Resumo sobre eliezer schneider

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (849 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Eliezer Schneider, um dos primeiros brasileiros com formação acadêmica em Psicologia. Formado em Direito em 1939, pela Faculdade Nacional de Direito da antiga Universidade do Brasil (hoje UFRJ),prestou concurso para o Instituto de Psicologia daquela universidade, onde ingressou em 1941. Poucos anos depois, obteve o título de Mestre em Psicologia pela Universidade de Iowa (EUA) com tese sobre asteorias emergentistas da personalidade, orientada pelo professor Gustavo Bergman. Da experiência nessa Universidade permaneceu seu interesse pelo behaviorismo, menos talvez por sua metodologia do quepor sua ênfase nas situações ambientais como determinantes do comportamento humano. Seu interesse pela Psicologia, segundo seu próprio relato, surgiu com o estudo do Direito - como entender ocriminoso, como caracterizar a inimputabilidade? Sua principal influência, contudo, se encontra na formação de toda uma geração de professores de Psicologia Social que, com ele, aprendemos a estender nossoolhar além do paradigma individualista e intimista que caracteriza nossa Psicologia.
Palavras-chave: Eliezer Schneider, Psicologia Social, História da Psicologia
garante o título de Mestre em 1947

Noinício dos anos cinquenta, Schneider pensa em retornar aos Estados Unidos para realizar o doutorado. Tem seu pedido aceito pela Iowa University para, logo em seguida, ser informado de que oDepartamento de Estado vetava seu ingresso naquele país. Eram os tempos do macartismo e sua participação na Juventude Comunista e nos movimentos antifascistas - tanto quando ainda estudante do Colégio Pedro IIquanto no período da Faculdade de Direito - o havia tornado persona non grata aos olhos de um mundo cindido entre aliados e inimigos.

O grau de sua atuação pode ser medido pelo resultado de umaeleição entre os grupos estudantis da esquerda, quando derrotou Carlos Lacerda (Dulles, 1995). Esta militância implicou também em prisão e tortura nos tempos do governo Vargas. Aliás, a fala de Schneider...
tracking img