas, como o relacionamento com os sindicatos e comissões de fábrica. E o resultado desse vôo rasante e arrasador é a derrubada de conceitos antigos e arraigados.

O livro, embora dirigido à área de Administração e Negócios, traz grandes lições sobre o campo da comunicação e sua gestão integrada e estratégica de um modo "bem humorado". Com acondução da empresa familiar do autor como pano de fundo, o livro na verdade nos mostra as dificuldades e vantagens de se transformar um sistema tradicional e hierárquico de administração e comunicação. Semler afirma que para emparelhar-se à concorrência do mercado internacional é preciso combater a falta de profissionalismo, o favoritismo e a lógica patriarcal que ainda é forte em inúmeras empresasbrasileiras, principalmente familiares, que por insistirem em serem tradicionais ao extremo acabam se tornando obsoletas. A obra é uma ferrenha defesa da modernização empresarial em todos os sentidos, implicando, assim, num fortalecimento das ações de Relações Públicas com o objetivo de consolidar uma cultura organizacional própria, com princípios bem fixados - tida como fator diferencialfundamental - e de despertar nos funcionários a criatividade, a credibilidade e a participação efetiva. Enfim, de maneira competente e descontraída, Virando a própria mesa procura através de um exemplo de sucesso provar o quão importante são as mudanças para que se chegue à excelência empresarial nos tempos de hoje, colocando a comunicação e a gestão das Relações Públicas como imprescindíveis paratanto.
SEMLER (1988) no seu livro “Virando a própria mesa”, diz que os gerentes das nossas organizações poderão perpetuar nos cargos que ocupam até sua aposentadoria, basta somente administrar o posto ao qual foi ungido, pois os tomadores de decisão na estrutura de nossas empresas conquistam o poder de forma biônica. É evidente que a escolha não ocorre de forma aleatória, deve-se ter uma afinidade coma elite dominante do poder, que espera desse membro fidelidade aos objetivos e interesse dessa classe dominadora.


Introdução

Ricardo Semler, ex-roqueiro, advogado e administrador de empresas herdou aos 28 anos a responsabilidade de virar a mesa da Semco, uma empresa extremamente especializada e em má situação. Arrojado, re-estruturou e, em poucos anos, tornou-a lucrativa, diversificada emuito maior, comprando várias subsidiárias brasileiras de poderosas multinacionais.
O livro conta como todas essas mudanças ocorreram. Que envolveram, entre outras coisas, um choque entre várias culturas muito distintas: a da empresa conservadora e familiar, a revolucionária (e, por vezes, inconsistente) do jovem Ricardo Semler e outras que influenciam estas (como a cultura brasileira).
O...
tracking img