Resumo das principais ideias de politica educacional brasileira

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1867 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
RESUMO DAS PRINCIPAIS IDEIAS APRESENTADAS NOS CAPÍTULOS 1, 2
e 5
ACADÊMICA (O): Almelina Candida de Souza REG: 72672

Introdução

Este trabalho é fruto da leitura e reflexões realizadas do livro de apoio Política Educacional Brasileira, sendo que a educação, a infância ela não pode se compreendida fora de um contexto socioeconômico e político. Pois quando se fala em infância, não épossível se referir à criança em si sem se considerar o tempo, o lugar e a estrutura social que ela está inserida. Essa reflexão diz respeito às políticas para a infância do Brasil, no sentido de assegurar e proteger a infância, como um período de formação na vida do individuo importante para toda a sociedade que pretende preservar modos de vida e de cultura.
Com todas as transformações ocorridas natrajetória do homem sobre a terra, ao longo dos séculos, desde a antiguidade, o conceito de política sofreu um desgaste de cunho filosófico e prático, moral e ético, nunca sequer sonhado pelos pensadores antigos. A história descreve essa trajetória e nos deixa ciente do poder do homem sobre o seu próprio destino a partir do sistema político, que pode ser automático, autoritário, democrático.
Dianteda reflexão a educação teve um grande avanço, pois teve como ponto de partida sobre as políticas públicas para o ensino superior à distância no Brasil é, sem dúvida nenhuma, a atual Lei de Diretrizes e Básicas da Educação Nacional (LDB) – Lei N. 9394/96 (BRASIL, 2001), que deu início ao processo de reconhecimento de Educação a Distância (EAD) como uma modalidade educativa e, consequentemente,passou a exigir uma definição de políticas e estratégias para sua implementação e consolidação nas, mas diversas Instituições de Ensino Superior (IES) do País. Para viabilizar essa formação, a própria lei determina que cada município e, supletivamente, o Estado e a União, deverão realizar programas de capacitação para todos os professores em serviço, utilizando também os recursos da educação àdistância.


1 As políticas públicas recentes para a infância no Brasil
2 O ensino fundamental no Brasil: considerações necessárias
3 Políticas públicas para o ensino superior a distância: a qualidade dos
cursos de graduação em questão

Segundo texto em que foi realizada a leitura, As políticas públicas recentes para a infância no Brasil têm como objetivo é mostrar como as políticasneoliberais, através dos organismos multilaterais como o Banco Mundial e o Fundo Monetário Internacional (FMI), influenciaram as políticas educacionais por meio das propostas de financiamento e do modelo de educação infantil desejado para esse período. Dessa forma, evidenciam-se as contradições dessas políticas de atendimento que transformam as perspectivas os direitos das crianças, garantidos pelalegislação, em perspectivas de necessidades. Kramer (1996) afirma que no final dos anos 70 do século XX, nos então chamados países de Terceiro Mundo, dentre eles o Brasil, as crianças pobres representavam o fracasso na escola, escola essa que seguia modelos educativos já ultrapassados. Falar em educação infantil no Brasil significa, necessariamente, retomar a constituição Federal de 1988, o Estatuto daCriança e do Adolescente de 1990 e a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional – Lei nº. 9394/1996 (BRASIL, 1996ª). Por intermédio desses documentos, podemos obter uma visão clara dos direitos adquiridos pela criança, considerado cidadã e sujeito de direitos, e dos caminhos tomados pelas políticas públicas destinadas à infância de nosso país.
Segundo Nascimento (2003) que estuda a sociologia dainfância na década de 90 do século XX e considera que esse período representa um grande avanço na história, na legislação na pesquisa e nas discussões gerais acerca da infância. A partir dos princípios contidos sobre os direitos sociais, na Constituição Federal de 1988, cria-se a Lei nº. 8.069/1990 – Estatuto da Criança e do Adolescente, que define as responsabilidades dos adultos em...
tracking img