Saude mental

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2252 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE VALE DO RIO DOCE – UNIVALE
FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE - FACS
CURSO DE ENFERMAGEM







Cláudia Coelho Linhares
Hercília Filgueiras de Almeida
Larissa Freitas Araújo
Thais Trindade Mendes










O DESPREPARO ACADÊMICO FRENTE À REALIDADE DA SAÚDE MENTAL















Governador Valadares - MG
Novembro - 2008
CLÁUDIA COELHO LINHARESHERCÍLIA FILGUEIRAS DE ALMEIDA
LARISSA FREITAS ARAÚJO
THAIS TRINDADE MENDES





O DESPREPARO ACADÊMICO FRENTE À REALIDADE DA SAÚDE MENTAL








Trabalho para aprovação na disciplina de Leitura e Produção de texto,
apresentado a Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade Vale do Rio Doce.Professora: Nadia Dolores







Governador Valadares - MG
Novembro - 2008

SUMÁRIO


1 INTRODUÇÃO 3
2 Objetivo Geral: 5
3 Objetivos Específicos: 5
4 JUSTIFICATIVA 6
5 METODOLOGIA 8
5.1 AMOSTRA 9
6 REFERÊNCIAL TEÓRICO 10
7 CRONOGRAMA 11
9 PLANO DE CUSTO PREVISTO 12
10 ANEXOS 13
10.1 QUESTIONÁRIO PARA PROJETO DE PESQUISA DO CURSO DE ENFERMAGEM 13
11 REFERÊNCIAS15

1 INTRODUÇÃO




Um breve histórico da evolução da história da loucura no Brasil, deixa evidente um passado triste, vivenciado pelos portadores de sofrimento mental, onde eram submetidos a maus tratos, superlotação, enfim eram tratados como a escória da humanidade e foram inseridos no que se transformou ao que podemos chamar de uma grande e lucrativa indústria. As mudanças destecenário só começaram realmente se concretizar graças ao envolvimento da sociedade civil, sobre tudo através da organização de técnicos, familiares e usuários no movimento da luta antimanicomial, e segue passando pela reforma psiquiátrica brasileira, onde hoje estão amparadas por leis especificas dentro da constituição brasileira.
Todo este processo em que foi e está sendo ainda escrito estahistória, possuem uma evolução louvável, porém muito recente. Houve grandes conquistas, certamente, onde se deve admitir que, cresceu a receptividade social à idéia sobre os portadores de sofrimento mental. Entretanto ainda quando comparado à proporção da sociedade, que demonstra nada saber sobre o assunto, fica nítido que há muitos caminhos ainda a serem percorridos.
Sendo então uma históriarecente e que ainda se encontra em processo de construção, fica evidente a necessidade do envolvimento cada vez maior da sociedade. Mas como se envolver sem conhecer? E quem é essa sociedade? Foi a princípio através destas indagações que começou a nascer este projeto. A seguir começamos então a discutir qual o nosso papel como futuros profissionais de saúde no redicirecionamento contínuo destarealidade.
Posteriormente às indagações anteriores, ficou notório que era primordial desenvolver um projeto onde a base seria à observação do desconhecimento e despreparo dos acadêmicos de enfermagem da Universidade Vale do Rio Doce (UNIVALE), frente à atual realidade que é vivenciada pelos portadores de algum transtorno mental.
Dessa forma, o tema que desejamos pesquisar é a visãodestes acadêmicos antes e depois de conhecer a realidade dos pacientes portadores de sofrimento mental.
Trata-se de um tema de relevância social, acadêmico e cientifico, pois possibilitará o conhecimento, de como os futuros profissionais de saúde, estão agregando conhecimento e técnicas, e principalmente, como estes vêem a necessidade permanente de re-significar os conceitos de saúde edoença mental e propor formas alternativas de tratamento à pessoa com sofrimento mental que não tenham o foco principal na hospitalização, mas valorizem o potencial sadio de cada um, visando à prevenção e promoção da saúde e resgate da cidadania pela ressocialização dessas pessoas.


2 Objetivo Geral:



Promover análise crítica da visão e conhecimento dos acadêmicos de enfermagem...
tracking img