Resumo do filme o poder e a lei

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (601 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ANÁLISE: O PODER E A LEI


Na trama o Dr. Haller tinha um enorme medo de não saber reconhecer um inocente. Conforme o art.5º, inciso LVII da Constituição Federal: “ninguém seráconsiderado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória”, ou seja, todos são inocentes até o julgamento. Este é um ponto positivo da trama, pois ela mostra com clareza que é melhor um réuculpado livre do que um inocente na cadeia.
Outros pontos positivos da trama é a realidade do mundo jurídico, onde há suborno, falhas sem processos, provas alteradas, testemunhas comprados,as artimanhas desse universo. Também mostra promotores empenhados a realizar a justiça com clareza e foco.
O lado negativo é justamente este, onde acaba toda aquela “magia” do direito, poismostra como a justiça, de certo modo, é fraca, que provas são fácies de adulterar, que no mundo jurídico há uma grande parcela de operadores fora das legalidades da lei. Outro ponto negativo, que é omais severo, é o risco que o advogado corre, pois na trama seu cliente ameaça sua família.
Uma questão ética do filme está relacionada ao sigilo cliente advogado: na trama isso acaba afetando oadvogado, pois um de seus clientes, o Sr. Martinez foi preso por um crime pelo qual não cometeu, e o seu atual cliente o Sr. Rollet é o culpado do homicídio da Dona Reinterina. No caso atual que eleesta defendendo seu cliente, o Sr. Rollet foi acusado de tentativa de homicídio, estupro e violência contra a mulher.
06
O que ocorre é que Haller descobre do crime anteriormentecometido e o acusado o confessa. Porém o privilegio cliente advogado não permite que ele conte. Conforme o art.27 e o seu parágrafo único do Sigilo Profissional da Ética do Advogado no Código de Éticae Disciplina da OAB: “as confidências feitas ao advogado pelo cliente podem ser utilizadas nos limites da necessidade da defesa, desde autorizado aquele pelo constituinte. Parágrafo único: presumem...
tracking img