Psicopedagogia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3995 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
DIFICULDADES NA APRENDIZAGEM: UMA ABORDAGEM PSICOPEDAGÓGICA
Judith Amorin Zollner Viviani

Introdução
O título deste trabalho já contém, em si mesmo, a mensagem de que o tema pode ser examinado sob vários enfoques. Não se pretende, apenas, apresentar o elenco de dificuldades na aprendizagem que os sujeitosexperimentam e sim, com ênfase para a abordagem psicopedagógica, considerar o modo como elas serão analisadas e tratadas, independentemente de sua manifestação ser na leitura, na escrita, na resolução de problemas ou outra.
Inúmeras são as teorias para explicar a aprendizagem humana e qualquer bom livro sobre o tema descreve o pensamento de vários autores que nos apresentam suas concepções sobre oprocesso de aprender. Elas vão desde o comportamentalismo, que prevaleceu no início do século passado, até o construtivismo que despontou no final do século e ocupa, até hoje, lugar de destaque.
Dentre as teorias de aprendizagem foram destacadas, neste artigo, as behavioristas, as cognitivistas, as da mediação e as humanistas. A importância de conhecê-las vai além do enriquecimento da bagagemconceitual e das relações entre as idéias que apresentam, pois, subjacentes a qualquer uma delas estão “sistemas de valores aos quais se pode chamar de filosofias ou visões de mundo” (Moreira, 1999) . Mudanças na ‘visão’ (concepção) de como a aprendizagem se dá acarretam mudanças nas explicações acerca das dificuldades enfrentadas pelos alunos. E, dentre essas explicações, as da psicopedagogia representamimportantes contribuições, seja para compreender as dificuldades, seja para propor a intervenção adequada.
O que se segue traduz um esforço de resumir cada um desses sistemas de valores, buscando relacioná-los, sumariamente, com as contribuições dos teóricos que escreveram sobre dificuldades de aprendizagem para, a seguir, contextualizar e conceituar a abordagem psicopedagógica, objeto centraldeste texto.
Contextualizando a abordagem psicopedagógica a partir das concepções sobre aprendizagem humana.
 Nas filosofias behavioristas, a aprendizagem pode ser observada (e mensurada) pelos comportamentos manifestos pelos sujeitos, após terem sido estimulados, intencionalmente.
Segundo esse paradigma, caso as condutas definidas nos objetivos comportamentais não se manifestem é porque houveum problema, geralmente atribuído ao próprio aprendiz, por algum déficit que apresente ou por sua incapacidade de reagir adequadamente aos estímulos que lhe foram oferecidos. Nas explicações behavioristas para as dificuldades de aprendizagem não há referências sobre o funcionamento da mente ou sobre as emoções do aprendiz.
Serve como exemplo dessa filosofia a contribuição de Valett (1972) paraquem “os dados essenciais para a identificação de problemas de aprendizagem são obtidos a partir da observação sistemática do desempenho de uma tarefa pelo aluno...” (p.1).

 Nas filosofias cognitivistas - das quais o construtivismo faz parte -, ao contrário do comportamentalismo, toda a ênfase deve ser colocada nos processos mental superiores (percepção, processamento de informações,resolução de problemas, compreensão, atribuição de significados, armazenamento de informações, uso dos saberes construídos, etc.) que permitem aos sujeitos conhecer o mundo e construir suas estruturas cognitivas, ou atualizar potenciais latentes.
As dificuldades de aprendizagem, segundo esse paradigma, podem ser explicadas pelas limitações dos sujeitos em processar ou utilizar, adequadamente, asinformações que recebem do meio, mostrando-se como ‘incapazes’ de aprender, de compreender, de ler, escrever, calcular, de conservar, reunir, ordenar, classificar, abstrair, etc.
Mesmo sem levar os extremos a contribuição das neurociências e, nelas, o papel do cérebro, alguns teóricos cognitivistas relacionam as dificuldades de aprendizagem a disfunções cerebrais, enquanto que outros levantam...
tracking img