Saude mental

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1706 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Artigo sobre Saúde Mental

Introdução.
A área escolhida como campo de estágio foi a Saúde Mental. Realizado no Centro de Atenção Psicossocial que é um serviço de saúde aberto e comunitário do Sistema Único de Saúde (SUS). Ele é um lugar de referência e tratamento para pessoas que sofrem com transtornos mentais, psicoses, neuroses graves e demais quadros, cuja severidade e/ou persistênciajustifiquem sua permanência num dispositivo de cuidado intensivo, comunitário, personalizado e promotor de vida.
O objetivo dos CAPS é oferecer atendimento à população de sua área de abrangência, realizando o acompanhamento clínico e a reinserção social dos usuários pelo acesso ao trabalho, lazer, exercício dos direitos civis e fortalecimento dos laços familiares e comunitários. É um serviço deatendimento de saúde mental criado para ser substitutivo às internações em hospitais psiquiátricos.
Sendo assim, este campo de estágio ofereceu todas as condições para que o mesmo fosse realizado com êxito, ajudando a contextualizar a teoria aprendida em sala de aula com a experiência prática que ocorreu in locus.
Portanto, o presente relatório tem por objetivo descrever as atividades realizadas noestágio e como tema central o conhecimento prático sobre os portadores de doença mental e sobre as patologias. Segue-se, então, o relatório sobre o exercício do estágio que teve seu objetivo alcançado. Destacando o que se foi observado na atuação do profissional da área de psicologia, assim como as atividades desenvolvidas pelo mesmo.

Relação Teoria e Prática
Eu estava dormindo e meacordaram. E me encontrei, assim, num mundo estranho e louco. E quando eu começava a compreendê-lo, um pouco, já era hora de dormir de novo! (Mário Quintana).
Este trabalho relata o quadro clínico de um paciente do qual foi feito um estudo de caso. Os dados apresentados foram obtidos por meio do prontuário e acompanhamento do mesmo no SERSAM. O paciente D. G. S. de 17 anos de idade, foi diagnosticado coma hipótese na CID 10 como F-25 Transtorno esquizoafetivo, tipo maníaco. Os transtornos esquizofrênicos, de acordo com Holmes (1997), se caracterizam em geral por distorções fundamentais e características do pensamento e da percepção e por afetos inapropriados ou embotados. Usualmente mantém-se clara a consciência e a capacidade intelectual, embora certos déficits cognitivos possam evoluir nopercurso do tempo. Os fenômenos psicopatológicos mais importantes incluem o eco do pensamento, a imposição ou o roubo do pensamento, a divulgação do pensamento, a percepção delirante, idéias delirantes de controle, de influência ou de passividade, vozes alucinatórias que comentam ou discutem com o paciente na terceira pessoa, transtornos do pensamento e sintomas negativos.
O transtorno esquizoafetivotipo maníaco, tem características tanto da esquizofrenia quanto dos transtornos de humor. Em outras palavras, os pacientes que apresentam essa doença têm sintomas de esquizofrenia, “misturados” com sintomas de doença afetiva bipolar – também conhecida como psicose maníaca depressiva ou de depressão. Esses sintomas podem apresentar juntos ou de maneira alternada. Segundo Coleman (1993), a evoluçãodos transtornos esquizofrênicos pode ser contínua, episódica com ocorrência de um déficit progressivo ou estável, ou comportar um ou vários episódios seguidos de uma remissão completa ou incompleta. Não deve ser feito um diagnóstico de esquizofrenia quando do quadro clínico comporta sintomas depressivos ou maníacos no primeiro plano, a menos que se possa estabelecer se equívoco que a ocorrênciados sintomas esquizofrênicos fosse anterior a dos transtornos afetivos.
O paciente do estudo de caso foi encaminhado pela primeira vez ao serviço de saúde mental aos 10 anos de idade, pela psicóloga da escola primária onde ele estudava. D. G. S. apresentava alterações no comportamento, tais como agitação psicomotora, logorréia, hiperatividade e delírio persecutório. Segundo Paulo Dalgalarrondo:...
tracking img