Uma leitura sobre a carta de paulo aos romanos, capitulo 13

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3581 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Romanos 13 – A Prática da Justiça

Introdução e Resgate

Os capítulos finais de Romanos, iniciando-se no Capítulo 12, têm sido chamados de sua seção prática, em contraste com o seu centro teológico. Nos primeiros capítulos, Paulo mostrou que o judeu e o gentio, igualmente, não possuem justiça própria (capítulos 1-3), mas Deus credita justiça àqueles que crêem (capítulos 4-5). Esta justiçaproveniente de Deus não é simplesmente forense, porque ao nos salvar Deus nos une a Cristo, fornecendo um canal por meio do qual o poder do Espírito Santo pode fluir para realmente nos capacitar a vivermos de foma justa aqui e agora. E a verdade, a presença do Espirito é a garantia dada por Deus de nossa redenção final e de nossa perfeição final na própria imagem de Cristo (capítulos 6-8). Com suaexploração desta justiça que é completa “de fé em fé” (vs. 1.17), Paulo fez uma pausa para responder à objeção daqueles que viam nisto a aparente separação de Israel. Deus não tem agido injustamente, porque a história sagrada demonstra sua liberdade de fazer tais escolhas, o princípio de misericórdia que fundamenta seus atos, e seu compromisso com suas promessas. A história sagrada tambémestabelece o princípio do remanescente, que o Israel espiritual é sempre preservado apesar da apostasia do Israel nacional, e portanto Paulo assegura ao seu leitor que em última instância “todo o Israel será salvo” (capítulos 9-11).

Mas agora resta uma única questão: a “justiça” é mais que um uma questão retórica, é mais que uma questão individual, é uma questão corporativa. Deus está decidido acriar uma comunidade justa e moral, um povo cujas vidas, juntas, darão testemunho de Seu caráter bem como da Sua graça. Nesta última porção do livro de Romanos, capítulos 12 a 16, Paulo nos convida a visualizar o estilo de vida compartilhado por uma igreja justa e amorosa.

Como a comunidade da fé expressa e experimenta a justiça? Quais as atitudes do crente justificado deve adotar para nesse novoestilo de vida?

O Capítulo 12, que estudamos no domingo passado, nos informa de três atitudes básicas, iniciando-se com o nosso relacionamento com Deus. Poderíamos fazer a seguinte pergunta: qual deve ser a atitude do crente justificado para com Deus? A resposta é simples e objetiva: ofereçam-se a Deus como sacrificio vivo, santo e agradável (Romanos 12:1-2). Em contraste com as práticasjudaicas, o sacríficio que Deus requer do crente justificado é vivo, racional, espiritual, nada ritualista e morto. O Cordeiro que tira o pecado do mundo já pagou o preço e nos redimiu. O que devemos fazer é aceitarmos esse desafio pela fé e colocar em prática um novo relacionamento com Deus, por meio de Jesus Cristo, com a ajuda do Espirito Santo, que nos convence do pecado, da justiça e do juizo eno encaminha na jornada da santificação.
Paulo, continua e outra pergunta é possível se fazer: qual a atitude do crente justificado para com os seus irmãos cristãos? A resposta que o texto bíblico nos oferece, também, é direta: Nós que somos muitos, somos um só corpo em Cristo (Romanos 12:3-8). A graça multiforme de Deus quando age nos nossos corações, fazendo que a fé nos una a irmãos, queapesar de diferentes, com vários dons e talentos, se unem na adoração e no serviço ao Deus vivo, que quer nos usar para levar a sua mensagem a toda humanidade. A fé genuina, humilde e operante, nos permite atuarmos no mundo, transformando-nos a nos mesmos e alcançando aqueles que Deus de antemão preparou para compor o seu corpo. Cada um aplicando os dons de forma zelosa, faz com que os que estão aonosso redor vejam em nós, a luz que guia o andante na noite escura ao lugar de descanso que Deus preparou.

O Capítulo 12 ainda traz mais um atitude que Deus espera do crente justificado por ele mesmo: qual deve ser a atitude do crente justificado para com os de fora, inclusive os inimigos? A resposta que encontramos é impactante: abençoem os que os perseguem (Romanos 12:14-21). Quão dificil...
tracking img