Uso do controle estatistico na qualidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2061 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CONTROLE ESTATÍSTICO NA QUALIDADE

PRINCÍPIOS

O Controle Estatístico do Processo (C.E.P.) é um método preventivo de controle de processo de fabricação. Procura-se dar ênfase à prevenção (evitar) dos defeitos, ao contrario da inspeção, que da ênfase a detecção ( separar) dos defeitos. Mais que um simples método para controlar o produto fabricado, permite ao homem uma participação maior noprocesso produtivo.

CONTROLE: Fazer com que algo se mantenha dentro de padrões estabelecidos.

ESTATÍSTICO: Usar números (dados) para obter conclusões sobre algo em análise.

PROCESSO: É o meio utilizado para se obter uma peça ou produto. Um processo envolve o operador + a máquina + o material + as ferramentas + e o meio ambiente.

O C.E.P. nos fornece dados para tomarmos ações sobre oprocesso de fabricação, particularmente no caso de processo de produção repetitivo, antes que comecem a ocorrer defeitos nas peças.
Hoje, mais do que uma ferramenta estatística, o CEP é entendido como uma filosofia de gerenciamento (princípios de gerenciamento) e um conjunto de técnicas e habilidades originárias da Estatística e da Engenharia de Produção, que visam garantir a estabilidade e amelhoria contínua de um processo de produção.
Em resumo, visa o controle e a melhoria do processo.

Os princípios fundamentais para implantação e gerenciamento do CEP são:
* pensar e decidir baseado em dados e fatos;
* pensar separando a causa do efeito, buscar sempre conhecer a causa fundamenta dos
problemas;
* reconhecer a existência da variabilidade na produção e administrá- la;* usar raciocínio de prioridade (Pareto);
* girar permanente e metodicamente o ciclo de controle (Ciclo PDCA: Plan, Do, Check, Action), visando a melhoria contínua do desempenho;
* definir o próximo processo/etapa/posto de trabalho como cliente da etapa anterior. O cliente define a qualidade esperada;
* identificar instantaneamente focos e locais de disfunção e corrigir osproblemas a tempo;
* educar, treinar e organizar a mão de obra visando uma administração participativa e o auto controle.

Benefícios de um processo sob controle estatístico:
* as causas especiais serão sempre identificáveis e poderão ser eliminadas;
* as causas comuns não existem ou já foram eliminadas;
* aumento produtividade;
* problemas de qualidade não serão mais motivos peloqual não fechamento da produção;
* fornecedores com C.E.P. poderá reduzir ou até eliminar inspeções de recebimento;
* o comportamento do processo é previsível;
* tendo se conhecimento das causas comuns que afetam a qualidade do processo, o que ajudará na decisão gerencial de eliminá-las ou conviver com ela assumindo os custos de rejeição e de inspeção 100%.

As principais técnicas deapoio ao CEP são:
* Amostragem (Inspeção, Planos de Amostragem)
* Folha de Verificação
* Histograma/Gráficos
* Diagrama de Pareto
* Diagrama de Causa e Efeito/6M/Espinha de Peixe
* Estratificação
* Gráficos de Controle (Gráficos de Shewhart)
* Diagrama de Correlação
Atualmente a inovação fundamental em relação ao CEP é que esses princípios etécnicas devem ser compreendidos, e aplicados, por todas as pessoas da organização e não apenas pelos técnicos e engenheiros da área de Qualidade.



GRÁFICOS DE CONTROLE

São gráficos que apresentam o comportamento (variabilidade) do processo.

LSC


LC

LIC

LSC = Limite Superior de Controle
LC = LinhaCentral
LIC = Limite Inferior de Controle

Os gráficos de controle são instrumentos simples que permitem ao processo atingir um estado de controle estatístico (estado do processo em que estão presente somente causas comuns de variação).
Podem ser aplicados pelos próprios operários, que poderão discutir com os supervisores, engenheiros e técnicos através da linguagem dos dados fornecidos pelos...
tracking img