Resenha - a era do capital

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2564 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A descrição densa e a antropologia interpretativa de Clifford Geertz.
por: Carla Maria Lobato Alves*
Nesta resenha levantaremos algumas considerações epistemológicas feitas pelo antropólogo norte-americano Clifford Geertz em “A Interpretação das Culturas” (1989), primeira publicação em 1973, e“O Saber Local” (1997), primeira publicação em 1983, tendo como ponto de debate, respectivamente, ostextos “Uma descrição densa: por uma teoria interpretativa da cultura” (1989) e “Do ponto de vista dos nativos: a natureza do entendimento antropológico” (1997).
Geertz (1989, p.13) levanta questionamento sobre o uso indiscriminado de certas idéias que surgem no âmbito intelectual. Sua crítica aparece fazendo menção à maneira como essas idéias pareceriam “resolver” ou “solucionar” os pontosobscuros. Para o autor, depois de passado o entusiasmo pelo uso dessas certas idéias, alguns intelectuais ponderam o uso desmedido ao aplicá-las “onde ela realmente se alia e onde é possível expandi-la, desistindo quando ela não pode ser aplicada ou ampliada” (1989, p.13).
Partindo desta consideração, Geertz critica o uso desenfreado do conceito de cultura seja por conceitos que são bastanteabrangentes, no caso de Tylor, ou por conceitos bastante difusos, no caso de Clyde Kluckhohn. Da mesma maneira critica o uso limitado de conceitos de “experiência-próxima” ou de “experiência-distante”, pois os primeiros “deixariam o etnógrafo afoga em miudezas e preso em um emaranhado vernacular” (GEERTZ, 1997, p.88) e os segundos “o deixaria perdido em abstrações e sufocados em jargões” (GEERTZ, 1997, p.88). Desse modo, o autor explica que a antropologia interpretativa não deve escolher qual dos dois conceitos é melhor que o outro, mas sim fazendo uso de cada um quando for necessário à análise.
Geertz defende que o conceito de cultura é semiótico, ou seja, “acreditando como Max Weber, que o homem é um animal amarrado a teias de significados que ele mesmo teceu, assumo a cultura como essas teias”(1989, p.15). A análise dessas teias deve ser feita por uma ciência interpretativa que busca analiticamente os significados, e não por uma ciência experimental que busca leis.
Clifford Geertz centraliza sua análise no comportamento humano e, consequentemente, na ação simbólica. Neste ponto o autor aproxima-se bastante de Max Weber, pois aquele está preocupado em apreender o sentido das açõessociais. Percebemos isto ao destacar os estudos feitos sobre a “noção de pessoa” em Java, Bali e Marrocos (1997, p. 89). Foi buscando compreender as representações que pessoas dessas sociedades faziam de si e do outro que o autor focaliza os significados simbólicos imprimidos na noção de “eu”.
O autor destaca que o método adequado à análise interpretativa da antropologia é adescrição densa, noçãoemprestada de Gilbert Ryle. A importância da etnografia feita através dadescrição densa está na perceber as particularidades, ou miudezas através das seguintes quatro características: “ela é interpretativa; o que ela interpreta é o fluxo do discurso social e a interpretação envolvida consiste em tentar salvar o ‘dito’ num tal discurso da sua possibilidade de extinguir-se e fixa-lo em formaspesquisáveis (...) ela é microscópica” (GEERTZ, 1989, p. 31). Somente a descrição densa permitiria distinguir, de acordo com o exemplo citado, os tiques nervosos, as piscadelas por conspiração com um amigo, as piscadelas por imitação e as piscadelas ensaiadas. A distinção será obtida diante do sentido impresso pelo indivíduo, na medida em que é compartilhado e compreensível pelos demais. O etnógrafo só podecaptar as diferenças de significado buscando o “ponto de vista dos nativos” (GEERTZ, 1997). 

Nesse sentido, as críticas tecidas a Bronislaw Malinowski revelam que para obter o ponto de vista dos nativos não é preciso morar com eles, tornar-se um nativo ou copiá-lo, mas sim procurar conversar e situar-se entre eles para captar o sentido das ações sociais que são compartilhados entre os...
tracking img