Marketing no pais do futebol

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 89 (22052 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
RELATÓRIO FUTEBOL BRASILEIRO

1

O Marketing no País do Futebol

2008 Sportlink Marketing Esportivo

RELATÓRIO FUTEBOL BRASILEIRO

2

Copyright© 2008 por João Henrique Areias Título Original: O Marketing no País do Futebol Editor André Figueiredo Editoração Eletrônica Luciana Lima de Albuquerque

Nota do Autor para os membros da comunidade Gestao e Marketing Esportivo -www.marketingesportivo.org - 30 de novembro de 2010 Este livro, escrito a partir de um relatorio feito em 1998, serviu de base para a apresentacao que fiz ao Grupo de Trabalho do Ministerio do Esporte, formado por representantes da CBF, COB, Clube dos 13, atletas, arbitros, entre outros, em 2002, quando foi aprovado por unanimidade o sistema de pontos corridos para o Campeonato Brasileiro de Futebol eferias no meio do ano. A CBF implantou o sistema de pontos corridos em 2003. Ja a mudanca do periodo de ferias, foi postergado por prazo indeterminado. Este material esta sendo disponibilizado gratuitamente, para os membros da comunidade que responderam a pesquisa do site ate esta data. Solicito, por favor, que nao copiem ou enviem para outras pessoas ou organizacoes, sem nossa autorizacao. JoaoHenrique Areias

PUBLIT SOLUÇÕES EDITORIAIS Rua Miguel Lemos, 41 sala 605 Copacabana - Rio de Janeiro - RJ - CEP: 22.071-000 Telefone: (21) 2525-3936 E-mail: editor@publit.com.br Endereço Eletrônico: www.publit.com.br

RELATÓRIO FUTEBOL BRASILEIRO

3

PREFÁCIO

Este livro, na verdade, é a forma que encontrei para dar vida literária a um relatório sobre o futebol brasileiro, elaborada porminha empresa, a Sportlink Marketing Esportivo, a pedido do Diário Lance! e patrocinado pelo GP Investimentos, grupo que pensava investir no nosso futebol, assim como estavam fazendo outras empresas, como a ISL, Octagon, Nations Bank entre outras no ano de 1998. Me ajudaram na infatigável busca pelas informações, nem sempre fáceis e acessíveis, os funcionários da Sportlink na época. Luiz Leo, comseu cuidado milemétrico no trato das informações, Marcos Leal meu fiel escudeiro e Andrea Vidal, muito mais que uma secretária. Também o Diário Lance! foi fundamental na busca de informações e se tornou, apesar de sua infância (tinha apenas 3 anos de existência), na mais completa fonte de informações para o relatório. Finalmente, o conteúdo é fruto de discussões não só com minha equipe, mais doprecioso tempo dedicado pelo Walter Mattos, presidente do Lance!, que aportou sua experiência de forma muito positiva, fazendo de um relatório, tipo raio X feito em 1998, um documento atual para a comunidade esportiva brasileira. Joao Henrique Areias

“A Sonia, Gustavo e Paula, com carinho e amor”

RELATÓRIO FUTEBOL BRASILEIRO

4

Sumário

I. APRESENTAÇÃO......................................................................... 7 II. PRODUTO ................................................................................ 13 A. Calendário de Eventos ........................................................ 13 B. Sistema de Disputa ............................................................. 27 C. Tabela de Jogos ..................................................................34 III. MERCADO .............................................................................. 37 A. Torcedor - Consumidor ....................................................... 37 B. Patrocinadores .................................................................... 47 C. Meios de Transmissão e Reprodução ................................... 52 IV. COMERCIALIZAÇÃO............................................................... 55 A. Ingressos ............................................................................ 55 B. Direitos de Transmissão e Reprodução ................................. 63 C. Publicidade Estática ............................................................ 66 D. Licenciamento de Marcas e Símbolos .................................. 69 E. Concessões nos Estádios...
tracking img